sábado, abril 21, 2012

Lágrimas pelo meu País





lag1



(Foto de BlueShell)

Do lado de dentro de mim
Vejo ainda os homens e mulheres de abril!

Mas do lado de fora de mim vejo um país espoliado,
Vejo fome, desespero…e o Futuro adiado!

E vozes, dos que foram heróis nossos, clamam justiça!

Sinto a liberdade prisioneira.
 Temo os tempos-idos:
Censura, prisões, perseguições…denúncia, tortura…
Gente que foge para lugares-outros:
Homens e mulheres, longe da pátria, respiram saudade!

Do lado de dentro do meu “eu”
Fica um lugar vazio…fica o sabor a dor:
O sonho se apagou,
E o meu abril se perdeu …



lag2



(Foto de BlueShell)



112 comentários:

✿ chica disse...

Triste e lindo canto de dor pelo país tão lindo! beijos,chica

Aleatoriamente disse...

Minha querida, tudo isso é muito triste mesmo.
O teu texto é muito bonito e profundo.

Beijo

Pieces of Sunshine disse...

Very touching post. I hope you and your country can dream again one day, filled with hope. the building has many stories to tell, very old and full of character.

João Roque disse...

Como eu te entendo e compartilho o teu grito...

acácia rubra disse...

Não estás sozinha.

A minha voz está com a tua e de braços erguidos, as ruas de Abril cumprir-se-ão!

Beijo

Maria disse...

O lado de dentro de ti tem mais força que o lado de fora.
E um dia Abril amanhecerá de novo!

Beijos, BShell.

Maria disse...

O lado de dentro de ti tem mais força que o lado de fora.
E um dia Abril amanhecerá de novo!

Beijos, BShell.

AC disse...

Blue,
Há sempre um novo Abril, tarda é em desenhar-se. Seremos nós, povo dado ao quebranto e ao lamento, que não sabemos desenhar a esperança?

Beijo :)

MA FERREIRA disse...

Blue...

Sinto de coração o que vc diz em seu poema.
E triste ver um pais em que seus filhos estao cansados e perdendo a esperança.
Deixo aqui os meus votos que este dilema seja apenas uma nuvem passageira.
E que num futuro proximo as coisas melhorem por ai.
Todos os homens tem direito a viver dignamente, com empregos e sonhos.

Um beijo...

São disse...

Portugal merecia melhor!

A tua sensibilidade merecia ser poupada e assim poderes escrever um canto de alegria , não de lástima!

Um apertado abraço, Isabel!!

Jorge disse...

Olá Blue Shell,
Nós, interiorizamos Abril, e Abril perdurará.
Eles nâo podem mais do que nós, porque nós somos mais.
O tempo não voltará para trás.
Um abraço,
J

Sandra disse...

so sorry to hear of your pain and the pain of your country. the poem is beautiful and yes, this one i understand it very well.

"Auntie" sezzzzzz... disse...

More beautiful photos...

Gentle hugs,
"Auntie"

Observador disse...

Só posso dizer ... lindo texto.

Bom fim de semana, Blue.

nacasadorau disse...

Por este país e pelo seu povo, faça-se o que deve ser feito.
No 1º de Maio estarei em Lisboa.

Beijo

Gisa disse...

Um grito de socorro. Uma situação triste de fato. Solidarizo-me.
Um grande bj e fico.

Catherine disse...

Such a beautiful post! Sad and poetic.
Sending you a big hug!
xo Catherine

Tunin disse...

O teu grito dói em nosso ser. Não é fantasia é a pura verdade. A tua poesia é muito linda, mas a situação triste.
Abração, querida!

mfc disse...

O nosso Abril perdeu-se há muito...
Achas mesmo que chegou a haver Abril?!

Beijos...

TexWisGirl disse...

i am sorry for the pain and angst you feel.

marcela disse...

Um país tão lindo!
Triste seu poema...
Melhores "abril" para vcs.
bjos

Filó disse...

Uma triste verdade, com a qual temos de viver...
Obrigado pela visita e comentário..

Um Beijinho

Pastor Dennis disse...

