terça-feira, fevereiro 20, 2007

Uma, entre tantas...

docampo

(foto de BlueShell)

Era uma flor do campo, simples...
Sem pretensões nem vaidades!
Tinha o seu pedaço de chão...e então...sorria
Às árvores e ao céu ao seu redor!

Queria amor, a flor...
Precisava de calor, a flor...

Mas um dia percebeu
Que o seu Sol...a pouco e pouco
No horizonte se perdia...


Cego, esse Sol...que não via nela
Senão uma flor,...mais uma apenas, entre tantas outras...
E não sentia que essa era a flor pela qual ele, Sol, existia!

daterra

(foto de BlueShell)

51 comentários:

Fatyly disse...

Mas a flor resistiu
a esse sol tão ausente
olhou para si e sorriu
florescendo novamente!

Tantos sóis que se ausentam. Força!
Gostei e as fotos traduzem bem o sentimento da perca.

Beijos

marta disse...

Deixar "tudo pela metade"
é o que nos parece com o desgosto da perda.
Apesar de tudo, penso hoje em dia, que se faz o que pudemos, o que naquele tempo sabemos, e nunca sabemos tudo, e nunca prevemos o futuro.
Beijinho grande Blueshell

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Se existe algum consolo na tragédia de perder alguém que amamos tanto, é a esperança, sempre necessária, de que talvez tenha sido melhor assim...

A solidão é mais forte quando tentamos confrontar-nos com ela, mas torna-se fraca quando simplesmente a ignoramos...

Beijos de luz e força

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
às vezes, a flor pode ser mais importante que o Sol... mas depende dele, apesar de tudo.
Um beijo
Daniel

Amaral disse...

Uma flor do campo tem a liberdade total de viver, não é?...
O teu Sol pode estar simplesmente encoberto e, logo, logo, ele pode iluminar-te completamente...
O problema é andarmos todos à procura, e os caminhos que procuramos nem sempre se cruzam...

Luna disse...

E as flores não podem viver sem o seu sol e a sua agua que a acarinha
jinhos

Anónimo disse...

Olá, boa noite.
Obrigada pelo seu comentário no meu Blog.

...Por vezes há sois que não se apercebem das floritas para quem existem; mas esses sois, devem ser feitos de papel de lustro Amiga e como tal não devemos dedicar-lhe mais tempo do que o necessário; devem apenas cumprir a sua missão e desaparecer.

Um beijo da

Maria Mamede

Anónimo disse...

Olá BlueShell,
há pouco fiz um comentário baseada somente no seu ultimo post, que me induziu numa partida diferente.
Quando fui ler alguns dos seus posts anteriores é que vi que a partida foi outra e por isso peço me desculpe.
Para a próxima serei mais atenta.
Um abraço da
Maria Mamede

LB disse...

Não, não és uma flor entre tantas outras. Estes posts provam-no.
E perda é sempre difícil. Para todos! A diferença deverá estar em saber encará-la de frente e... aceitá-la. Díficil, claro que é. Mas é nas ocasiões difíceis que se vêm as pessoas. Nas fáceis, todos são capazes.

Beijinho

charlie disse...

Minha querida BlueShell...
Só sei deixar-te um abraço do tamanho do mar infinito que existe em mim, e transmitir nesse abraço a certeza deste saber que há no horizonte o despertar dum sol que te pertence e é só para ti.
Beijinho.

Carlos

Angela disse...

Todas as flores precisam de sol. Todas as flores querem sentir o calor. Mas se o sol teima em não as querer aquecer, as flores têm de ir buscar outra fonte de alimento e, com raízes fortes, lutar pela sua vida. Afinal, cada flor tem a sua própria beleza e, apenas com verdadeira sensibilidade, é que o sol a pode descortinar.

Um beijinho grande.

O Micróbio II disse...

Um sol apaixonado... :-)

Nani disse...

BlueShell...

Obrigada pelo teu comentário.

Beijinho grande

Nani

Alexandre disse...

Fotos do campo e de flores selvagens são sempre bem vindas e fantásticas!!!! Com ou sem Sol!!!

Obrigado!!!!

Beijinhos!!!!!

Plum disse...

Acredito que seja uma flor resistente e que o sol volte a brilhar para ela!*

CMatos disse...

Como sempre, belos poemas e óptimas imagens.
Que o sol aqueça a flor e esta faça brilhar o Sol!

Beijinho

Belzebu disse...

Mais um momento bonito com sol,luz e flores. É sempre um tónico vir aqui e ler-te!

Saudações infernais!

suspiros disse...

Olá!Bonito,tanto poema como imagens;)todos nós temos um sol e cada sol sua flor;)deixo meu beijo e a minha porta tb ficará aberta para que possas entrar;)

Peter disse...

Olá "conchinha"! Já há muito que aceito a vida como algo de maravilhoso e único, por isso tornei-me egoísta e penso em mim e no que esta vida tão curta me pode dar.

peciscas disse...

São essas as flores que me dizem mais.

A Rapariga disse...

Uma entre tantas flores, tu.
olá

serenidade disse...

Uma música maravilhosa a acompanhar tantos sentimentos de bem-querença, de paixão, Amor, acima de tudo Amor. És a flor singela que habita o coração de alguém e és a flor pequenina no mundo, com um coração do tamanho do Universo...

Beijos de luz serena.

sofialisboa disse...

