domingo, dezembro 03, 2006

SOPRO de VIDA!

entrada11

(foto de BlueShell)

Há uma paz que me rodeia....
Um “não sei quê” que me fascina...
Uma carícia que demora
Mas que espero...ainda assim!

Há um sopro de vida ainda em mim...
Um querer tanto que dói e desatina!

Há essa paz que me rodeia...
...e lá fora...um mundo que, estranho,
Nos condena e nos odeia...

entrada

(foto de BlueShell)

27 comentários:

sónia disse...

:)...boa música...:)

delfim peixoto disse...

Gostei das fotos e da música...
bjs... ( mudei de "casa")

Lucyflower disse...

olá..passei só pra deixar um beijinho...

happiness...moreorless disse...

transmites bem essa paz =) gostei muito do poema*

um beijinho

Um Poema disse...

Ler-te é um prazer. Mas saio sem conseguir identificar o arco da fotografia.
Um abraço

Amaral disse...

Há também lindas imagens com que nos presenteias a todo o momento...
O sopro de vida é a essência divina que te faz "ser" Aquilo que, muitas vezes, anda escondido por sítios profundos...
Toda a Paz que sentes é o mundo que crias no teu interior e que realças nos versos que partilhas com todos nós...

Anónimo disse...

ola blue shell!
passei por acaso...mas afinal...novidades!gostei como sempre.alias é sempre um prazer ler o que escreves!...quanto à musica é bonita...mas gostava mais da "outra"aquela musiquinha entrava na cabeça e ali ficava...xau e boa semana!!

mulher rochedo disse...

Mensagem do dia :


Não importa o tempo que levamos
para cativar o coração de alguém,
o importante é marcarmos o nosso
lugar para que mesmo ausentes,
nos façamos presentes!


melhor do que as pessoas pensam e pior do que elas imaginam.

Boa semana , bjos

MentesSueltas disse...

Gracias por tu visita, te espero siempre.

Un abrazo desde Buenos Aires.

MentesSueltas

pensamentos_vagabundos disse...

fotos lindas e palavras nao menos lindas...
beijo vagabundo

amadis / pintoribeiro disse...

(...) e de palavras. Bom dia, um abraço.

}}cleopatra{{ disse...

"Há um sopro de vida ainda em mim...
Um querer tanto que dói e desatina!"

E num sopro de vida
Que emana de mim
Há um querer que me dói
Há uma dor que desatina
Mas sou eu quem decide
E sabe ao que vim
Os outros que se livrem
De querer mandar em mim

Um beijo soprado

Plum disse...

Um sopro de vida que se pode transformar numa mágica brisa!abraços!*

Angela disse...

O sopro de vida é que tem de ser bem guardado. O mundo lá fora não interessa.

Bonito poema acompanhado por uma também bonita canção.

Beijo grande.

Cris disse...

Há uma paz que me rodeia....
Um “não sei quê” que me fascina...
Uma carícia que demora
Mas que espero...ainda assim!


Amar assim deveria ser recompensado com Felicidade Eterna.... Será que ele te merece?
Desculpa, fui indelicada.

Um bjo mto grande!

Cris

pisconight disse...

Boas!!
Como tens passado minha linda?
Os teus poemas são sempre muito intensos, carregados de emoções...
Fica bem!!
;)

peciscas disse...

É bom desfrutar dessa paz.

serenidade disse...

Que bom sentir que a esperança voltou mesmo que só seja, por enquanto, um sopro...que este sopro se torne forte, tão forte que deixe a concha azul voltar a mostrar todo o seu esplendor.

sortilegiosdovento disse...

Eu deixo um sopro de maresia...

rui-son disse...

Nesse cenário que fotografas imagino-me a procurar a minha paz, a alhear-me do mundo que me rodeia... que me odeia... Não resito e pergunto, onde fica esse cenário em ruínas? E mesmo assim tão calmo...

125_azul disse...

Enfim, chega a paz! O meu dodói já passou, espero poder voltar às visitas mais assiduamente! Beijinhos e semana feliz

O Sibarita disse...

Olá! Belo poema que fala e diz dos nossos dias... Por vezes e é verdade a paz nos rodeia e no entanto, lá fora... sim, lá fora, um mundo estranho...

abraços,
O Sibarita

Unicus disse...

Sinal de que respiras..
Bjs

Juda disse...

Efeitos da época natalicia... um abraço...

Juℓi Ribeiro disse...

BlueShell:

"Há uma paz que me rodeia"
(E essa paz você transmite...)

"Um “não sei quê” que me fascina"
(E que fascina os que observam as tuas fotos e leêm teus versos)

Uma carícia que demora
Mas que espero...ainda assim!
(Tuas fotografias são carícias,
para nossos olhos...)

Há um sopro de vida ainda em mim...
(Ainda bem que esse sopro existe,e que podemos ver seus tão lindos trabalhos)

///////////////////////
Vim agradecer a visita
e fiquei encantada com seus poemas, que são belíssimos e com suas fotos "que são poemas em forma de fotografia".
Venha sempre que puder me visitar!
Será uma grande alegria para mim...
Um abraço.*Juli*

Teresa Durães disse...

lindas as fotografias e este local é mágico por certo!

um bom natal!

al cardoso disse...

Lindas fotografias e poemas lindos!

Quiz-me parecer ver ai o portal de entrada do castelo de Marialva, sera que estou certo?

Um abraco fornense de Boas e Santas Festas Natalicias.