quinta-feira, novembro 15, 2012

TEMPO OUTRO


"A verdade não conhece perífrases; a justiça não admite reticências."Autor - Guerra Junqueiro , Abílio


outon

(Foto e texto de BlueShell) -, Portugal

Soubesse o rio as mágoas que a terra esconde
Soubesse  a dor dos que não têm voz….
Traria, na cor, o negro da vergonha
 E pressa de chegar à foz!

Das árvores resta a sombra do que foram…
Troncos, raízes … trespassam o Tempo
 E a desventura de um povo que sabe
Que não quer uma nova ditadura.

Soubesse o rio das lágrimas  que a terra verte…


outon1
(Foto e texto de BlueShell) -, Portugal
Linking to a Rural Journal, 

and
Two bears farm

99 comentários:

val's alentejo blogspot.com disse...

Bondia Blue shell..
eu vejo que nao tem e mail na vossa post!
Sim e muito triste. Pareçe que temos outros que mandar em nos.
Eu vi pessoas aqui esta mes que nao tem dinheiro para pagar a renda e foi viver com os pais.
mais duas forem para fora.
Mas deus e bom. We must hope for the best and pray for better days.. please dont be sad.
We can do nothing. thats why the people are angry.
deseja te um dia feliz..
val

Paula disse...

Infelizmente, é esta a relidade que temos.
Mesmo assim, desejo-te um bom dia e um bom resto de semana!

✿ chica disse...

Triste,não? Se ele soubesse... Linda poesia e fotos! beijos,chica

ana costa disse...

É realmente uma triste realidade...
De qualquer maneira o poema é muito lindo, e bom quando também atrvés da poesia podemos mostrar o lado mau da vida...
Um beijo

Chrissy Brand disse...

Beautiful!

eileeninmd disse...

Hello, how are you? Beautiful scenes and poem! I love the forest and the river. Have a happy day!

Rui Pascoal disse...

Restam-nos os poetas e pouco mais...

Rita disse...

Bom dia minha querida agradeço sua
visita sempre carinhosa, desejo um bom
feriado, e a foto com a mensagem ficou um shwouuuuu
Gostei linda mesmo
Abraços
Rita!!!

Hanaé Pais disse...

Detesto ditaduras.
Jamais viveria numa.
Para ser Feliz necessito de Liberdade!

teca disse...

Emotiva entrada... muito sentida e bonita.

Beijos e flores com aroma do campo.

Lili disse...

Eu também não quero uma nova ditadura.

abraços
Lili

Liberdade sempre, nunca baixar os braços...

Lisa @ Two Bears Farm disse...

Love those tall trees! Both shots are wonderful!

Everson Russo disse...

Que essa dor seja passageira e desapareça nessa curva desse rio...beijos de bom feriado pra ti amiga...

Joop Zand disse...

Bom dia BlueShell

You show us again very nice nature pictures....i love this work.

Beijos, Joop

thanks for your comment.

Cristina Ferreira disse...

Bonitas e verdadeiras suas palavras.

Beijos

Kerri disse...

What a LOVELY place!

Sandra disse...

beautiful river and those trees are just amazing

JUAN FUENTES disse...

Amiga profesora.Tu que amas tanto a la naturaleza y amas a tu oficio,te ha gustar todo aquello que sea cultura.
Un fuerte abrazo

Karen @ away for the weekend disse...

Very beautiful photos!

Tricia Hays disse...

Beautiful views =)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Já não vivemos em democracia...
A Constitução já nada impede...
Temos um PR que tudo assina...
Valhem realmente os poetas.
Bj.
Irene Alves

alissa apel disse...

Such a pretty stream! I love those big trees to.

http://theapels.blogspot.com/2012/11/arrowheads.html

Élys disse...

Ah!... Se o rio soubesse... Estaria sempre chorando.
Beijos.
Élys.

TexWisGirl disse...

beautiful scenes.

ॐ Shirley ॐ disse...

Muitas verdades nas entrelinhas...Beijo, Blue Shell!

Liz @ A Nut in a Nutshell disse...

So very beautiful! I would love to take a stroll there!

Mar Arável disse...

Só não vence quem não luta

lino disse...

Se o rio soubesse era capaz de lavar alguma da porcaria!
Beijinho

quem és, que fazes aqui? disse...



O rio sabe! O caudal engrossa a cada hora e não haverá barragem que o impeça de chegar à foz.

O tempo está chuvoso... o que ajuda.

Beijo

Laura

quem és, que fazes aqui? disse...



O rio sabe! O caudal engrossa a cada hora e não haverá barragem que o impeça de chegar à foz.

O tempo está chuvoso... o que ajuda.

