quinta-feira, dezembro 27, 2007

No Fundo...

fundo

(foto de BlueShell)


No fundo de mim
Existem montanhas de sonhos desfeitos…
Oceanos sem nome,
Desertos sem fim!

No fundo de mim
Permanece a dúvida…
Permanece a tela que se gastou
Com o passar do Tempo…
E que o Tempo levou!

No fundo de mim
Já existiu amor…
Criança-mulher , fascínio e cor…

No fundo de mim….
Tudo feneceu:
Sou corpo que serve
A alguém que não “Eu”!

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Minha Fonte

haver

(foto de BlueShell)

No haver mais um dia para querer viver...
(pois que quero, sim, para te ter...)
És razão, és paixão, és Sol, és horizonte...
E eu sou ave que bebe teu amor, por ser
Dia de sonhos mil, em ti, que és meu
Querer, minha vida....minha fonte!


haver2

(foto de BlueShell)

terça-feira, dezembro 04, 2007

Infantilidade...

colhi

(foto de BlueShell)

Colhi flores como quem vive dias...
As flores secaram...
Os dias passaram!
Colhi a Vida que deixei murchar,
Perdi os sonhos ao deixar de amar!


infantilidade

(foto de BlueShell)

sexta-feira, novembro 23, 2007

Quero-te!

estende

(foto de BlueShell)


Estende para mim teus braços
E deixa-me mergulhar em ti....
Aperta o meu corpo frágil junto ao teu...
Deixa-me sentir teu calor...
Estende tuas mãos e me faz sentir
Que não estou sozinha...

Nos teus olhos eu vi,
Um dia, amor, a cor do céu...
Deixa que eu possa ouvir, dos lábios teus...
Que essas carícias e esses beijos...
São só meus!

quarta-feira, novembro 14, 2007

TEMPLO

templo

(foto de BlueShell)

Ao Templo subirei...
E incompreensíveis preces,
[Lavadas
De Fé e vestidas
De Perseverança,]
Em prostração proferirei
A Ti Senhor!

(Eu ao Templo subirei...)

Em Tua presença, uma vez mais,
Me inclinarei e em lágrimas
De humildade imensa
Rogarei Teu perdão
E Tua Graça,
A Ti, Senhor!

Eu ao Templo subirei
[Qual ovelha perdida...]
E perante Ti me inclinarei
Porque sei que “Deus é Amor”...
É Perdão...é Vida!

E espero, nessa demora
De sabor a fel...espero, apenas!
...espero e creio,
Creio em Tua Piedade...

Porque...
“O Senhor é o meu Pastor,
Nada me faltará”!...

(Eu, ao Templo subirei...)

E sei que um dia a aurora trará
Samuel, servo Teu...
[Envolto em preces
Lavadas de Fé e vestidas
De Esperança,
Sem desespero ou dor]... E do
Templo somente descerá
P’ra Te servir e louvar,
A ti, Deus meu,
Pai Santo, Rei dos reis....
...Senhor!

sábado, novembro 03, 2007

Não me Ames...

deuses

(foto de BlueShell)


“Não só quem nos odeia ou nos inveja
Nos limita e oprime; quem nos ama
Não menos nos limita.
Que os deuses me concedam que, despido
De afectos, tenha a fria liberdade
Dos píncaros sem nada.
Quem quer pouco, tem tudo, quem quer nada
É livre; quem não tem e não deseja,
Homem, é igual aos deuses”


Ricardo Reis


Não me odeies, nem me invejes
E que muito menos sintas por mim algum amor.
Eu te ofereço mais que liberdade...
Te quero livre...livre de mim...do meu calor
Do meu beijar ora terno, ora sôfrego de paixão...

Nada tenho, nada quero, nada desejo...
...nada sinto já... [Tão de afectos despida...]
Senão do frio a solidão [dos deuses galardão!]
Porque eu, querendo pouco,
Tive tudo ao ter-te em mim...
Quis mais...e te perdi , a ti
Que eras meu céu, meu sol e minha Vida!

sábado, outubro 27, 2007

PERTO do FIM

enigma111

(foto de BlueShell)


Perto do fim, quando escurece...
Nada se sente, nada apetece...

Perto do fim, perdido o querer
Já nada dói, nem o sofrer...

Nada se sente...
E já nada importa

Perto do fim mente
O olhar..que me diz viva
Estando eu já morta.

segunda-feira, outubro 22, 2007

Sombras de uma vida

sombras44

(foto de BlueShell)

Em cada página desse livro que não escrevo
Gravado está o rumo de uma vida que,
Sendo a minha,
Eu não percebo!!!

quarta-feira, outubro 10, 2007

Minha essa dor...apenas minha!

dupla

(foto de BlueShell)


E a Vida é, então, campo estéril,
Negação do sublime,
Noite que permanece e oprime...
E Deus não é omnisciente,
Nem pai de todos,
Nem o Bom Pastor...
E o crente já só sente
Agonia e Dor...

domingo, setembro 30, 2007

Teu olhar, meu bem...

desfeitos

(foto de BlueShell)



Sonhos desfeitos, lágrimas
Vertidas...essas que eram minhas....
Apenas minhas, de mais ninguém!


