segunda-feira, junho 04, 2012

Ao cair do pano...




ve2

(Foto de BlueShell) - Mangualde, Portugal

Vamos deixar o passado no seu Tempo;
Construir novas lembranças penteadas em loiras tranças…
Renovar cada beijo e cada melodia
E abrir, de par em par, as janelas de um novo dia!

 Vamos deixar o passado no seu Tempo;
Despir das nuvens o horizonte que se espera…
Colher as horas e celebrar a vida sem temores
E, ao cair do pano tenhamos, todos nossos,
Os dias, quentes e fogosos,
Tecidos em cores por inventar…
Pintados em telas por sonhar…e brindar,
No erguer das taças, ao presente…
Ao tanto querer e ao tanto amar!
  


ve5


(Foto de BlueShell) - Mangualde, Portugal

Porque o Tempo me foge e o trabalho me cerca…peço a paciência vossa para minha ausência !
- e ainda agora dizia à Laura:
Estou assim, Laura, em luta contra o Tempo e contra o Medo...


Deixo um beijo e o desejo de uma excelente semana....

***

82 comentários:

quem és, que fazes aqui? disse...

Andamos se tempo. Mas mais grave é que ele é o nosso carcereiro. Guarda-nos noite e dia, desveladamente. E nós? Esquecemo-nos de nós, porque, bem vistas as coisas, nós somos o próprio Tempo.

Beijo

Laura

✿ chica disse...

Mesmo correndo contra o tempo, teu poema e trabalho aqui ficou lindo!Adorei! beijos, ótima semana,chica

mfc disse...

Gostei deste poema em forma de sorriso de esperança!
Tu és brilhante e muito sensível!
Beijinhos,

Francisco disse...

Tudo a correr pelo melhor

Beijinho de Bom Dia e de Boa Semana

Majoros László disse...

Interesting buildings, I like the first photo very much!
Have a nice week dear Isabel!

AC disse...

Sabe sempre bem - e ainda mais nestes conturbados tempos - fazer um brinde à vida.
Brindemos, pois!

Beijo :)

brisonmattos disse...

que cenário linddddddddo!

Sandra disse...

beautiful old stone buildings and i love that stone fence and gate.

Mariangela disse...

Teu poema é sempre maravilhoso, querida amiga!
Fiquem com Deus!
beijos,
Mariangela

elvira carvalho disse...

Mais um bonito poema cercado de belas fotos.
Um abraço e uma boa semana também para si.

Rui Pascoal disse...

Por mais armas que empunhemos
É uma luta desigual
Mas jamais nos renderemos
Mesmo sabendo o final

(Boa semana também para si!)

TexWisGirl disse...

sometimes we just have to let go of the past and move on. :)

Manuel disse...

Eu penso para mim que a Blue (?) consegue poesia de muitas formas.
Os poemas são belos,profundos e intensamente apaixonados e as imagens, que os ilustram, são verdadeiros cânticos.

Lute contra o tempo e esqueça o medo.

Um beijo

Fê-blue bird disse...

Amiga, lutas contar dois inimigos implacáveis, o tempo e o medo.
Infelizmente só te posso ajudar com a minha amizade e com o desejo sincero que tenhas FORÇA!
Esperarei por ti.


beijinhos

"Auntie" sezzzzzz... disse...

Lovely old buildings...

ONG ALERTA disse...

O tempo não para...
Beijo Lisette.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Bonitas fotos e astral para cima se faz favor!!!
Boa semana!

aflores disse...

Renascer com esperança, viver a VIDA.

Tudo de bom.

:)
;)

Evanir disse...

Uma amiga muito especial
hoje marca a postagem do meu blog.
Um ser divino que em pouco tempo conquistou corações nesse mundo virtual.
O meu foi quase um dos primeiros a ficar apaixonado pelo carisma ,
e grandeza de seu coração.
Convido você a deixar seu carinho e fazer parte dessa preciosa amizade.
Espero em Deus ter saúde o suficiente para conhece-la pessoalmete
em 2012.
Vou ficar agradecida com sua doce presença.
Uma linda e abençoada semana.
Beijos ternos e carinhosos.
Evanir.

