quinta-feira, janeiro 31, 2013

Da melodia ...Pátria nossa!



reba1
(Foto e texto de BlueShell)- PORTUGAL
Sei-te…

Da cor do rio , da cor das flores que despontam na memória…
Da melodia das gaivotas que povoam a minha vontade
De crescer em força e saber.
E os rebanhos que existem entre oliveiras são do povo
O erguer das bandeiras do sangue e do suor da luta
Sei-te…
Hoje mais que nunca, Pátria amada, aliada
 da terra,
 do vento,
 do mar,
 do fogo…
 que pulsa livre em cada praia, em cada serra…



reba
(Foto e texto de BlueShell)- PORTUGAL

58 comentários:

Chatty Crone disse...

I love the color of that water!

Mar Arável disse...

Mais que olhar

é preciso ver

Rick disse...

Beautiful photos Isabel.

I hope you are doing well. Beijos.

JP disse...

Bonito, Blue

Beijinhos

Mona Lisa disse...

É o que nos resta!

Magníficas fotos!

Beijinhos.

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelentes fotografias e texto....
Cumprimentos

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA NOITE MINHA QUERIDA AMIGA !!!!!!
LINDO DE SE LER ...ENTRE A TERRA ,VENTO,MAR,FOGO ESTÁ A PÁTRIA AMADA !!!!!!
BJSSSSSSSSSS

Maria disse...

Lindíssimo!

Beijinho, BlueShell.

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Una bella Poesía dedicada a la Tierra que nos vió nacer con su paisaje y aroma que nos da vida.
Abraços.

Kuma disse...

Gostei muito das fotografias e do poema! ^^

Qua o nome do rio? :)

Beijinhos :3

Francisco disse...

Este espaço dá-me uma tranquilidade tão grande, que nem te sei descrever o que senti ao ler este teu post e com esta magnifica musica :)

Obrigado pela partilha

Beijinhos Grandes

Flor de Jasmim disse...

Lindo demais Blue, as fotos e as tuas palavras de ternura.

beijinho e uma flor

Beth disse...

Beautiful photos!

Pierre BOYER disse...

I love the second one...
Marvelous and quiet....

Pierre

ONG ALERTA disse...

Lindo!
Beijo Lisette.

Tiziano disse...

Olá BS são palavras maravilhosas estas palavras dedicadas à Pátria amada
Um ótimo final de semana para você.

Sandra disse...

your country is beautiful.

ana costa disse...

Que os outros... aqueles... a saibam conservar com todo o amor que ela merece!!!!
bj

Camila disse...

Bonito de se ler :)

Gisa disse...

Poema e imagem se completam.
Um grande bj

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Excelente publicação!
Gostei das fotos!

lino disse...

Belas imagens e bonito texto!
Beijinho

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Fico tranquila. Estava preocupada com os livros. rs Fazem parte da literatura gaúcha (Rio Grande do Sul, Estado onde nasci e moro). Espero que goste!
Boa leitura e, mais uma vez, parabéns!
Beijocas!

Elisabete disse...

Lindos versos!
Bom fim de semana

José Ramón disse...

Foi um prazer conhecer este blog maravilhoso parabéns para o seu fim de semana visita feliz

Saudações de texto e Abstração Reflexão

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.Tu aamor por el terruño cada dia te hace sentir nostalgia por los años en los que tubiste más contacto,y ello te hace añorar a aquellos dias.
Abrazos

Manuel disse...

Este poema vai muita além da poesia!
Como eu percebi esta mensagem!
Um beijo

Graça Sampaio disse...

Lindíssimo, Blue! (Vou copiar para o meu caderninho de versos, posso?)

Quanto à fotografia, nem digo nada. Como as do costume. Muito bom gosto, muita sensibilidade.

Beijos.

:( disse...

Me llama la atención un poema a la Patria...
Usualmente, las mujeres le escriben a otras cosas.

rosa-branca disse...

Olá amiga, sabe-lo tão bem como o descreve nesta linda poesia. Resta-nos tão pouco...de nada...as imagens são lindas como sempre. Beijos com carinho

Ana Tapadas disse...