Sorry for the sad times in your country and I hope thing do not grow too dark.

ॐ Shirley ॐ disse...

Sentimo-nos impotentes e tristes diante de situações como essas...Um beijo, Blue Shell!

Alien David Sousa disse...

Adorei as fotos.
*****estrelas

lino disse...

Estou solidário!
Beijinho

Francisco disse...

É o país que temos, onde todos nós deixámos chegar...

Melhores dias virão, assim o espero

Beijinho Grande

Luís Coelho disse...

Do lado de dentro do meu eu as coisas que eu vejo...dor, fome desemprego e muito desespero.
Os lobos desceram à cidade e andam esfaimados, Querem mais carros topo de gama e motorista e guarda costas a que oferecem o sangue e as lágrimas dos portugueses...
...e são vampiros insaciáveis roubando e pilhando tudo por onde passam....
São uns sem ...nada..de vergonha ...de palavra...de sensatez...

Do lado de dentro do meu eu Abril e os cravos morreram sem revolta nem gestos de justiça...

heretico disse...

dói, pois claro...

importa erguer o punho e prosseguir...

"o caminho faz-se ao andar", como bem sabes.

beijo

O Profeta disse...

Deslumbramento...No passar...

Doce beijo

Mona Lisa disse...

O nosso Abril murchou!

Alguém o regará?

Beijos.

Desnuda disse...

Querida amiga,

Realmente é triste viver esta situação pesarosa depois de tanta esperança depositada naquele dia de abril. Mas a esperança não se perde e a luta continua.

Lindas fotos e texto sentido.

Beijos com carinho.

Alê disse...

A realidade é assustadora,


Infelizmente, num pais tão rico, tanta miséria,



bjkas

lisa disse...

Wonderful images!
I especially love the second one.

Gillian Olson disse...

Wonderful images, very thought provoking verse. Take care,

rosa-branca disse...

Fecharam-se os portões
Desta nossa liberdade
Agora só há maldade
Miséria, fome e ladrões.

É assustador para todos, mas para a nossa juventude ainda mais.
Beijos com carinho

Ginny disse...

What beautiful, beautiful images to go with your poem. The tree looks like it is weeping.

JUAN FUENTES disse...

Amiga poeta.Para mi és un placer y un deleite,leer tus comentários,pero sobretodo tus notas escritas con gran
saber y cariño

Saludos

Bob Bushell disse...

Beautiful images and a poem, well done.

eileeninmd disse...

Such a sad and touching poem. Beautiful images, Blue! Take care and have a great day!

oteador disse...

en españa estamos en el camino de la falacia, y lo que es peor, en el camino de anular toda disidencia. estan calientes aun los restos caidos en los setenta....que cerca y al mismo tiempo que lejos estamos. saludos

Joop Zand disse...

Good shots and poem.

wish you all the best and a beautiful day.

kisses, Joop

Arnoldo Pimentel disse...

As dores e o passado teimam em ter seu lugar na história e daí, do passado que nasce o futuro, feliz ou não, incerto ou não.Lindo poema e fotos, beijos.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

Os cravos vão murchando, e o 25 de Abril vai-se transformando em data de desencanto - enquanto aumenta a nossa tristeza.

Lindo poema; bonitas as fotos.

Beijinhos; bom Domingo.
Vitor

mocho disse...

Quando se colocam liberais que mais parecem salazarentos no poder é o que dá.
Apenas nos resta agradecer ao governo PSD PP a destruição de Abril e de todas as formas de estado social que ainda existiam.
Ah desculpa trazer política para aqui.. mas é mesmo assim

teca disse...

Muito sentidas suas palavras e imagens...

Beijo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente texto....

Um forte abraço

Tiago Braga disse...

Very beautifull, looks like a mistireous and safety place at the same time =)

Tiago Braga disse...

Olá =)
Obrigado pla sua visita, eu entendo o Pt na perfeição, sou português :P
Apenas escrevi em ingles porque estou habituado a escrever em ingles para os outros seguidores e neste caso como tinha o P.S em ingles escrevi tudo em ingles :P!