Agulheta disse...

Muitas memórias nas pedras de cada casa e cada calçada,coisas à que nada apaga e quando o coração dita as mesmas.
Beijinhos e boa semana

Mona Lisa disse...

De esperança é feita a nossa vida.

Blue, tu és FORTE!

Belíssimas fotos em total sintonia com o teu soberbo poema.

Beijos e um abraço apertadnho.

Flor de Jasmim disse...

Blue
Um forma muito linda de expressares o contra tempo e o teu medo.
Amiga o medo vai acompanhar-te como se fosse a tua sombra.
Tu sabes bem o quanto já vivi esse medo.
Força muita.

beijinho e uma flor

Flor de Jasmim disse...

Blue
Tu sabes que existe quem entenda esse teu medo! E mais eu estou de novo a sentir esse medo, mas por mim.

beijinho e uma flor

lino disse...

Uma boa semana!
Beijinho

A Paixão da Isa disse...

pois o tempo correr sem darmos por ela daqui a dias ja estamos de novo no Natal rsrs tudo de bom para ti bjs ha gostei do poema

Tiago Braga disse...

gostei muito destes registos especialmente do primeiro e dos seus tons, amarelados e dourados! muito suave e acolhedor

beijinho *

Rogério Pereira disse...

"Vamos deixar o passado no seu Tempo"

E manter a memória dos poemos

♫*Isa Mar disse...

Um belo poema e lindas fotos que retratam bem o quanto o tempo passa e que devemos deixar o passado no passado.
Essa correria que todos nós andamos ás voltas nos pede calma, pausa, um pouco de tempo, não é mesmo?
Beijos e boa semana!

lis disse...

Fé Blueshell
só ela nos impulsiona e faz acontecer o certo, o melhor, o que desejamos!
Fé ok?
Entrega e Confia, sem medo.
um abraço

Imaginário disse...

Eu sempre penso que esse "tempo" é uma condição imposta por um modelo de vida específico. O Tempo, de fato, só existe sob determinado maneira de pensar e agir. Maria Bonaparte (um ilustre, acho, psicanalista, já disse que "viver o tempo é morrer"). Quanto a mim, prefiro viver o espaço e pensar que o "tempo", se sempre vai, também sempre volta. A mulher prova, com seu próprio corpo, a circularidade do tempo. Como a Lua, "morre" e renasce todo mês, motivo que devia superar todo medo.
Veja o que seu bonito poema provocou: um palavrório em mim.
Obrigado.
Grande abraço.
Gilson.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já somos dois a lutar contra o Tempo, Blue :-)
Que ele nos dê "Novas Oportunidades"!

heretico disse...

tempo que nos consome...

beijo

Graça Sampaio disse...

Poema de esperança, malgré tout... E as imagens são liiiiiiiiiiindas!

Vai com calma, Blue, não podemos deixar-nos submergir pelo tempo!

TITA disse...

Um poema belíssimo que nos abre as janelas da alma.Adorei.Um abraço.

Duarte disse...

Gosto destes pormenores, dumas casas meio desfeitas e duns telhados a cair... quanta vida ao redor destas árvores legendárias!
Belos os teus dizeres!
Um abraço dos grandes

Leonice disse...

Que poema lindo Blue!
É isso que devemos fazer, deixar fechadas as janelas do ontem e descortinar as janelas do novo dia!
Um carinhoso abraço!

Fábio Martins disse...

Com essas imagens fizeste-me recordar os tempos passados na aldeia da minha falecida avó...

A primeira (principalmente) está linda

Chatty Crone disse...

I know how busy you are these days and I pray for you. sandie

Desnuda disse...

Querida amiga,

Tão lindo quanto sentido.

Mas que seja assim:"No erguer das taças, ao presente…
Ao tanto querer e ao tanto amar!"

Beijos com carinho

José Moura Pereira disse...

Brindo também:
- Tchim - tchim

Beijo

Maria disse...

Só para te dizer olá, que a net aqui não permite mais.

Beijo, BShell.

Carla Fernanda disse...

Um poema cheio de esperança...