...e tinhas, no olhar, meu bem...
o mundo inteiro p’ra me dar...


Nesse Tempo, que era nosso!

Hoje não posso nem chorar...
E os sonhos que não sonhei...
.... hoje sei que não é Tempo já de
Lhes guardar lugar!

Que o Sonhar é privilégio de quem crê
E ama, e vive, e ri...

Eu?...sou sonho desfeito
De uma vida que nunca vivi!

sábado, setembro 22, 2007

Memórias que me vestem...

dador8

(foto de BlueShell)

Da dor que oculto e me envolve
Nada sabes, amor...

Do vulto de um templo, teu
Corpo em flor...

Restam ruínas espalhadas como
Cinzas lançadas ao rio...

Nada as detém...nada permanece...
E parece que as memórias
São a dor que me veste...
A alma gela...e eu tenho frio!

segunda-feira, setembro 03, 2007

UM DIA...

De entre tantos...um dia mais.
Um dia a dar graças por acontecer....

medo

(foto de BlueShell)


Um dia a lembrar que a Vida pode,
Súbito, fenecer...


medo2

(foto de BlueShell)

Um dia...apenas um dia mais
Nos é permitido SER....

quinta-feira, agosto 16, 2007

LONGE do TEMPO!

meusol3

(foto de BlueShell)


Vem...Tu que és meu Sol, minha praia, meu mar...
Melodia por inventar, sonho que sonho acordada!

Vem...Assim me dispo de mim por tanto te amar
E me possuirás inteira num agora
Longe do Tempo...
Até ao despontar da aurora.


[Onde estiveres...eu estarei a teu lado.]


E quando vieres me acharás imaculada
Como uma concha bem fechada...
Tu... meu Príncipe alado... meu Sol,
Minha fonte de prazer...meu amado...


[Onde estiveres...eu estarei a teu lado.]


Vem sentir meu corpo que é teu...
Vem, que o sol já se esconde no Céu!

Vem...Assim me dispo de mim por tanto te amar
E me possuirás inteira num agora
Longe do Tempo...
Até ao despontar da aurora.

sexta-feira, agosto 10, 2007

...que o Tempo passa...

passou1

(foto de BlueShell)

Já não tenho Tempo, Amor,
Para te fazer feliz!

Por mim passou
Inteira, a Vida...
Ficou apenas a ferida
De saber que já não sou
Senão...viçosa rosa
Que floriu e...
Já murchou!

quinta-feira, agosto 09, 2007

ESBOÇO de um AMOR

estendi

(foto de BlueShell)

Estendi para ti meus braços
E senti –te em mim...

Como quem num belo sonho
Desenha na tela os traços
Da perfeição...

E a vontade de te ter, então...
Foi maior que o saber que não
Poderias ser só meu...

Leviana, eu....que ousei crer
No poder do Querer!

quinta-feira, agosto 02, 2007

SEM BRILHO

naoolhes

(foto de BlueShell)

Não olhes para mim hoje, amor,
Que o meu olhar perdeu o brilho
E o ardor...

O brilho, esse... fez da lagoa
Sua amante e me esqueceu...
Enquanto eu...

Recordo, à sombra da vida,
Um fragmento de tempo...
[e de mim]
Que dá alento...
E ainda assim...magoa!

sexta-feira, julho 20, 2007

Entre nós...

entrenos

(foto de BlueShell)

Entre nós existe mais de que tudo
E nada pode varrer da memória
Essa história de amor, colorida de tons de
Primavera, suave canto de ave
Encantada, mulher enamorada....

Entre nós existe mais de que um universo
De sentires...existe o Ser e o Estar.....
Existe o Sonho, o Querer e o Amar!

quinta-feira, junho 28, 2007

Por Mim...

rio33

(foto de BlueShell)

Respira por mim, tu que dizes amar-me.

rio34

(foto de BlueShell)

Vive por mim os dias que eu não verei nunca...
Porque longe estão de ser dias de Sol...
Vive por mim...que me falta coragem, já!
O que fui, o que sou...bem o sei!
O que queria ter feito...ficará por ser...

Vive por mim e sê feliz...
Pois o que serei...
Senão uma ténue lembrança,
Suave recordação de tempos idos?

Serei páginas de livros fechados e nunca lidos...

sexta-feira, junho 08, 2007

INCESSANTE PROCURA!

passam3

(foto de BlueShell)

Passam de mim os segundos
Para se juntarem ao Tempo!
...e o pêndulo não se detém...