Beijo

Laura

Mona Lisa disse...

O rio sente e sabe. Breve acordará!

Não quero perder a esperança, mesmo apreensiva!

Adorei o teu poema em total sintonia com as belas fotos!

Beijos.

Pedro Luis López Pérez disse...

Esa Naturaleza que en silencio sufre los trastornos y destrozos que produce la mano del Hombre, que piensa que todo le pertenece...¡Pobre Infeliz!
Precioso Post.
Un abrazo.

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite amiga !!!!
Linda imagem reveladora num rio de lágrimas ...
bjsssssssss

George disse...

Your words are beautiful, but sad. Your photos are simply beautiful. I especially like the little stream.

Karen disse...

Beautiful photos and thought provoking words, as always. xx

Everson Russo disse...

Uma bela sexta feira pra ti minha amiga e um maravilhoso final de semana repleto de poesias e flores....beijos e beijos...

Olinda Melo disse...


Querida Blue Shell

Que belas palavras e tão cheias de significado na hora que passa...
E as fotos são linda, lindas, só apetece estar aí a gozar tão santa paz.

Beijinhos

Olinda

Chatty Crone disse...

Okay I love this post - love the river and the forests. It is very pretty there. Hope all is going well. sandie

heretico disse...

os rios por vezes inflamam-se...

excelente composição: palavras e imagens...

beijos

Leninha disse...

Muitas vezes o rio engrossa e se rebela...
Bjsssssss,
Leninha

isa disse...

São momentos terríveis estes que vivemos!
Que linda imagem!
Como o teu Poema é sentido!
Beijo.
isa.

Pieces of Sunshine disse...

Those trees are tall and majestic, it would be wonderful to go walking there.
Thank you for your kind words on my blog.
Karen

ladyfi disse...

What magical shots.

AC disse...

O rio sabe, e quanto mais sabe mais se quer afastar. Os homens não têm sido grata companhia.

Beijo :)

Sandra Subtil disse...

Excelente poema!
Um caudal de verdades neste leito.
Beijinho

Ailime disse...

Blue, fabuloso poema e fotos! Saio em silêncio com a minha alma revigorada. Sublime. Bjs e bom fim-de-semana.Ailime

Lua Negra disse...

De tempos em tempos somos postos a provas a terríveis realidade...

Vamos seguir em frente acreditando que tudo possa mudar para melhor.

Magníficas fotos.
TEnha um lindo final de semana.
Beijinhos de luz
Lua

Betsy Adams disse...

Absolutely gorgeous photos... Love the tall trees... Looks like that would be a great place to take a walk!!!!

Neat river photo also.. Thanks for sharing.
Hugs,
Betsy

Betty Manousos disse...

ola isabelle!

magnificent poema y fotos!

the scenery is wonderful, what a great place to take a walk.

bom fin de semana~

BEIJINHOS!!!

Joyful disse...

It was lovely to have you visit my blog today. I love your photos. Going for a walk amongst such beautiful trees and a soft forest path always makes me happy. Have a wonderful weekend. xx

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Olá :)
Bonitas palavras, gostei muito das fotos!
Bom fim de semana!
Bj

manuela barroso disse...

A corrente vai contornando obstáculos pacientemente até chegar ao açude...
Belíssimo poema Blue
Bjis

manuela barroso disse...

...ah e as fotos extraordinárias!
Adoro rios, bosques...
Lidas!
bjisss

SweetMarie disse...

Beautiful photos! Those trees are amazing!!!

José María Souza Costa disse...

Admiravel, Blue

Belas fotos, nostalgica textualização. Mas, amei. Confesso. Tenhas um domingo agradavel. Abraços.

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo dia de domingo pra ti amiga querida !!!!

desejos de paz e muito amor !!!!!
imagens lindas e exóticas...mensagem linda...bjssssssssss

Fê-blue bird disse...

Poema cheio de verdade, fotos lindas que nos dão alguma esperança.
Parabéns!

beijinhos

Marta disse...

"Soubesse o rio das lágrimas que a terra verte…"
São tantas e amarguradas.

Manuel disse...

Eu penso que o rio sabe. o rio sente, ouve e guarda todos esses lamentos.
Nós é que não sabemos reagir e nos deixamos conformar, não todos mas muitos.
Muito bonito, apropriado e na hora certa este poema.
Um beijo

São disse...

Muito bom este teu post, com uma citação escelente a abrir e bem ilustrado com boas fotos.

Abraço grande

Smareis disse...

Realmente são muitas lágrimas que a terra verte.
Que bela essas imagens do rio, essa visão da uma calma na alma.

Obrigada pela beleza do seu comentário Atilado. Gosto de te ler, e adoro quando vai me visitar.

