quarta-feira, janeiro 24, 2007

De mim para ti...com saudade...

compl2

(foto de BlueShell)

Sei de ti pela dor que permanece em nós…
Sei do teu lugar vazio à mesa…
Sei das palavras que queria dizer-te…
Sei do sorriso teu que recordo…mas a sós!

E tu, pai, …será que sabes
Da minha dor…a todo o momento?
Da minha saudade…que não se vai?
Da minha vontade de contornar o Tempo? …

Descansa em Paz…pai…

Eu…só lamento…
Não saber
Contornar
A barreira
Intransponível
Do Tempo!

Descansa agora em Paz, meu pai!

Isabel

77 comentários:

pensamentos_vagabundos disse...

olá...
gostaria de ter palavras para comentar a tua dor....
mas tenho um beijo que desta vez não é vagabundo,mas sim um beijo para não ficares sozinha....

Delfim Peixoto disse...

u beijo sentido!

linfoma_a-escrota disse...

mas isto nunca mais acabarà?
dentro do vòrtex, nitidamente
sabes do que falo, como uma
fotografia do branco do sol
aproximado, foi-se, mas è là
que estarà à tua espera, deixa
essa almofada acolchoada em
simplicidade escrever o exterior,
prossegue como puma, vale
poluido pelos carros da mesma
tabacaria, livro do desassossego
com as mesmas palavras, para
que repeti-las? inevitàvel
nao acabarem, ele està em cada
ponto final, amanha, que clàssico.

www.motoratasdemarte.blogspot.com

off disse...

por muito que doa a ausência... é bom ter recordações que nos encham a alma sabendo que um dia esteve lá! pensa nelas!
beijinho grande

Anónimo disse...

meus sentiments...
bjinhos
mymind

NARNIA disse...

Posso dizer que entendo. O meu Papi também foi embora (Outubro 2006)
Agora as saudades apertam, mas onde quer que estejam vão estar sempre com o olhar docemente pousado sobre nós.
Sei que sim acredita tu também.

Miosotis disse...

B'shel! Li a tristeza q está interiorizada em tua alma! O tempo, infelizmente, ñ cura esses sentires! Posso dizer-to...

Mas teu Pai ñ te abandonou... apenas ñ podes sentir a sua presença física! Ele está sp contigo. Acredita e sorri-lhe! Ele precisa sentir de novo teu sorriso para estar em paz!

bjs mt fraternos

blugaridades disse...

Agradeço o teu comentário nas minhas " vulgaridades".
Como te entendo minha amiga!A dor da ausência jamais partirá. Estou contigo neste momento difícil.Juntas atenuaremos o nosso sofrimento.É preciso que, em todos os momentos, saibamos partilhar o bom e o menos bom. Escreve-me.Estou por aqui. Tens o meu email.
Maria

Alf disse...

Junto-me ao grupo.

Uma boa parte de mim foi embora no dia 30 de Janeiro de 2000.

Sigo-lhe os passos e assim não o perco de vista.

Beijo blue

palavrassoltas disse...

Olá!
Não sei quem és...nem como me encontraste, mas faço minha a tua dor! Também perdi o meu pai em Maio de 2000, e não consigo superar a dor...
Escreves lindamente!
Adorei o teu blog, vou voltar sempre.
Beijinhos, mas fica connosco, não lhe sigas as pisadas, ele não iria querer...

Cusco disse...

Para ti fica um beijinho do tamanho daquele que eu daria ao meu pai, do tamanho do amor que podemos ter por um pai e do tamanho do amor que um pai tem por nós!

Fatyly disse...

O meu maior e mais respeitoso silêncio, porque não há palavras que preencham um lugar vazio.

Força e beijos sinceros

Adryka disse...

Querida amiga,

Solidarizo-me contigo neste dia certamente muito difícil. A vida é particularmente dura quando partem as pessoas que nos são mais queridas e é muito difícil ultrapassar isso.
Deixo-te um beijinho e um forte abraço.

Adryka disse...

Querida amiga,

Solidarizo-me contigo neste dia certamente muito difícil. A vida é particularmente dura quando partem as pessoas que nos são mais queridas e é muito difícil ultrapassar isso.
Deixo-te um beijinho e um forte abraço.

Plum disse...

A dor da saudade das pessoas que partem...acredito que estão a brilhar no céu...

Um abraço cheio de magia*

}}cleopatra{{ disse...

Olá Blue Shell!
Como eu gostaria de te poder dar um carinho... de te apertar as mãos e dizer que, lá onde quer que ele esteja, de certeza que te está a ver e a sorrir... acredita!
Aceita um beijinho meu... soprado como de costume, mas verdadeiro!

E não irás ficar sózinha, enquanto houver palavras de carinho e conforto... de amizade,deixadas por amigos sem rosto... como nós, não estarás só!!

