sexta-feira, fevereiro 01, 2008

O Teu Querer...

solmar

(foto de BlueShell)

Só te tenho a ti…a ninguém mais…
Ninguém mais me sabe ouvir,
Me limpa as lágrimas com beijos…
Me ama antes de ir dormir.


A ti tenho que me queres bem,
E nem sei qual a razão do teu querer…
Sei, (isso sei) que quando a noite vem
Tu …meu Sol, me virás ver!

19 comentários:

Maria disse...

Que foto fantástica.....
É bom teres um sol que te vai ver..... quando a noite vem...

Um beijo

Divinius disse...

RESPIRA A LEVEZA QUE VIVE EM TI...
SOLTA TODA A BELEZA DO TEU OLHAR...
SOLTA TODA A BRANCURA DA TUA TERNURA...
SOlTA NA ÁGUA PURA DO MAR...
Gostei de ler:)

Isaac disse...

Tanto tempo sem visitar este teu espaço... e quanta beleza encontramos nestes teus versos e nestas tuas imagens...

Anónimo disse...

Já não me lembro de como conheci o teu blog, mas gosto muito de ler o que escreves e as fotos... nem precisam palavras.

São palavras que alimentam a alma.

Sandra Daniela disse...

:-)

O Sol... esse nosso amigo, que sempre nos acompanha e nem sempre lhe damos odevido valor...


um beijinho e um bom fim de semana cheios de raios de sol

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Um post cheio de tristeza, até na música... fica-me a dúvida se é auto-biográfico ou literário... de qualquer forma é revelador dum estado de espírito que tens de tentar espantar...:) vá lá, um sorriso e o Sol logo terá um par.
Um beijo
Daniel

Sandra Daniela disse...

Fizeste-me lembrar uma música... pode ser relativa a qualidade da interpretação mas esta letra achei linda, e foi dela que me lembrei a reler este teu poema:
Deixo-te a letra- André Sardet - Balada Da Estrada Do Sol
André Sardet
Sigo a estrada que me vai levar ao sol
Há sete dias que caminho sem parar
Sou uma criança com licença para sonhar
Leio histórias em sorrisos de embalar

E vou pedir ao deus do sol para me adoptar
Perfilhar-me e nunca mais me abandonar
Afinal o sol também e meu
Quero o raio que só ele me prometeu

Nesta estrada o cansaço não existe
O fim esta longe mas o corpo não desiste
Levo nos braços a guitarra para tocar
Tenho por coro a velha estrela polar

E vou pedir ao deus do sol para me adoptar
Perfilhar-me e nunca mais me abandonar
Afinal o sol também e meu
Quero o raio que só ele me prometeu

E vou pedir ao deus do sol para me adoptar
Perfilhar-me e nunca mais me abandonar
Afinal o sol também e meu
Quero o raio que só ele me prometeu

eremita disse...

cheguei aqui como se chega àmaior parte dos lugares com interesse. Caminhando por aí, seguindo pégadas ou deixando-me levar pelos ventos...Não sei. Mas cheguei e é necessário que passes no Eremitério.
Tens lá algo que te pertence.
Fraterno abraço

mixtu disse...

a razão de querer é ser

é estar

é amar...

poesia...

abrazo serrano

peciscas disse...

Cara amiga, podes crer que há muito mais quem te sabe ouvir.

*@rclight* disse...

minha amiga
mas k linda razão para viver m mostras!
és um álbum de recordações
as fotos são de uma natureza sublime!
belo!

beijinho merecido!
volta*************

Joana Dalila Santos disse...

Amei a foto! E o poema claro. Mas o mar para mim é tudo!

Black Rose disse...

Gostava de também ter essa certeza...

Lindo, foto e poema, parabgéns

Carmem L Vilanova disse...

Que lindo o teu querer, minha linda!
Beijos!

Amaral disse...

Com beijos, sem lágrimas, uma noite o teu Sol estará contigo!

Micas disse...

E é tão bom quando temos a certeza desse querer, quando temos as certeza que dois quereres se complementam num só...:)
Beijinho

O Profeta disse...

Nesta baía
Quando chega ao fim do dia
As pedras dormem com o mar
Quando vem a calmaria



Bom fim de semana


Mágico beijo

Sandrovsky disse...

Boa Tarde

Eu sei que cada vez que aqui venho (de tempos em tempos) é para elogiar o teu blog. É muito bom voltar aqui de meses em meses e verificar que um dos antiguinhos e bons blogs ainda está vivo e de boa saúde.

Um beijo, e felicidades! :)
Sandro Coimbra
ex-SESCblog.pt.vu

Å®t Øf £övë disse...

BlueShell,
É tão reconfortante sentirmo-nos amados assim com essa pureza cristalina, e com essa intensidade.
Bjs.