“Sempre existe um caminho a ser trilhado. O importante não é chegar a algum lugar específico, e sim sermos capazes de manter a alegria ao caminhar, seja lá para onde for!”
(Patrícia Gebrim)


Beijos e ótima semana!

ELAINE disse...

Minha amiga! Parabéns por partilhar conosco! Poesia linda! Adorei! Versos intensos e profundos! Agradecendo sempre o carinho e comentário gentil! Também me desculpando por muitas vezes demorar para aparecer..... Está cada vez mais difícil visitar a “todos” como gostaria.... Tenho tentado alternar e demora.... Mas eu volto!....
Aproveitando pra desejar um Natal iluminado pelo brilho da Estrela de Belém! Que o amor do Cristo se faça sentir em todos os corações, abençoando todos os dias do ano vindouro!
Um início de semana de muita paz e alegria!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Zé Povinho disse...

Cada vez mais lágrimas se vertem, e muitas correm silenciosamente por rostos de gente que se envergonha de ter caído em má situação sem que para isso tivesse contribuido.
Abraço do Zé

Sotnas disse...

Olá Blue Shell, que tudo esteja bem contigo!

Talvez ele saiba, mas ao contrário de outros seres segue o curso da natureza. Já os outros seres sabem perfeitamente quantas lágrimas provocam e, ao invés de se envergonharem, gabam-se por fazer tantos que neles confiam ir ao extremo do sofrer, pois são perversos, e ainda mal intencionados! É isso prezada Blue, os locais são diferentes, mas, os malvados são deveras idênticos, e agem de maneira exatamente igual, é uma pena!

Belo e intenso texto, deveras sentimentos expressados com enorme sensibilidade, e gostei também das imagens, aliás, gosto de tudo cá neste teu admirável espaço, parabéns!
E grato por tuas visitas e comentários desejo que tenha em teu viver a felicidade intensa, apesar de tudo que se sucede, e um grande abraço e até mais!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Soubesse o povo o que ainda o espera...o pior está por vir.
Sempre intensos os teus poemas que adoro.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Art disse...

Wow! This was absolutely fantastic, I love the pictures.
You are a good writer!

Evanir disse...

A verdadeira amizade jamais é esquecida
por mais distante que eu esteja meu pensamento estará sempre contigo.
Linda é nossa amizade estou passando por uma chuva
não chamaria de tempestade , pois tudo Jesus resolve.
Sem sua amizade e dedicação não teria sido possivel continuar
meu coração faz uma festa quando vejo seu carinho no meu blog.
Nessa segunda feira estou passando para desejar uma semana abençoada por Deus.
E aproveitar para deixar meu carinho e mil beijos meus.
Carinhosamente ,Evanir.
Devagar Voltando...

JUAN FUENTES disse...

Si el color de mis fotografias, ayudan a mitigar tus momentos de tristesas,el viejo fotógrafo se siente bién pagado.
Abrazos

Sérgio Santos disse...

Linda poesia e lindas fotos! É uma triste realidade! bj

Pierre BOYER disse...

Great walk...
Best regards from France,

Pierre

dade amorim disse...

Cara BlueShell, obrigada pelo comentário.
Seu poema é idealista e bem bonito.
Saiba que estamos torcendo por Portugal!
Bjs

Nilson Barcelli disse...


DITADURA, NUNCA MAIS...!!!

A liberdade e a democracia têm um valor inestimável.
Beijo, querida amiga.

Manuel disse...

Hoje estou triste.
Porque?

edumanes disse...

Bom dia amiga,
Venho agradecer
A sua visita.

Você viveu,e eu vi
Eu conheci e você conheceu
Você sofreu, e eu sofri
Com ditadura muita gente sofreu!

Para lá se caminha
é preciso ter cuidado
Com esta gentinha!
Por quem Portugal
esta a ser governado!

Soubesse o rio as mágoas que terra esconde
Se quem nos governa, o mal que nos causa sentisse
Se a água pura vinda da nascente lá do monte
Que toda a gente, em suas casas, clara a visse!

Boa quinta-feira para você,
amiga Blue Shell,
um abraço
Eduardo.

O meu pensamento viaja disse...

Blueshell, a poesia, para mim, é a arte da síntese. É ter a capacidade de, com pinças, retirar da arrecadação da memória, a palavra certa, como se de um puzzle se tratasse, uma construção milimétrica que não faz cedências. É assim. Que tu escreves.
Beijo da Nina

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga,,,beijos e beijos..

JUAN FUENTES disse...