Vamos nos entregar nas mãos de Deus e viver para o infinito de nossas almas, além da materialidade de qq natureza....

Beijos e bom dia!!

vieira calado disse...

Estes recantos antigos são sempre inspiradores!

Bjsss

rosa-branca disse...

Lutar contra o tempo. Esquecer que um dia sentiu medo. Viver um dia de cada vez. É o meu lema. Adorei as fotos e as belas palavras. Beijos com carinho

DE-PROPOSITO disse...

Vamos deixar o passado
------
O passado já passou. Ele será apenas uma lembrança.
--------
Felicidades
Manuel

Vivian disse...

...isto pq te falta o tempo.

já imaginastes se te sobrasse
tempo,
quão maravilhosos poemas
despejarias por aqui
aos borbotôes?

bjs, alma poética!

Anónimo disse...

Fazes cá uma falta como a fome...

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

Escreveste mais um bonito poema: hino ao amor e à esperança, num tempo preenchido e vivido a correr.
As fotos são muito lindas; cheiram a natureza autêntica no seu melhor, um ar de sitio acolhedor.

Beijinhos; e que a vida corra bem.

Vitor

Zé Povinho disse...

Temos que viver o tempo que temos e que nos é dado, e lutar contra os medos, sabendo que podemos ser fortes para seguir em frente.
Abraço do Zé

C Valente disse...

Excelente.
Saudações amigas

Liz - Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Blue, mais um poema belíssimo. Sim, o passado no seu tempo, mas o futuro também. Apenas o presente nos pertence, e viva ele como se não houvesse outro, com amor e gratidão... tudo dará certo e "tudo passa", amiga querida...

Blue, estou levando a foto da orquídea do texto "Tu". Não vou usar ainda, mas se não puder, me avise, tá? mas creio que a beleza da natureza, tão sagrada, deve ser compartilhada com o Universo...

Fique bem, envolta na Luz que emana do Grandioso Universo, Onipotente, Onipresente e sempre, Onisciente...
Beijos com muito carinho...

Farida disse...

Hello Ms Isabel, I hope you are feeling better this week :D

Did you compose that lovely poem? It is beautiful indeed! The past should never interfere with today. Life is short. Thus, let's be happy and spread love to everyone!

Jardineiro do Rei disse...

Blue Shell...

Impossível deixar o tempo no seu tempo, se quisermos que esse tempo seja o passado. Quer queiramos quer não, o passado persegue-nos. Quer seja em suaves recordações, quer seja em doridas memórias. E se pararmos, e olharmos para trás em jeito de nostálgico balanço, vemos pegadas na areia cada uma delas representa um acto das nossas vidas.
São mil fantasmas que o tempo suaviza ou torna agrestes. Com eles temos que aprender a lidar e a conviver.
Nos meus momentos de pasmo e solidão, muitas vezes, dou comigo a pensar na estranha a condição humana... quando estamos fragilizados até as boas recordações (principalmente estas...) nos fazem sofrer.
Minha Amiga, o passado está lá, no seu sítio. Não se pode modificar. mas podemos tirar proveitosas lições para o presente, que a cada instante se transforma em passado.

Obrigado pelas tuas palavras no meu blogue.

joão

Tiago Braga disse...

Muito Obrigado pelo teu comentário =)
fiquei muito feliz!

beijinhos *

Grandes registos, fico á espera de mais!!

JM disse...

Linda, a primeira foto! Adoro.

Manuel disse...

Valeu a pena voltar, o encanto continua.
Beijo

Sonhadora disse...

Minha querida

simplesmente maravilhoso...é bom aproveitar tudo o que nos é possivel.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

oteador disse...

siempre me sedujeron esos ambientes rurales solitarios y abandonados; bonitas fotos, que contrastan con el texto. saludos

Bob Bushell disse...

Beautiful buildings not forgotten.

Joop Zand disse...

Hello honey

These pictures are very nice and have wonderful light.....i like them both.

thanks for your comment on my blog.

I wish you a lovely summer with a lot of nice photo moments.

warm greetings and kisses, Joop

Edu. Matos disse...

