quinta-feira, dezembro 06, 2012

A minha praia...meu pequeno paraíso...

sp
(Foto e texto de BlueShell) –S.Pedro de Moel, agosto de 2012, Portugal
Foi com espanto e horror que olhei as máqinas que pareciam destruir a "minha praia". Desde miúda começara  a ir para S.Pedro de Moel com meus irmãos graças a um tio que trabalhava numa fábrica de plásticos na Marinha Grande.
Mais tarde , já casada ia , com meu marido, todos os anos, nem que fosse por apenas 8 dias. Sem luxos, que a vida nunca fora de grandes luxos...mas com a singeleza de quem sabe dar valor ao pouco que tem e transformá-lo num grande tesouro...fazer disso , desses momentos, recordações que se perpetuam no tempo, mesmo quando o tempo nos foge.
O casario simpático era um deleite à vista. As árvores pareciam curvar-se à nossa passagem. Os pinheiros tinham as formas mais bizarras....
Eu levantava-me cedo, quando quase todos ainda dormiam e ia para junto do paredão, e ali, em comunhão com a imensidão do mar e do céu, orava enquanto respirava o ar húmido a saber a sal...Momentos únicos...de elevação espiritual.
Lembro, com carinho, os donos da Residencial D. Fernando I e do Ratos's Bar. Era aí que ficavamos sempre.
Um dia...caso caricato...a praia cheia de gente "esticada" a apanhar sol...súbito começa a cair uma pinga...depois outra...chovia. Sei que se armou um reboliço tão grande que parecia o fim do mundo: cada qual pegou na sua trouxa e desatou a correr praia acima em direção a casa.
- "ora essa"- disse para o meu marido- "alguns até estão molhados de ir ao banho...qual o problema de umas pingas de água doce"?

Mas depois veio a doença e durante quase 3 anos não fui a S.Pedro de Moel.
Por isso o meu espanto e o meu terror ao ver as máquinas no" meu mar"!
Percebi depois que o mar estava a "comer a praia" e que era preciso construir "barreiras"...ou isso....para impedir que a praia fosse "engolida" pelo mar....

Ainda não voltei a S.Pedro de Moel...não sei como está agora....
sp1
(Foto e texto de BlueShell) –S.Pedro de Moel, agosto de 2012, Portugal
Gostaria de poder lá voltar um dia...com meu marido...passear junto ao paredão e orar...

62 comentários:

elvira carvalho disse...

Minha amiga o que é que a impede de fazer isso?
Verdade que para estarmos s sós com Deus não precisamos provcurar lugar. Ele está onde o nosso coração está. Mas se é seu desejo reviver memórias, e se o marido está bem porque não ir até lá num fim se semana?
Que os anjos vos protejam.
Um abraço e tenho saudades suas.

✿ chica disse...

Gostei de ler e confesso que ao ver a máquina ali, me assustei. Tomara possas voltar lá, onde tens tantas recordações... beijos,lindo dia!chica

PINTA ROXA disse...

Que na tua próxima ida a São Pedro só vejas água, moralha e azul do céu, sem que as máquinas ali estejam.
O teu texto é muito bonito e todas as tuas fotos lindissimas.

Dennis Evans disse...

It is sad. The whole order of creation seems to be under seige; yet Saint Paul does say (in his letter to the Romans, Chapter eight) that the whole world has been groaning together in travail. It is a groaning that the Lord hears as he hears the groans of our own spirits.

Ricardo Miñana disse...

Siempre un placer leerte.
Ya ha llegado el mes mas entrañable del año, cargado de alegrías para unos y lleno de nostalgias para otros por los seres mas queridos que ya no están, al mismo tiempo con la tristeza de todas aquellas personas sin hogar, de todo corazón deseo que la paz y la felicidad visiten tu casa y disfrutes de estas fiestas con tus familiares.
un abrazo.

Tiziano disse...

Maravilhoso seu pequeno paraíso
Oi bom dia.

Ivone Poemas disse...

Que lindo texto!
Eu também tenho "meu mar" que visito todos os fins de semana, é lindo, espero que não tenham de construir barreiras nos tirando as prais!
Minha linda amiga, faça tudo o que puder para voltar lá nesse seu mar, mar é mesmo um templo de Deus, eu o adoro assim!
Grande abraço!

Lili disse...

Com toda a certeza que vais voltar lá. E não haverá mais máquinas a perturbar a paisagem. Só o azul do mar e do céu...

Beijos
Lili

val's alentejo blogspot.com disse...

Sometimes these things have to be done, to save what is left.. Sao Moel is a beautiful place..and it cant just be swollowed up by the sea.
You will walk there once again.
Always be positive ...god always rewards us.
happy week
val

Sandra disse...

it sounds like it was a wonderful place to visit and pray. the sea eats our beaches here all the time, and they put it back and it eats it again. i love that first photo.