É isso minha amiga, não poderemos nunca abdicar daquilo que é a natureza do que somos!
Lindo.

Boa semana,
bj

Elisa T. Campos disse...

Linda poesia Blue Shell.

Magnífica foto pulsando amor pela bandeira que livre e leve balança.

Um bom domino para você
Bjs

O Árabe disse...

Uma canção de amor, por esse belo Portugal e seu valente povo! Boa semana, amiga.

Nilson Barcelli disse...

Adorei o teu poema.
Que é excelente.
Isabel, tem uma boa semana.
Beijo.

Anónimo disse...

Great blog right here! Also your web site a lot up fast!
What web host are you the use of? Can I am getting your associate hyperlink to your host?
I wish my web site loaded up as fast as yours lol
Look into my website ... colonias

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

O sentimento que temos pelo nosso país, pelas nossas coisas é livre; ninguém nos pode tirar o amor que temos pela nossa Pátria por mais que tentem fazer com que sejamos obrigados a deixá-la. Não é por falta de amor...onde quer que estejamos vamos sempre sentir aquele cheiro maravilhosos da nossa terra...do nosso mar...do vento...enfim...de tudo " o que pulsa em cada praia...em cada serra "...em cada oliveirazinha que cresce nas terras áridas. Um beijinho, amiga e obrigada por este momento
Emília

. intemporal . disse...

.

.

. sei.te . de cor . e da cor com que me és sangue . e esperança .

.

. um beijo meu . sentido .

.

.

Lilá(s) disse...

Parece-me que só já nos resta a paisagem...
Bjs

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Infelizmente as tuas palavras são a ferida aberta neste pobre País tão sacrificado.
Lindo sempre ler-te.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Lisa @ Two Bears Farm disse...

It looks so lovely there.

Betsy Adams disse...

So glad to see you back, Isabel. Love those pictures of Portugal. The first one reminds me a little of some of our rivers/creeks in the Smoky Mountains...

Have a great week.
Hugs,
Betsy

AC disse...

Blue,
Só sabe isso quem verdadeiramente sente o respirar das gentes deste povo.
Grato.

Beijo :)

zazie disse...

Vaca leiteira

oteador disse...

bonitas fotos que homenajean una tierra....y que transmiten aprecio por ella. saludos

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Cantar a terra,
é entender
a vida
e sua profundidade...

Que em teu coração,
a alegria faça morada...

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

Sentido poema, este: dedicado a este país que é nosso, hoje governado por gente que não o entende nem o merece - nem nós merecíamos ser governados por eles...

Fotos lindas, como sempre.
Beijinhos; e que avida vá correndo à medida dos vossos anseios.
Vitor

Ginny disse...

Is that a field of wildflowers? So pretty...

Tozé disse...

Não sou bom de palavras, mas quero só deixar registado que saio deste seu magnifico espaço deliciado. Prometo voltar, quanto mais não seja para aprender como se constrói um bom blogue.

Paulo Vasco Pereira disse...

Belíssimo momento.
A 1ª foto então... Adorei!!!!
Bjs

Maria Rodrigues disse...

Lindissimo e sentido poema e belas fotografias.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

elvira carvalho disse...

É amiga a nossa ligação a Portugal é tão grande quanto o oceano que nos beija e nos enamora. Sentimos isso especialmente quando estamos longe e eu já estive alguns anos. Pena que seja tão mal governado e que nos faça andar toda a vida em sobressalto.
Um abraço e bom Carnaval.

aflores disse...

Sei e acredito!

Tudo de bom.

ONG ALERTA disse...

Maravilhoso amor a pátria...beijo Lisette.

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
A Pátria continuará a ser a nossa língua, quanto ao resto, viveríamos melhor se fossemos só mais uma região da Europa.
Beijo
Daniel

Betty Manousos disse...

hi isabelle, querida!

such a lovely post and a beautiful place for a walk.

beijinhos!

Tiago Braga disse...

Lindas imagnes e como sempre muito bem conjugadas com os seus textinhos, muito belo, suave e enternecedor

beijinhos *

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Afetos e Cumplicidades. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Lídia Borges disse...


Em raízes nos irmananos.

Um beijo