Vou passar a escrever em Pt no seu, Beijinhos *

dianne disse...

Beautiful images dear Blue Shell, I am sorry for your pain, I hope your country recovers from its problems and you are happy once again.
Hugs and Kisses
xoxoxo ♡

Nilson Barcelli disse...

Na verdade, o que estamos a assistir é um golpe de Estado. Todas as conquistas de Abril estão a cair uma por uma. Direitos adquiridos? Só para eles. Trata-se de um gang organizado, da família que nos roubou a todos através do BPN.
Magnífico poema. Gostei imenso.
Isabel, querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijos.

Flor de Jasmim disse...

Blue
Excelente!
Estou solidária, nós seremos Abril sempre.

Beijinho e uma flor

carla disse...

Como sempre a verdade está aqui exposta e com lindas fotos.

Feliz resto de domingo,beijo

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt

"quicas" (joaquim do carmo) disse...

Magnífico poema, Isabel, tristemente espelho de uma realidade que, apesar de tudo o que vai acontecendo, acredito que será possível alterar! A força do povo que pegou em cravos nesse dia de Abril, estou certo, não se terá dispersado nas conquistas que, agora, querem liquidar!
Beijinho
jc

manuela barroso disse...

E hoje não leio alegria na bracura dos lilases. Vejo o cansaço que até eles sentem, deixando-se cair numa exaustão.
Foste de uma sensibiidade sem limites a aliar a foto à tua linda mas triste poesia.
Belo, Isabel
Abraço

Paulo Vasco Pereira disse...

Também há muito assim o sinto :(
Há uns 6 anos.. E dói!

Um grande abraço

Luar disse...

Junta às tuas as minhas lágrimas!
Beijinho

Leonice disse...

Poema profundo que é um grito de dor pelo País.
Fotos maravilhosas! Um grande abraço querida Blue.

nacasadorau disse...

Boa semana amiga
e
vamos à luta, por Abril, limpemos as lágrimas.

Beijo

Lowell disse...

This wonderful, poignant poem could apply to too many countries, including my US of A. Much evil posing in various costumes today!

Love the photo! Is that wisteria? We do grow wisteria here but it lasts only a few days.

Ana Martins disse...

BlueShell, boa noite!
A revolta e a desilusão totalmente postas a nu nas lágrimas pelo seu país!

A esperança, é sempre a última a morrer, acreditemos então que nem tudo está perdido!

Beijinho,
Ana Martins

La Principessa Errante disse...

Stunning!

NixBlog disse...

A beautiful photo of perfect Spring flowers, but your poem is a very poignant reflection on what your country is going through at the moment. I hope better come soon...

magiceye disse...

Poignant and beautiful!!

CameraCruise disse...

Beautiful photos!
I'm so sorry for the sad times in your country.
Take care.
Hugs Mette

Mar Arável disse...

É preciso resistir

o sonho comanda a vida

Amin disse...

Hello! I am so srry for Your pain...Well done! Very interesting post! Beautiful post!

Crystal Mary disse...

You are like the building, both of you have suffered but yet, you stand with dignity. Keep a hold of what is good, Gods love for you. Nothing is more important than having that. Hugs to you.

George disse...

The beauty of your pictures is a stark contrast to the agony of the words.

O Árabe disse...

Triste realidade, lindamente descrita. Mas a liberdade nunca se perderá, amiga, e a coragem terá a vitória final. Nisto precisamos crer! Boa semana, fica bem.

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.
Tu imaginación igual a la de los poetas,vuela, és muy bonito dejar volar a la imaginación y ccomo niños
adentrarnos en ese mundo de fantasias.
Un fuerte abrazo

Andradarte disse...

Não se pode desistir......à muitos à
espera....Sejamos teimosos...
Bela foto
Beijo

A Paixão da Isa disse...

bonitas essas fotos e o texto parabens gostei muito bjs e obrigada pela vesita

Daniel disse...

Linda a foto da postagem. Sempre sonhei com uma casinha dessas.