Observador disse...

Disse-me quem viu que a praia já não é o que era.

:(

Fábio Martins disse...

Mas o que andaram a fazer à praia, puxar areia mais para junto das rochas? É uma pena... deviam deixar com que a natureza fizesse tudo sozinha. Tirar ou colocar!

aflores disse...

Já passou um tempo desde a última vez que estive por aqueles lados.

Temos que lá voltar, sem dúvida.

Tudo de bom.

Mar Arável disse...

A vida é um sopro

Tudo se move

Agulheta disse...

Boa amiga.Assim é a vida e tem momentos tão nossos onde guardamos numa caixa chamada coração.Um dia vais lá voltar e reviver os momentos lindos,e ver o teu mar que tanto gostas.
Beijinho

Élys disse...

Senti-me emocionado com a sua narrativa. Que Deus lhe ajude e permita ir até lá e junto ao paredão fazer a sua oração. Acredite, certamente, você em seu marido conseguirão ir até lá.

Elisa T. Campos disse...

Querida Blue Shell.
Finalmente pude voltar. Estava com saudades daqui. Aprecio demais os seus textos .
Aprendo muito com as peculiaridades das palavras ou seja: E o mar sempre faz relembrar o tempo de "criança" quando corria pela praia molhada com "gotas" de chuva.
A riqueza da linguagem deste dois países , a forma como você a descreveu, é interessante.

E quando voltamos aos lugares especiais estranhamos alguns cenários modificados pelas intempéries da natureza. O meu mar também já não é o mesmo.

Por certo você voltará com o seu marido para passear e orar junto ao paredão.

Lindos dias para vocês.
Bjs.

Sandy disse...

It sad to see things in our memories change. But you will always have your memories and maybe someday go back and make new memories.

quem és, que fazes aqui? disse...


Já lá fui muito feliz! A sério!

Beijinho

Laura

lino disse...

E hás-de voltar!
Beijinho

Rogério Pereira disse...

Parece que tudo se une
Para nos tramar a memória

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

Lugar pequenino e acolhedor,São Pedro de Moel, com o pinhal e o farol ali por perto, que também eu gostava de visitar - e por lá ficar um bocado, no passeio.

O que pedes é tão pouco, não mereces que te seja negado; e lá hás-de voltar quando o teu lugar já estiver arranjadinho - vais ver!

Bom fim de semana;beijinhos - e que a maré corra para o vosso lado.
Vitor

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Voltar a um lugar
que nos trouxe alegria,
é também
um maravilhoso
reencontro com a vida.


Que amar seja para ti
o objetivo de cada instante.

Chatty Crone disse...

It is beautiful there and I can see why you want to go back and why you wanted it protected. sandie

Flor de Jasmim disse...

Blue recordo-me muito bem do teu tio, uma excelente pessoa, o Sr. António Melo, trabalhava numa fábrica de plásticos e o chefe dele era o meu falecido marido, mas recordo-me antes disso dele trabalhar nas piscinas de S. Pedro, ele era muito amigo do Sr. Pastor Martins.
Um destes dias envio-te por mail uma foto de S.Pedro de Moel.
Acredita que vais voltar a passar cá uns dias nesta nossa praia.

beijinho e uma foto

lis disse...

Oi Isabel
Uma lembrança terna que invade o coração e a faz falar bonito do seu passado.Gosto de ler coisas assim, toca-me ,empolga-me e faz-me acreditar que existe sensibilidade e amor nas pessoas, enfim um deleite.
Em algumas praias realmente precisa intervençao do homem até mesmo para a segurança dos que habitam por perto .Há de impedi-lo avançar muito,
Desejo que vá por lá qualquer dia desses e depois conta-nos o que viu,
bons dias , e deixo carinho pra ti,

Cheryl @ TFD disse...

I can see why you want to return...so beautiful there!

as-nunes disse...

E eu que estou aqui a dois passos e ainda nem sequer me tinha apercebido desta desgraça. Talvez por não a ter sentido ao vivo.

Atravesso uma fase da minha vida em que me parece que estou a perder o controlo sobre o tempo. Sinto-me cada vez mais disperso...

Tocou-me o teu texto poético e as fotos.
Veio-me uma ânsia doida de lá ir, rapidamente... são só 30 km!

Um beijo, que a saúde não vos desampare,

António

ruma disse...



Hello, BlueShell.

Lovely and heartwarming your works..

Thank you for your visit.
I thank for your usual and hearty support.
The prayer for all peace.

Have a good weekend. From Japan, ruma❃

Kim disse...