O teu poema é tão lindo... tão sentido...!!

AZUL disse...

Un gran abrazo con todo cariño.

DE PROPOSITO disse...

A vida é isto mesmo. Uns nascem, outros partem. Temos de aceitar as coisas. É evidente que as saudades existem, até porque ninguém parte sem levar um pouco de nós.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel

Belzebu disse...

Que mais posso dizer, para além de que a vida não pára e que a nossa memória tem um papel muito importante a desempenhar! Ela não permite nunca, que nos esqueçamos de quem nos é querido!

Saudações cá das profundezas!

Jofre Alves disse...

Um abraço de solidariedade e compreensão pela tua lancinante dor, que entendo bem, pois o ano passado perdi definitivamente a minha Santa Mãe. Mas pensar neles, de forma positiva e como nossos exemplos de postura e conduta, é a nossa força para levar esta cruz a bom porto.

pisconight disse...

Linda, nestas alturas nunca se sabe o que se há de dizer (ou teclar :P), por isso só te posso transmitir alguma energia para que tenhas força e vontade de andar para a frente!!
Recordar e ter saudades também faza parte da vida!!
Um beijo!! Fica bem!!
;)

Amaral disse...

De um para o outro perpassa a dor da ausência e da saudade...
As leis que comandam a vida nesta existência terrestre não nos deixam outra alternativa senão a aceitação e a compreensão!
Aquele que parte vai saber muito mais do que aquele que fica! A sua caminhada continua!
O teu lamento é um murmúrio de quem sabe que o tempo faz parte desta ilusão!
Acordarás do sonho, um belo dia, e sorrirás de verdade!
É como temos de compreender, Isabel, é como temos de compreender!...

serenidade disse...

FORÇA, só isso... o tempo cura as feridas...

Um beijinho de luz serena.

LB disse...

Um grande abraço e um beijinho.

mixtu disse...

um beijinho... senti a saudade...

Bruxinhachellot disse...

O tempo, para mim, não possui barreira intransponível, a não ser é claro no que diz respeito ao corpo físico.
Ah! Saudade!

Beijos de vida.

Pintelho disse...

Que linda homenagem!

Comovente!

hfm disse...

Quando na dor da ausência se podem escrever palavras tão belas.

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

“O mundo virtual existe, fruto da realidade que o constrói”



Carta a uma Amiga “Virtual”


Transmitir é o que fazemos… transmitir por palavras que ficam muito além da realidade do sentir, que em cada um é assumido de uma forma diferente…

Os sentimentos acabam por ser como este mundo em que navegamos virtuais dentro da realidade de cada um… apenas reais para aqueles que os sentem…

Sinto cada palavra tua, e é esta forma de te sentir, que não me deixa ficar indiferente…
Não consigo traçar as linhas do teu rosto… no entanto consigo sentir-te…

Chegas e falas-me da tristeza e da solidão e eu, mesmo não te tendo presente escuto as tuas palavras e tomo-as como minhas…

Apenas tenho palavras para oferecer… e estas, são sempre pequenos pontos virtuais dentro do imenso universo do teu sentir…

Este estranho sentir, que vai muito além do nosso controle mental, dizem que a mente é algo poderoso…

Curioso… sempre tentamos fazer prevalecer a nossa vontade que é controlada pela mente, mas quanto ao sentir… esse parece ter vontade própria…

Podemos estar no meio de uma multidão e sentirmo-nos sós, e tal acontece por não conseguimos afastar a solidão…
A vontade da mente, a que nos levou a procurar a multidão, para nos afastar da solidão não consegue prevalecer à vontade do coração….

Sabemos que o sentirmo-nos tristes não nos ajuda, mas não conseguimos evita-lo, mesmo que lutemos contra a tristeza…
Sabemos que determinada pessoa não merece o nosso amor, mesmo assim não conseguimos deixar de ama-la…

Não consigo traçar as linhas do teu rosto… no entanto gostaria de te fazer sorrir…

Mas… não há palavras, nem gestos, nem vontades que comandem o sentir, mesmo tratando-se do nosso…


Escrito por Nadir 25-01-2007
Isabel, que a arvore da tristeza e da solidão que hoje te invade, no futuro dê frutos de alegria e felicidade… sei que são apenas palavras, mas é o que na realidade desejo, porque o sentir… nada nem ninguém consegue mudar…

JSilvio disse...

deixo aki um beijinho para q possas sorrir *

Um Poema disse...

Isabel,
A tua dor não é, não pode ser, maior do que o amor que no teu poema espelhas.
Bem aventurado o pai que soube merecer tão grande amor.
Alma enorme a da filha que soube preservar esse enorme amor.
Aceita a minha solidariedade.
Um abraço

Moonlight_Isabell disse...