Quanto ao nosso Brasil penso que caminha a passos de tartaruga, pois poucos tem coragem de ser honestos nesse país.

Sinto que poderíamos estar bem adiantados.

Obrigado pela visita.

Támbém gostei do seu espaço.

Daniel

MARILENE disse...

E como dói a desesperança de um povo!
Olhar um passado de luz e um presente de grande interrogação tira a beleza de qualquer estação.
Esse brado nasceu de seu coração grande, que se abala com sonhos, por ora, perdidos.

Bjs.

Ana Tapadas disse...

Tão pungente e verdadeiro! Beleza do teu post...tristeza pela verdade do poema...

bjs

Smareis disse...

Maravilhoso e profundo.

Como dói isso viu?
Vê pessoas em desespero. Uma realidade muito triste.

Beijos e ótima semana.

Palavras disse...

Blue querida,

Assim como tenho dito a todos s meus amigos portugueses, desta terra que tanto admiro, que dias melhores lhes cheguem e que, juntos vocês consigam mudar o rumo desta história.

Beijos amiga

Lindo poema!

Leila

Carla Fernanda disse...

A realidade que tentamos criar por dentro briga sempre com a de fora... e me perco entre as duas, por muito mais vezes tomo partido pela de dentro...

Beijos querida e boa semana!!

Marly Bastos disse...

Blue,
Há sempre o confronto do que sentimos com a crua realidade.
Nossos sonhos e esperanças são nosso combustível contra fatos reais dessa vida.
Sei como dói ver nosso país em crise, e nossos patrícios sofrendo o desajuste governamental...
Lindos e sofridos versos!
Beijokas doces

Mari@ disse...

Também achei tão triste mais muito bonito!

Uma ótima semana beijos.

Daniel Cândido da Silva disse...

OLá amiga

Gostei particularmente do último verso!

Um beijo sorrido!

Guma Kimbanda disse...

Olá Blue...

Abril só se cumprirá quando o "basta" não for algo disperso e sem consistência.
Passaram 38 anos e não vejo na consciência nos nossos jovens o que ele representou para a nossa geração. Será que conformados, no tempo não soubemos passar o testemunho e a luta não continua por não sabermos mobilizar-nos todos solidariamente em torno do que é essencial... equidade e justiça social.
A cada ataque dessa corja se aceita tudo como normal, com o receio de que o levantamento popular nos leve a pior situação, quando já não há pior do que termos batido no fundo.
Já tenho dificuldade em entender este povo adormecido.

Teu poema é sentido, triste e a constatação da horrível realidade.

Beijo e kandandos... saudades de aqui vir

Mariangela disse...

Oi Blue!
Por esse país que amo e que também tenho em meu sangue, meu povo que veio daí, eu presto a minha solidariedade e desejo de coração que um novo abril virá cheio de bençãos!
Um beijo carinhoso e fiquem com Deus!
Mariangela

Rita disse...

Um poema dolorido,mas muito bom
de se ler e gostar
Tenha uma boa terça abraços com carinho Rita!!

SOL da Esteva disse...

Querida Blue

Abril é o que se vê ou deixam ver. Abril foi apoderado por homens que não se escrevem em maiúsculas. Gente que usou a oportunidade e não a ciência. Serviu-se sem servir.
aDeus, Pátria e Família!...

Beijos

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.pt/

Chatty Crone disse...

That was a wonderful poem - all though so totally sad. Is this you that you are talking about? You are so beautiful. sandie

Diane AZ disse...

So sorry to hear this, I hope things better. Your pictures and poem are beautiful and touching.

. intemporal . disse...

.

.

. nesta alvorada . que precede um dia encarnado .

.

. deixo.Lhe cravos .

.

. e,,, .

.

. um beijo de abril .

.

.

Betty Manousos disse...

ola angel,

what a beautiful, touching poem.
i do hope you and your beautiful country can dream again soon!

great post!

beijinhos!!

Jorge Pimenta disse...

até o que se disse eterno se ritualiza, sendo esta a primeira face de um rosto que se distraiu no tempo, se engelha, envelhece e morre.

beijinho!