Te gustan los espacios abiertos,te gusta todo aquello que huela a la naturaleza,Añoras los lugares donde pasaste tu infancia,
Tus nostálgia invaden tus sentimientos,y muchas veces sueñas con tu pasado.
Un fuerte abrazo

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde amiga, vim agradecer sua presença amiga lá no meu cantinho. muito obrigada!
tenha uma linda tarde abraço amigo
maria Alice

Antônio Lídio Gomes disse...

Sim, resta o poema que adentra à alma, e é uma voz que clama para que outro deserto da ditadura não avance.
Um abraço.
Beijos.

Leninha disse...

Vim reler teu belo poema e admirar a tua bela fotografia...ambos lindos e comoventes.
Bjsssss, Isabel,
Leninha



http://leninha-sonhoseencantos.blogspot.com

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

Felizmente que ele rio não sabe, senão seria mais um a juntar a voz a este coro de lamentos...
E em contraste com o ar triste que lhe vai na alma, são bem bonitas e alegres as fotos que aqui nos trazes.

Obrigado pelo link; o meu filho mais velho também é professor...

Beijinhos; bom fim de semana - com os ventos a soprarem de feição.

Vitor

rosa-branca disse...

Não à ditadura. Vamos esperar que o rio extravase as suas margens e lave tudo de mau que anda por aqui. Lindas fotos. Beijos com carinho

Ana Martins disse...

BlueShell, boa noite!
O teu poema é lindo e o teu lamento, faz-nos reflectir.

Mas, muito tristemente pergunto eu:
Que temos nós, senão uma ditadura?
Já nem sequer somos donos daquilo que nos pertence, ninguém nos ouve e não há quem nos defenda, estamos nas mãos de um bando de trafulhas que rouba à descarada e não há lei que os pare.

Só falta mesmo, calarem-nos o descontentamento!

Beijinho,
Ana Martins

Existe um Olhar disse...

Momentos onde se respira paz e muita tranquilidade.
Adorei!

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti minha amiga,,,beijos e flores...

lis disse...

Oi Blue
Um poema melancólica, assim o senti.
deixo um abraço querendo muito que haja mais alegria nos lares nessa aproximação de Natal,
vou seguir o link do jornal,
deixo abraços

Magia da Inês disse...

♡¸.•°
Olá, amiga!
O rio sabe das amarguras da terra e corre murmurando a sua dor!

Bom fim de semana!
Beijinhos do Brasil

✿ °•.¸♡¸.•°✿

Carole M. disse...

beautiful scene and lovely trees...

Bob Bushell disse...

Nice landscapes, well taken.

Buttons disse...

Beautiful photos. B

Rita disse...

Bom sábado pra vc, com muito carinho
deixo meus parabéns por mais esse post lindo...
A amizade faz a gente muito alegre por
ter amigos que gratifica nosso dia
E ter vc na minha lista de presente
eu fico eternamente feliz
Abraços com carinho
Bjuss
Rita!!!

O Profeta disse...

Tacteei minha sombra caída
Os ramos de uma magnólia cedem ao vento
Ergui num deserto um castelo de raivas
Segui numa distância infinita ladrilhada de mágoas

Já não posso dar-te a mão, cheguei tarde
Entre ruinas procuro o sentido, a razão
Já não canto aos deuses, não rezo
Já esqueci o sabor do desprezo, não desprezo

Tracei um círculo de solidão
Ausente do meu nome está o chamamento
Jazem mudas as folhas de silêncio
Errantes brumas ao sabor do vento

Bom fim de semana


Doce beijo

O Profeta disse...

Tacteei minha sombra caída
Os ramos de uma magnólia cedem ao vento
Ergui num deserto um castelo de raivas
Segui numa distância infinita ladrilhada de mágoas

Já não posso dar-te a mão, cheguei tarde
Entre ruinas procuro o sentido, a razão
Já não canto aos deuses, não rezo
Já esqueci o sabor do desprezo, não desprezo

Tracei um círculo de solidão
Ausente do meu nome está o chamamento
Jazem mudas as folhas de silêncio
Errantes brumas ao sabor do vento

Bom fim de semana


Doce beijo

Maria Rodrigues disse...

O rio leva nas suas águas as dores e mágoas de um povo que sofre e que cada dia fica mais pobre. Lindo poema, belissimas fotografias.
Beijinho
Maria

teca disse...

Vim te trazer beijos e flores e lhe desejar uma ótima semana.

^,^

imac disse...

Beautiful photos with wonderful words.

RuneE disse...

I side with my old blogging friend Imac.

Lowell disse...

Greetings! Thank you for stopping on Stone Creek today! Looking at your photos, I'm reminded at how wonderful it is to be out in the woods with great trees and running streams.

Hope that all is well with you!

will-Art disse...

Excelente!