Olá Blue Shell, a perda é mesmo algo que custa a aceitar, eu que o diga, pois levo meses a recuperar, mas uma coisa te digo, vamos aprenddendo também a proteger-nos, e a saber lidar com esta dor. força mulher que acima de tudo estás tu! sofialisboa

keimadela disse...

Há muito tempo que não te visitava...como sempre perdi-me por aqui. Estou renovado :* um beijo

Delfim Peixoto disse...

Nem sempre o sol se esquece; às vezes tem mesmo de descansar para renascer mais quente e luminosos
jnhs

Cris disse...

Bom WK! beijinhos
Cris

Diogo Ribeiro disse...

Tudo se perde no horizonte vazio de sol, mesmo as flores mais luminosas. Preservar, a todo o custo.

Beijos, bom fim de semana.

TONY, Duque do Mucifal disse...

uma andorinha nao faz a Primavera...uma flor nao compoe uma floresta...
pega nas sombras desse SOL e lança-as para o mar...para levar com ele essas feridas, essas sombras, esse espólio que não te deixa "ver" o SOL.
Pega na flor e RESPIRA!

Diabólica disse...

Resta.me apenas dizer-te que esse sol voltará para te iluminar.

Ao princípio é muito díficil, é a ansiedade permanente, a tentativa de perceber porquê, mas enfim isso vai passar, acredita.

Falo-te por experiência própria, sofri muito, mas agora estou muito melhor.

Mas, ainda estou à espera de um "novo sol" para me iluminar e aquecer.

P.S- Magnífica escolha musical.

Beijinhos, tudo de bom, força!

Cakau disse...

Continuas a ter fotos magníficas e a escrever lindamente! Beijinhos blueshell! *****

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

"Uma entre tantas..." a flor... precisa do Sol, mas o sem ela não servirá para nada, sim porque essa flor, entre tantas é razão de viver para alguém... até mesmo para ele.
Desejos de bom fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.

Jofre Alves disse...

Não sei o que apreciar mais, texto ou fotografia, mas certamente a qualidade de ambos é equilibrada, com fino bom-gosto. Óptimo fim-de-semana.

poca disse...

tudo tão escuro quando ele se vai.. o sol
tão triste quando ele não repara..

Dante/Brasil disse...

Como vai, Blue Shell?!

É um imenso prazer descobrir o seu blog.E o que é melhor, é que não sei como vim parar aqui.
Poder perceber o bom gosto em tudo; nos poemas, nas fotos e na música. Demonstra realmente toda a sensibilidade contida em uma mulher como tu.
Continue assim...
É simplesmente maravilhosa essa sensação!!! Não sairei mais daqui... rsrs

Abraços.

Dante.
e-mail: dagueli@hotmail.com

PS: A propósito, poderias, por gentileza, me dizer a intéprete e o nome da música?

bom dia isabel disse...

As flores do campo são as mais belas embora, por vezes, o sol não dê por elas.
Beijinhos. Bom Domingo.

Isaac disse...

Quanto o sol castiga aqueles que lhe apreciam a força e a vida que por ele se perpetua... Não sofrerá tb o astro chamado "rei"?

TSFM disse...

Sempre belos textos e fotos. Boa semana.

Friedrich disse...

Todas as flores necessitam do sol para crescer, tu apenas precisas ser regada para florescer... Gostei muito da tua expressão poética!

Anónimo disse...

O meu sol também não sabe que eu existo...e sofro...demais.Adorei o seu blog. Vou visitá-lo sempre que e adicioná-lo ao meu.
beijo.

P. S.: Aqui vou despejando a minha dor: http://essencia-do-coracao.blogspot.com)

Paula Fernandes

MARIA VALADAS disse...

Belo Poema!
...fiquei rendida ao que ele transmite!

Coloquei o teu link no meu blog....espero que hão haverá problemas.

Boa semana

Beijinhos da

Maria

blugaridades disse...

Nem sempre o Sol se apercebe da beleza de quem o olha com tanta ternura. Por onde andarão os seus pensamentos?
Beijinhos

Cris disse...

BOM DIA!!!!! Passa lá por Terra e vê quem nasceu!!!! A minha 3ª poldrinha!!!! É linda!

Bjkas e boa semana
Cris

agua_quente disse...

E como era bom termos um Sol só nosso! Às vezes temos que o procurar, que o chamar...
Beijos

farinho disse...

Lá no fundo o sol sabia que essa flor existia, porque essa flor éra uma flor especial.

Beijocas

MiguelGomes disse...

Assim... Uma entre muitas... Única...

Fica bem,
Miguel

Jo§e disse...

E no dia seguinte lá estava o Sol para adorar essa flor, única, no meio de tantas outras.

Um Poema disse...

Um encanto?... ou apenas a pequenez do sonho?... E sol não percebeu, nunca?
Um abraço

Adryka disse...

É sempre assim, custa ver que existe o que está obvio e aos nosssos olhos . Lamentávelmente é mesmo assim. Beijinhos

sea disse...

uma flor para ti.
deu-me uma "saudadezita" de vir aqui :)

beijo

pisconight disse...

Lindo!!
Sabes que não costumo comentar sempre que aqui venho, até porque aqui não faltam é comentários, mas gosto imenso de te ler!!
Beijos e fica bem!!
;)

Da Casa da Mathilde disse...

"Queria amor, a flor"...mas afinal quem é que vive/sobrevive sem amor?
Tentarei deixar-te a minha amizade.
Beijinhos