Ola Linda apesar de nao ter muito tempo neste momento para ver os blogs nao poderia deixar de vir aqui ao teu para te deixar um beijinho e muita força. Uma bonita homenagem que concerteza nao gostaria de te ver triste.Beijinho.

Hindy disse...

Triste mas muito bonito!

Um xi-"hindyado"! :o)

Nomyia disse...

O tempo passa... As pessoas também... Um dia seremos nós. A saudade vem e não vai mais. Talvez seja melhor recordar os momentos mais felizes e não esquecer o nosso amor.
*****

Mikas disse...

Lamento...

Reflexos de memoria disse...

Lamento a tua dor... mas sabes, feliz de ti que a sentes, que é sinal que foram próximos e de certa forma continuam a ser...eu nunca consegui sequer aproximar-me, pois em vida, criam-se barreiras tb difíceis de transpor e qd ele se for, não sei se terei algo de bom a recordar...
Para ti, fica um beijo

aidamonteiro disse...

doce.

um beijinho muito doce.

katrina disse...

"Se conhecesses o mistério imenso do Céu onde agora vivo, este horizonte sem fim, esta luz que tudo reveste e penetra, não chorarias se me amas!Estou já absorvido no encanto de Deus, na sua infindável beleza. Permanece em mim o teu amor, uma enorme ternura que nem tu consegues imaginar. Vivo numa alegria puríssima. Nas angústias do tempo, pensa nesta casa onde um dia estaremos reunidos para além da morte, matando a sede e a fome na fonte inesgotável da alegria e do amor infinito. Não chores se verdadeiramente me amas!" Oração de Santo Agostinho
Não cura, conforta.... jinhuzzz

meialua disse...

Sentido e muito bonito.
Um beijinho terno amiga.

sofia disse...

ainda não conheci esta saudade, mas não deixo de te deixar uma palavra. Força! sofia

maresia_mar disse...

Olá
tal como tu eu sei o que é essa saudade, por vezes doi mesmo, mas temos que dar a volta, a vida continua, a dor vai apaziguando com o tempo mas a saudade essa, bate forte..
Bjhs e bom fds

legivel disse...

Sei que é difícil porque já passei por situação idêntica. Mas, embora nunca esqueçamos, a vida tem de continuar.

beijinho.

Confissões disse...

Lamento muito.. mas o teu pai acompanhar-te-á sempre ao seu lado.. estará sempre no teu coração estejas onde estiveres!! Força!! **

blogoexisto disse...

Olá!
Só hoje é que "consegui" aqui passar!
Beijos.

Jofre Alves disse...

Passei para ver os amigos, apreciar o blogue, sempre com bom-gosto e qualidade, factor que me leva a visitá-lo para deixar o desejo dum óptimo fim-de-semana, apesar deste frio que enregela, mas como diz o povo «mãos frias, coração quente».

peciscas disse...

Como eu compreendo o teu lamento.

Gaybriel disse...

Mas que belas palavras, onde na dor demonstras o amor incondicional pelo teu pai! Infelizmente o tempo não volta atrás! Infelizmente não sabemos o que virá no amanha, mas temos que fazer por viver melhor o hoje, o agora que a vida nos oferece! Bj e bom fim de semana!

Adryka disse...

Olá amiga, venho trazer-te um abraço, e votos de um bom fim de semana beijinhos

lonely disse...

OLA BLUE BM SEI KUAL O SEWNTIMENTI DE PERDA N NAS MESMAS RAZOES K TU MAS LEMBRA TE K ELE ESTARA SEMPRE PRESENTE BASTA K O LEMBRES

DEXO-TE AKI UM FORTE ABR E FORCA.

rui-son disse...

Como não sei que te oferecer nem que te dizer, deixo-te o meu silêncio e um beijo...

bom dia isabel disse...

Passei para te deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana.

Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

Regressei ontem de Londres por isso não me foi possível deixar-te uma mensagem de amizade e de apoio em tempo útil. De qualquer forma, há sempre dor quando vemos partir alguem que amamos mas essa dor pode transformar-se num sorriso quando esse alguem permanece ao nosso lado em alma, em espírito, em conselhos, em atitudes...podes-te sentir perdida mas nunca só!!!!

Isaac disse...

As barreiras incontáveis que nos arremetam à Vida, à Imortalidade de td...

Bruno disse...

Lindíssima homenagem ao teu Pai.

Tati disse...

Nao pode cortar o tempo, mas pode criar homenagens impagaveis. E alem das belas palavras, o teu coraçao sempre servira de consolo, pois so ele sabe o quanto vale o teu amor pelo teu pai. E esse nem o tempo ira esmigalhar.
Lamento por ti, mas desejo que fique em paz, nao so por mim [uma desconhecida], porem, principalmente por aquele a quem dedica o texto.