"Colher as horas e celebrar a vida sem temores" Linndo.. Bonito poema e a foto é igualmente bonita.
Tenha um bom fim de semana.

manuela barroso disse...

A nostalgia do belo texto poético, com a nostalgia longínqua de casas com tempo.
Que tudo esteja em harmonia contigo.
Fraterno abarço, Blue

Cheryl @ The Farmer's Daughter disse...

Beautiful old buildings. I especially love your header photo. Take care, hope your weekend is a nice one!

George disse...

Thank you for both your beautiful poem and the photos that accompany it. The lighting in the first photo is beautiful and I really like the wall and gate in the second.

Jorge Pimenta disse...

querida amiga,
o tempo e o medo são duas das linhas da nossa face. mais do que combatê-los, aquietemo-los com uma manta, dois dedos de afago e um chá bem quente para, nos lábios do nosso sorriso, aprenderem o valor do sono e da serenidade.

um beijinho grande!

Art disse...

Hello! So beautiful picture, you write so beautifully!

Wish you a lovely weekend!

Maria Rodrigues disse...

Lindo poema e lindas fotografias. Vamos viver o presente com força, e garra.
Um bom restinho de domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Luma Rosa disse...

O medo é carcereiro do tempo!
Ou seria o contrário?
Não pense no medo, pois ele cresce!
Pense em tudo de bom que ainda há de vir!
Boa semana!! Beijus,

manuela barroso disse...

Miga...já "cheira" a fim de ano! Sei tão bem o que isso é!
No resto não penses. Agora, mais do que nunca, um dia de cada vez.
Hoje dão, amanha não...ou talvez...
Anda com calma!
Abraço!!!

Guma Kimbanda disse...

Querida amiga

Consegue-se deixar o passado no seu tempo, quando se consegue entendê-lo e deixar que ele faça parte da nossa bagagem como momentos que não se apagam, até, por darem origem ao que veio a seguir. Essa também é uma forma de brindar a vida aceitando o que não pode ser de outra forma.
Quanto ao medo, te entendo, por razões outras, é meu companheiro.
Quem dera de algum modo contribuir para te aliviar.
Mas ao longe só posso enviar meu kandando e o desejo sincero de que cada momento presente seja no ínfimo pormenor degustado, porque nada em tempo algum se repete do mesmo modo.

Bem hajas... beijo, inté

Smareis disse...

O Tempo, o grande vilão sempre.Mas nos trazem boas lembranças.Vamos deixar o passado no seu Tempo então...
Adorei as imagem, lindissímas.

Beijos e ótima semana!

Leninha disse...

Oi amiga Isabel!

O Tempo...este nosso eterno dono e senhor,que nos escraviza e nos faz reféns de suas vontades e caprichos.Ah,o Tempo...a nos dominar e vencer,tornando-nos marionetes em suas mãos.

Bjsssss e parabéns pelo poema e pelas imagens... belíssimos ambos,
Leninha

Mena disse...

Gostei muito!

Bj

elena nuez disse...

la primera foto es fabulosa, parece anclada en el tiempo, me encanta!!!

Toninhobira disse...

Para não ver o tempo passar,mas ele passa minha amiga e tudo no seu tempo em tempo,para a vida que flui.
O passado é um espelho, um retrovisor e seguimos a frente com esperanças de dias melhores e de mais emoções sempre.
Abraços.
Beijo.

Elisa T. Campos disse...

Correndo contra o tempo, mesmo assim consegue inspiração na mais linda poesia. Fotos magníficas.

bjs.

Łucja-Maria disse...

I am charmed by your blog.
Your photos are fantastic.
I'd love to be your blogging friend.
Lucia-Maria

Armando Sena disse...

Sim, com calma...tudo a seu tempo!
As fotos tb, lindíssimas.

WildBlack disse...

Nice capture of the old building :)

Liz disse...

Beautiful! Happy sky watching.

Still Cloudy

Joyful disse...

Lovely stone building and metal gate.
I hope you and your husband are well. I send you my love. Thank you for your visits to my blog. xx

'Tsuki disse...

The metal fence is so nice... Skies must be magnificent overthere.