Olá amiguita
As nossas recordações estão sempre onde cheirámos a felicidade.
Tens de regressar aos locais onde foste feliz.
Um beijinho

Por que você faz poema? disse...

Lamentável...

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Obrigada por ter ido me comentar na minha ausência...
Poucos são os que oram diante de tanta beleza e distração humana... vc é uma privilegiada de Deus!!!
Tem um convite pra vc amanhã dia 9 e 10...
Bjs de paz e bem

Graça Sampaio disse...

S. Pedro é também, de certo modo, a minha praia mais querida. Durante anos passei lá o mês de Agosto. Lisboeta de gema, acabei por casar com um leiriense e vi-me obrigada a vir viver para Leiria. A família do meu marido era S. Pedro-lovers ... e eu também me apaixonei por aquela praia. As minhas filhas nasceram e foram para lá e, durante mais de dez anos alugávamos a Casa do Galo à entrada da Praça e lá passávamos o Agosto. Mesmo com o nevoeiro, a chuva, o mar revolto, era sempre uma magia irmos lá passar o Verão. Tão reconfortante! Tão reparador... Também tenho saudades...

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Espero que essa praia volte a ser o que era, eu há muito tempo que não vou lá, mas fique assustada com as máquinas, espero que seja para melhor.
Linda a maneira que descreveste esse cantinho.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Maria Valadas disse...

Excelente texto escrito pela emoção.

Adorei lê- lo... comovida.

Abraço.

Maria Valadas

Lisa @ Two Bears Farm disse...

My boys would love to see a digger on the beach!

Ailime disse...

Olá Blue, compreendo esse sentimento, porque também sou um pouco assim. Mas, há tempos, perto daqui e por causa de umas máquinas assim descobri ao lado recantos que antes nunca tinha visto (publiquei no meu sinais)! Vamos, força e quem sabe reencontra lá um outro cantinho para orar. Beijinhos e bom domingo. Ailime

Daniel Aladiah disse...

Queira Deus que sim...
Beijo
Daniel

Leninha disse...

Minha querida Isabel,

Faça tuas malas, anime o marido e vá, minha amiga...ele está melhor, não? Vou te contar o que aconteceu comigo, lá se vão muitos anos. Minha grande amiga, madrinha de meu filho, estava seriamente doente e adorava o mar...pedi a um de meus filhos e ele foi dirigindo até uma praia que ela amava...passamos lá oito dias apenas, mas foi o suficiente para ela dar uma "arribada", como se diz nas minhas Minas Gerais. Se puderes, faça isto,amiga.

Viajar é sempre bom, ainda mais quando fazemos uma viagem também ao nosso interior, ao nosso Eu mais profundo.e se não puderes, viaja em tuas lembranças...é bom também.

Bjssssss,
Leninha

Zilani Célia disse...

OI BLUE SHELL!
ESPERO QUE CONSIGAS REALIZAR ESTE TEU DESEJO E QUE AO LÁ CHEGARES POSSAS NOVAMENTE VER TUA PRAIA COMO A GUARDAS NA LEMBRANÇA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti minha amiga,,,beijos...

Manuel disse...

Um manancial de recordações e saudades, escritos com a mestria habitual.
Nem sempre as máquinas vêm para destruir, também repõem o que a natureza nos quer tirar.
Espero seja o caso.
Como é uma mulher de esperanças, acredite.
Espero que no próximo Verão o seu desejo se concretize.
Um beijo

saboracasa disse...

Num fim de semana solarengo tem de ir até lá :)

Espero que esteja tudo bem consigo e com o seu marido.
Até breve
Paula

Will disse...

Que bonitas recordações,pintaste uma bonita paisagem com tuas palavras...


Ótima semana para você!

Vera Lúcia disse...


Olá querida,

Realmente, fiquei chocada ao ver a máquina na praia, mas se é pelas razões que explica, faz-se necessário mesmo acautelar-se com a construção de barreiras.
Se Deus quiser, você há de
voltar à "sua praia" com o seu marido para passear e resgatar bons momentos lá vividos.

Beijo.

TexWisGirl disse...

erosion control is definitely needed after such severe storms come through. :)

Lilá(s) disse...

Passei lá este ano e gostei do que vi, tudo bem arranjadinho.
Vais voltar pois, é só quereres e vai-te saber muito bem observar e orar...
Beijinho grande

Pieces of Sunshine disse...

I hope they can retain and protect the beach. Maybe the sand will return.

Maria Luisa Adães disse...

As coisas que conhecemos e amamos

Os homens as destroem

e dizem que são eles!

Nalal Feliz,

Maria luísa

stardust disse...