Porém, como vagabundos,
Meus pensamentos me deixam
Na incessante procura
De algo mais...ou de Alguém!

sexta-feira, maio 25, 2007

Em tua Luz!

tronco2

(foto de BlueShell)

És o que me resta nesta existência sem outra luz
Senão aquela que é a tua e que
Me seduz......

Meu Amor, meu Sol, minha Luz!

segunda-feira, maio 14, 2007

...tocar o Céu!

esquecida1

(foto de BlueShell)


...e te sei dentro de mim...

isso é que importa...

que te sinta assim: meu!

Tu...em mim...e eu posso,

neste presente que é nosso,

(querendo) ...

....tocar o Céu!

terça-feira, maio 01, 2007

Apenas uma rosa...a mais bela rosa!

reb

(foto de BlueShell)

Como perpetuar a mais bela flor
Que o sol já viu?

Nela estão contidos os gemidos
De prazer...de quem faz amor
Com alma, entrega e devoção...

Como perpetuar,
Sem fazer parar o Tempo,
Esses instantes de tão
Sublime e puro amor?

sexta-feira, abril 20, 2007

Por Ti...

Por Ti...

(foto de BlueShell)

Permaneço...porque tu chegaste
À tardinha...

Sorriste para mim,
Me tomaste nos teus braços...
... e disseste,
Em tom de prece:

- Fica! Por ti, por nós...
...e porque és minha!

quinta-feira, abril 12, 2007

LONGE da VIDA!

parece2

(foto de BlueShell)

Nada ao meu redor....nada!
O silêncio, o vazio...
Escura a noite sem as estrelas...
A vida estupidamente parada
Perto da dor, Longe do Norte...

Nem vento...nem outra [senão a tua]
Imagem...essa...a imagem da Morte!

Amaldiçoar-vos-ei, a vós, se me chorardes!
Amaldiçoar-te-ei, a ti, se me lamentares!
Amaldiçoar-me-ei, a mim, se me perdoar!

Agora estou pronta para ir...
Irei...sem nada lamentar!

sexta-feira, abril 06, 2007

SEM TRÉGUAS!

fiel1

(foto de BlueShell)

É Tempo de sarar...
Feridas abertas...
Tempo de fechar
As janelas da memória!
É tempo de amar
Sem tréguas...
É Tempo do Tempo
Se coroar de Glória...


[Tudo,(como as ondas desse mar),
Não permanece mais tempo do que
O tempo que o Tempo deixar!]

terça-feira, março 27, 2007

DEIXA...

deixa1

(foto de BlueShell)

Deixa-me sentar ao teu colo a ver passar
O rio...
Deixa-me assim estar sem pensar
No vazio...
Abraça-me apenas
E eu não sentirei mais frio...

Deixa-me sonhar que é amor
Aquilo que te vejo no olhar...
E deixa-me assim estar
[tão longe de casa e dos mimos e da esperança...]
No aconchego do abraço
Que tens para me dar.

sexta-feira, março 16, 2007

O QUE EU SEI!

certeza1

(foto de BlueShell)


Sei apenas que te amo!

Como o sei? Como tenho esta certeza?

Enquanto o meu olhar as coisas
For um olhar de quem
A tudo
E a todos quer bem…

Enquanto o meu querer viver
For para te ter do meu lado
E te acariciar…
Mesmo que em sonhos atrevidos,
Proibidos…

Enquanto a espera doer
E o coração bater…
Forte e descompassado…

Enquanto o corpo se despe
Do tempo [engana o Fado]
E de prazer estremece…

Sei que te estou a amar:
Um amor puro, este…
Que sobrevive e se fortalece
Dos momentos
De ternura que me deste!

quinta-feira, março 08, 2007

AMAR-TE-EI LÁ DO ALTO CÉU!

livre

(foto de BlueShell)

És livre...sempre soubemos isso.

Mas hoje te liberto de mim...
Sim...por ser imenso o meu amor,
Por tanto, tanto te querer
Sim, por isso te liberto de mim.

Far-te-ia sofrer...
Sufocar-te-ia com o meu querer!
Assim, apesar da minha dor, do meu pesar...
Te liberto, hoje, de mim, amor meu!

Vai, segue teu caminho,
Procura a tua felicidade...
Eu...prisioneira do Tempo e da saudade
Amar-te-ei, ao longe, lá do alto céu!

Vai...te liberto de mim!
Apesar das lágrimas
De dor
Que me rasgam a alma:
Sê feliz...
Meu Sol... Meu Sonho... Meu Amor!


(hoje...dia do meu aniversário...)

sábado, março 03, 2007

Tua Essência!

essencia

(foto de BlueShell)

Deixei tua essência penetrar-me e percorrer meu corpo quase frio!