;*****

Peter disse...

Minha cara amiga. Como o tempo passa!
Lembro-me, como se fosse ontem, do que sofreste com a doença e depois com a morte do teu querido Pai.

Associo-me à tua dor.

acordomar disse...

Certamente que esta em Paz, mas olhando sempre por ti.
Um grd grd beijinho*

Ana Abreu disse...

Olá Isabel,

nestes momentos não existem palavras certas para minimizar a dor.
Não consigo imaginar a dor que sentes, pois so passando por isso...no ultimo ano perdi algumas pessoas mto próximas, mas a perda de alguém tão proximo, sangue do nosso sangue...não, não consigo imaginar como estás.
A Terra ficou mais "pobre", mas com certeza ganhaste mais um anjo a olhar por ti.

Pelas palavras que leio, sinto que és forte e que vais conseguir ultrapassar isto...

Meus sinceros sentimentos.

Beijinho grande e um abraço.

farinho disse...

Realmente não sei o que dizer, só posso te dar o meu apoio e carinho, custa muito perder alguém a quem amamos, mas o tempo´ajuda a ultrapassar a dor, eu sei que ficará para sempre no teu coração e que é uma cicatriz que dará os seus sinais de presença, mas temos que ser fortes, continuar a viver e tentar ser feliz, com certeza que onde o teu pai estiver ele quereria que fosses feliz.

Um abraço solidário e um beijão do tamanho do mundo.

Maria P. disse...

Também conheço essa dor, por já ter perdido a minha Mãe...não existem palavras para dizer nestes momentos.

Fica um beijo.

broken disse...

Minha Linda,

Que o meu silêncio te transmita tudo o que não estou a ser capaz de transmitir.

Um beijinho amigo e muita força.

TONY, Duque do Mucifal disse...

SABES, escreveste algo muito profundo...e revelaste o teu nome...escreveste algo mito ptofundo mesmo para aqueles tal como eu têm a sorte de ter ainda pai e mãe. as tusa palavras soam a dor e a saudade mas soam a um sentimento ternurento e belo que há em ti. Força. Não é fácil sair dessa fase...e eu sei que podes achar que não estamos cientes da tua dor e sofriemnto. mas aqui tens mais um para te ajudar a sarar a dor que há em ti.

Milford Maia disse...

Tão sabias palavras, num momento de dor como esse, faz crescer a alma e suavizar o coração.

Que tua voz jamais se cale e que tuas palavras façam eco naqueles que as lêem.

Paz de espírito e força!

Milford Maia, um recente leitor teu.

CMatos disse...

Como gostaria de dizer alguma coisa decente!
Mas não, as coisas ficam enroladas na garganta, os pensamentos giram em busca de uma palavra amiga, mas... é difícil perceber o que sente alguém cujo pai tanto significava.
Não fique demasiado agarrada ao passado... ele não o quereria...

Um beijinho.

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Amen...
Um beijo
Daniel

Cris disse...

Um beijinho grande!

Cris

marta disse...

Tenho muita pena e também já soube a dor da perda.
Fica a saudade para sempre.
Um beijinhos grande.

MARIA VALADAS disse...

È a primeira vez que visito o teu espaço...e deparo-me com um " sentir" de mágoa...de saudade. è com lágrimas nos olhos que li o teu poema... e ao mesmo tempo, juntei a tua dor á minha!

Visita o meu blog...e lê o que escrevi no Domingo...pura coincidência!

Tomei a liberdade de colocar o teu link...se houver porblema...eu retiro!

Beijo da
Maria

Betty Branco Martins disse...

Minha querida

A saudade que tanto pesa_________________

Quero dizer-te que já regressei

Beijinhos com muito carinho

sea disse...

Serenamente, um beijo em tons de blue.

Carmem L Vilanova disse...

Como conheço a tua dor, minha linda!
Vivo-a todos os dias de minha vida há quase 30 anos, mas é como se fosse sempre o primeiro dia... é uma ferida que nunca cicatriza... apenas aprendemos a conviver com ela, mas sempre dói!
Deixo-te um beijo sentido e todo o meu carinho!

Cris disse...

Bom Fim de Semana!!!

Beijinho

Cris

Plum disse...

Passei para te desejar um bo fim de semana!*

manuel maria disse...

Também passei...
de relance... e gostei.
Bjo

Miguel V. disse...

O inevitável, o irreversível... dói pois, mas dizem que nos faz crescer, dizem que a vida é assim, que tem sempre um sentido... Beijo.

Jofre Alves disse...

Vim ver o blogue e verificar se havia novos textos. Bom fim-de-semana.

Pete disse...

É triste quando as pessoas que mais gostámos partem, mas infelizmente o círculo da vida é mesmo esse.

Bom fim-de-semana.