domingo, maio 03, 2009

...um dia …com muito Sol e cor

fl1.

(foto de BlueShell)


Longe de mim, de tudo, de toda a criatura
Sei, … tenho por certo, que estou só!

Afinal…sempre assim me conheci…
Só que adormeci e sonhei…sem razão ou tino
Que havia sempre alguém do meu lado…

Mas sonho é coisa que não dura….
E solidão é certeza que permanece!


Parece que afinal…
Sempre assim me conheci…
Só que adormeci…num sonhar profundo
Onde ergui um mundo
Só de magia feito…
De flores, aves, cânticos alados…
Fadas, Príncipes encantados…

Mas no meu peito há apenas a dor
De saber
Que ninguém irá chorar….

Quando um dia …com muito Sol e cor e pássaros
E pessoas indiferentes a passar
…eu me render e, sem lutar,
Me entregar, cansada de inventar
A Felicidade feita de aplauso e festa
À vontade de adormecer para sempre
Nesse sono, sem sonhos, que me resta:

…Longe de mim, de tudo, de toda a criatura
E descer, por fim, em paz… à sepultura!



fl2.

(foto de BlueShell)

10 comentários:

Amaral disse...

Apenas há um senão neste teu desabafo: podes descer... à sepultura, mas não deixarás de "ser"...
Continuarás a "existir"... e isso é um desafio que terás de enfrentar... e é bom que te prepares, antecipadamente, para esse momento.
A "morte" não vai destruir aquilo que és, e vais continuar com o teu livre-arbítrio para seguires... Não vais ter outra solução senão... continuares! Para onde, vais ser tu a decidir... de novo...

AlmaAzul disse...

Seremos sempre sós mesmo que no meio da multidão. Isso é o nosso privilégio e o nosso maior castigo.
As fotos estão lindas :)


***azuis

Francis disse...

Não são flores... são rosas, com mutos espinhos :)
Kiss, Kiss!

Aninha... disse...

Blog adorável, passo aqui toda vez que entro na internet, para ler seus poemas, Beijos

bA disse...

gostei muito das tuas flores, e do teu poema, mas fiquei verdadeiramente impressionada com a fotografia do urso, sobre um pedaço de gelo. não poderia er mais expressiva.

joão oliveira disse...

Quantas vezes caminhamos e sentimos sós, sem ninguem a nosso lado, sózinhos, incrédulos.
Mas o caminho da vida continua, umas vezes penando, outras encantando.

Bom fim de semana.

Carmem L Vilanova disse...

Linda Blue Shell!
Estive ausente por alguns meses, mas agora estou de volta para ficar, com um blog renovado e cheio de novidades.
Espero poder seguir contando com sua amizade de sempre!
Beijos, flores e meus eternos sorrisos!

maresia_mar disse...

.. como escreves bem..

já tinha saudades de aqui vir mas ando meio longe da blogosfera.
Beijos

*@rclight* disse...

minha amiga
cada vez gosto mais do k aki nos mostras
este cantinho é repleto de natureza e vida
continua assim
é uma artista

beijinhos
passa
n t esqueci

malu disse...

Lindo poema, mas um tanto triste. Solidão só existe quando estamos distantes de nós mesmos, nossa melhor companhia.Mas, mesmo com a tristeza do poema, seu blog está repleto de vida com as lindas flores.
Adorei seu blog e lhe convido a visitar os meus:
http://ml.cosme.blog.uol.com.br
htpp://www.estriasvov.blogspot.com
http://wwwaventuraslucca.blogspot.com