Soube então que a hora era de júbilo...
Pois que não choro já...e me preencho de pequenas lembranças...

Me quero viva p´ra te dar da vida a fonte que brota em mim.
Me quero forte p’ra te fazer dos homens o mais feliz.
Me quero assim apaixonada para te amar com todo o ardor
Que o teu amor deixou bem fundo dentro de mim!

Ama-me, apenas!

quarta-feira, fevereiro 28, 2007

terça-feira, fevereiro 20, 2007

Uma, entre tantas...

docampo

(foto de BlueShell)

Era uma flor do campo, simples...
Sem pretensões nem vaidades!
Tinha o seu pedaço de chão...e então...sorria
Às árvores e ao céu ao seu redor!

Queria amor, a flor...
Precisava de calor, a flor...

Mas um dia percebeu
Que o seu Sol...a pouco e pouco
No horizonte se perdia...


Cego, esse Sol...que não via nela
Senão uma flor,...mais uma apenas, entre tantas outras...
E não sentia que essa era a flor pela qual ele, Sol, existia!

daterra

(foto de BlueShell)

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

...porque te quero tanto...

esp22

(foto de BlueShell)

Não, não irei sem ti...
Quando for...
Se for ...
Levar-te-ei comigo!

E estarás comigo sempre!
Não importa onde...
Nem quando...

Importa sim
Que estarás em mim
A cada instante
E a todo o momento.

E possuir-me-ás
Em cada madrugada,
Em cada pôr-do-sol,
Em cada carícia do vento.

Se tiver de ir...
Saberás por certo:
Pelo chorar
Das flores, p’lo pranto
Do mar, pelo manto
Escuro que cobrirá teus dias...
Sim, saberás de mim
Pelo triste lamento
Das árvores, dos rios
Das estrelas e das serranias...

Mas...estarás comigo sempre
A cada instante e a todo o momento!

sábado, fevereiro 03, 2007

Longe demais!

espuma

(foto de BlueShell)

Quero...o pedaço do Tempo
Que passei sem ti...
Os dias que vi
Sem te ter por perto...

Meu Sol, meu Sol...
Sou onda rebelde à procura
De ti para me encontrar!

quarta-feira, janeiro 24, 2007

De mim para ti...com saudade...

compl2

(foto de BlueShell)

Sei de ti pela dor que permanece em nós…
Sei do teu lugar vazio à mesa…
Sei das palavras que queria dizer-te…
Sei do sorriso teu que recordo…mas a sós!

E tu, pai, …será que sabes
Da minha dor…a todo o momento?
Da minha saudade…que não se vai?
Da minha vontade de contornar o Tempo? …

Descansa em Paz…pai…

Eu…só lamento…
Não saber
Contornar
A barreira
Intransponível
Do Tempo!

Descansa agora em Paz, meu pai!

Isabel

sábado, janeiro 20, 2007

ACREDITEI...

acred

(foto de BlueShell)

Hoje sonhei contigo....
Vestido de um adeus profundo e definitivo...
E não tive senão um sorriso triste
Despido de promessas de amor,
Sustento d’alma de mulher que sou
Mulher...que um dia...acreditou!

segunda-feira, janeiro 15, 2007

Algo diferente

euefred

(foto de BlueShell)



Hoje apresento-vos o Fred:

Rafeiro, dedicado companheiro,
Senta-se, faz cumprimento...
Deita-se ao meu comando!
Olhos puros de avelã,
vontade de ser como o vento!...

Danado para a brincadeira,
É cão de muito alimento...
pelo que...quando não come
já eu muito, muito estranho.

Ah...e sim...embora ele deteste
é claro que LHE DOU BANHO!!!

quarta-feira, janeiro 10, 2007

No meu acordar...

castanhos

(foto de BlueShell)


Regresso a mim depois do sonho… e
O que ficou de mim, de nós
Foi o choro que choro à noite
Baixinho, na cama, perdida e a sós…

Não ponho mais sonhos
No meu acordar…nem
No patamar da casa
Em cujo quarto me hei-de deitar!

Porque serão sonhos que não sei sonhar:
Mentiras vestidas de Ouro e Azul,
Carícias esquecidas no pó da distância,
Palavras que imitam canções de embalar!

Não porei mais sonhos
No meu acordar…

sexta-feira, janeiro 05, 2007

INTEMPORAL-IDADE!

caminhos1

(foto de BlueShell)

Não é poema!

São palavras que desconheço e que não sinto!
São tormentos de uma vida vã,
Existência a preço!

Não é poema!

Desvario de quem nada tem já
Para dar. E o passar do tempo, lento
Repete cada dia o mesmo sofrimento!

Claro que não podia ser poema!...