António Jesus Batalha disse...

Estive a ver algumas coisas em seu blog gostei do que li e vi. E desejo deixar um convite, tenho um blog com o nome de Peregrino e Servo. Meu nome é Antonio Batalha sou portugues. Se desejar fazer parte, eu ficaria radiante em que fizesse parte dos meus amigos virtuais, isto é, não quero que se sinta coagido a faze-lo mas apenas se deseja. Se achar que não merece a pena fico-lhe grato na mesma. Decerto irei retribuir seguindo o seu blog também. Um obrigado.

Marta disse...

Que belas lágrimas amiga ;)
Beijos para Mangualde.

Tricia @ Bluff Area Daily disse...

My goodness, I'm so sorry for the troubles there... Power of prayer!

Lovely flowers & love this stone structure, that red door really stands out! =)

Thank you for visiting

© Piedade Araújo Sol disse...

mas é preciso resistir.
sempre!
mesmo que a voz nos doa.
beij

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.Llevas mucha razón,disfrutemoa de la visa,después llegará la eternidad y el olvido,debes de pensar que el paaraiso está aquí,en la tierra.
Lo demás és un mito.
Un fuerte abrazo de tu descreido amigo.

Antônio Lídio Gomes disse...

Torcemos para que bons tempos voltem a iluminar seu coração.
Um beijo grande.

Rafeiro Perfumado disse...

Nada de perder a esperança, pode ser que com tanta lágrima se consiga afogar os culpados!

Mena disse...

Triste e verdadeiro! Gostei muito!

Bj

Leninha disse...

Teu canto de dor ecoou em meu coração e em minha alma...muito triste o canto por teu país...mas,infelizmente,muito verdadeiro.
Bjssssss,
Leninha

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Esta é uma dor profunda, que nos consome e nos rouba o futuro.

Partilho das tua lágrimas.


beijinhos

elvira carvalho disse...

Penso exatamente o mesmo. Só que não sei dizê-lo desta forma tão bonita.
Um abraço

Zilani Célia disse...

OI BLUE SHELL!
ME DOEU O CORAÇÃO AO LER TEUS VERSOS, QUE DIGA-SE DE PASSAGEM SÃO LINDOS.
A TRISTEZA PELA PÁTRIA E PELOS IRMÃOS QUE SOFREM DOEM MUITO.
GARTA POR SUA VISITA.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

OutrosEncantos disse...

NÃO!!!!!

ABRIL AINDA NÃO SE PERDEU!
NÃO CHOREMOS!
LUTEMOS!!!

GOSTEI DE VER-TE POR LÁ, NO MIMOS.
DEI PELA TUA FALTA, TAMBÉM TIVE SAUDADE.

BEIJOS MEUS.

Sonhadora disse...

Minha querida

Infelizmente um poema verdadeiro...triste Abril...pobre povo.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Sonhadora disse...

Minha querida

Infelizmente um poema verdadeiro...triste Abril...pobre povo.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Sonhadora disse...

Minha querida

Infelizmente um poema verdadeiro...triste Abril...pobre povo.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.
Te agradezco el buén comcepto que tienes de mios fotografias y de mi persona.Alguna vez llegaremos conocernos personalmemte.Un fuerte abrazo

Vera Lúcia disse...

Lindo e doloroso lamento.

Não se pode perder a esperança. Este
belo País há de se reerguer, trazendo
de volta a paz ao coração de seus filhos.

Beijos.

Agulheta disse...

BlueShell.O sonho está aqui nesta terra de todos nós,só é preciso que a mesma não seja só de uns, e de outros seja madrasta das dores,sofrimentos e prantos a cada dia.Aqui nas palavras Abril bem retratado,vamos continuar a ter fé e a esperança que nos norteia.
Beijinho

The Alchemist disse...

perdeu-se o sonho assim entendi o que escreveste. há muito que não lia nada teu.
kiss daqui da holanda

Elisa T. Campos disse...

Blue Shell

Magnífico canto de dor.
Abril se perdeu aí , mas também é um clamor de perdas daqui.

Beijos