I think I know how you were shocked to see the machines used for the development and disappearance of your favorite beach. Please go with your husband to make sure how it is now. Maybe is could be protected, but if no, close your eyes and cherish your memories which must stay gold in you.

Yoko

Silenciosamente ouvindo... disse...

Quem sabe se por lá estivemos ao
mesmo tempo. Também gosto muito
de S. Pedro de Moel. Não sabia
desses trabalhos. Tenho que lá
ir no próximo verão.
E com seu marido "já está tudo
ultrapassado?" Desejo muito que
sim.
Aproveito para lhe desejar a si
e sua Família um FELIZ NATAL.
Beijinhos
Irene

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Bela crônica de saudade. Muito bom recordar lugares que trazem felicidade. Espero que volte à tua praia o mais depressa possível e com o marido ao seu lado.

Beijos,
da Lúcia

heretico disse...

gostei muito do texto, que despertou memórias - minhas!

como espero regressar um dia!

beijo

Manu disse...

S. Pedro de Moel faz parte das minhas memórias de infância e querendo relebrar o que de bom lá vivi, voltei lá há bem pouco tempo, desta vez de máquina na mão e digo-te que está melhor que nunca, bem arranjada, com um passeio pedonal óptimo e a mata circundante está lindíssima e é um bom escape para quem quiser disfrutar da natureza no seu melhor.
Espero que um dia possas voltar, acho que vais ter uma bela surpresa.

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga aproveite um dia bonito de sol e vá com o seu marido visitar novamente a sua praia de eleição. Como a minha próxima semana vai ser muito dificil em termos profissionais, e como não sei se terei tempo de passar pelas casas virtuais dos amigos, passo hoje especialmente para desejar um Natal muito Feliz. Que a Luz e o Espírito de Amizade, Fraternidade e Amor do Natal, consigam prevalecer no coração dos homens, ao longo de todos os dias do ano, para seja sempre Natal.
Beijinhos
Maria

Tiago Braga disse...

Impressionante, que pena observar tal coisa :S

As maquinas a destruir e a retirar toda a essencia da beleza natura ;/

Sotnas disse...

Olá Blue, desejo que tudo permaneça bem contigo!

Triste, mas assim é a natureza, no cede tudo, mas, algum dia ela vem pedir emprestado o que usamos e que a ela pertence!

Desejo que estes que estão com estas máquinas recuperem este belo lugar, onde você se sente feliz, e também por fazer parte da tua história de vida, e assim possa você junto com seu esposo possam viver belos e felizes momentos novamente!

E assim eu me vou deixando meu agradecimento e também meu desejo que você tenha em teu viver a felicidade intensa, um enorme abraço e, até mais!

Smareis disse...

É maravilhoso recordar lugares que fizeram diferença na nossa vida. Adorei o texto!
Agradeço o carinho de sua presença nesse ano de 2012 em meu espaço, e o meu desejo é que possamos estar trilhando novamente em 2013.
Ótimo final de Ano, e maravilhoso começar de Novo Ano.
Feliz Natal, e que o Ano Novo seja pleno de realização.
Grande beijo em teu coração!
Obrigada!
Desejo uma ótima semana!

Refletindo com a Smareis

Susan, a Sometimes Blogger disse...

Hello Blueshell, I hope your beautiful beach is soon restored.
I am sending you my very best wishes for a Happy Christmas - may you enjoy the love of your family and friends :D) Susan

JUAN FUENTES disse...

Tus orígenes campesinos,estan tan dentro de tu ser que tus sentimientos
de amor hacia tu pasado prevalece en todos tus escritos.
Un fuerte abrazo

☆•.¸.Mildred.¸.•☆ disse...

Uma visitina rápida para te desejar umas felicíssimas festas de Natal

***
Beijinhos Blue***

____________________+
___________________“x”
___________________“@”
_________________“@@@”
________________“@@@@@”
_______________“@@@@@@@”
_____________“@@@@@@@@@”
___________” ” ” ” JOYEUX ” ” ” ”
_____________“@@@@@@@”
___________“@@@@@@@@@”
__________“@@@@@@@@@@@”
_________“@@@@@@@@@@@@@”
________” ” ” “ ” N O E L” ” ” “ ”
___________“@@@@@@@@@@@”
_________“@@@@@@@@@@@@@”
________“@@@@@@@@@@@@@@@”
_______“@@@@@@@@@@@@@@@@@”
______“@@@@@@@@@@@@@@@@@@@”
_____“@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@”
___” ” “ “ “ ” À TOI ET À TA FAMILLE “ “ “
_“ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “ “
________________xxx
________________xxx
________________xxx
____________xxxxxxxxxxxx

Manuel Luis disse...

Com o mar não se brinca, nem com maquinas! Nem o mar sossega nem nós descontraímos.
Beijo e abraço