sexta-feira, agosto 11, 2006

Hoje, cedo, já não havia "PIOLHO"...

Foi um caso curioso sem, no entanto , deixar de ser simples:
Aquele cão, sem dono, um dia apareceu “por ali” e muito naturalmente “nos adoptou”!

Há 7 anos já o veterinário dizia que ele era um cão muito velho....mas ele foi resistindo,...até esta madrugada! Hoje , cedo, já não existia “Piolho”!

dormirpiolho

(foto de BlueShell)

Sim, foi esse o nome que lhe “calhou”...era tão magro e enfezado quando nos apareceu cá pelo quintal...que levou com esse nome! Lembro-me de pensar que tinha sido um animal que levara muita “sova” pois ao menor ruído “cainhava” mesmo sem ninguém lhe tocar!

Foi um lutador: várias vezes esteve bem mal...mas levou a “sua avante” e sempre conseguiu sobreviver às crises. Percebia-se que queria VIVER.

Depois...engordou e, mesmo velhote, ainda saltava o muro (literalmente) para ir ter com as namoradas.

Durante estes 7 anos foi sempre um fiel companheiro: acompanhou-nos em momentos de alegria e de tristeza. Esperto....como só os rafeiros conseguem ser...
Humilde sabia falar com o olhar!...Era uma linguagem só nossa...

Não gostava muito de tomar banho (enfiava-se na casota)...mas adorava andar de carro e apreciava uma boa música, de preferência daquelas cujos “baixos” fazem vibrar as colunas. Digo mesmo:
“ curtia bué”!


Sei que era “apenas” um animal...mas deu-nos tanto...que eu não poderia deixar de aqui manifestar a minha dor, a mesma de quando se perde um amigo!

Foi um bom amigo, o “Piolho”!

Foi um bom cão!...


[ esta lágrima é para ti, “Piolhito!”...vamos ( eu e o dono) sentir a tua falta!]

44 comentários:

Luiz Carlos Reis disse...

Nos apegamos aos animais pois a fidelidade destes são indiscutíveis.
Meus pesares pelo teu cãozinho "piolho"!
Abraços e fique bem!

ponto azul disse...

Era muito bonito..lamento, beijinhos para vocês!Bom fim de semana :-)

alfazema disse...

Enternecedor este post. Também tenho um cão assim. Foi abandonado. Aqui me casa é a nossa deliciosa companhia.
A vida é assim mesmo!O Piolhito encontrou a família que o fez feliz.
Beijinhos

Maria João disse...

compreendo, tb passei por essa dor há alguns anos. durante muito tempo sentia presença da minha cadela qdo estava em casa e isso ajudava a preencher aquele vaziozinho. ag tenho outros dois, tão sedentos de carinho que as recordações se tornam mais suaves.
mas em nós fica sempre a compreensão e uma amizade únicas.

MiguelGomes disse...

Oh amiga, esse teu amigo continua presente, de outras formas... Vive-o ainda...

Fica bem,
Miguel

Desassossego disse...

Ó minha querida como te compreendo...Doi tanto...

Xi grande para ti e para o dono...

Vampiria disse...

ohh :( era um amigo...era tao lindo...

Nilson Barcelli disse...

Também gosto muito de cães.
Já me morreu um há cerca de 12 anos e ainda não me esqueci dele.
Tenho outro desde essa altura. Só lhe falta falar. Até percebe as conversas de casa...
Percebo, por isso, a tua tristeza.
Arranja outro, sim? Vai-te fazer bem.
Bom fim-de-semana.
Beijos

Paulo disse...

Eu sempre gostei de cães.
Tive vários, me apego, tenho carinho, mas hj não tenho espaço, nem tempo.
Eu sei bem como é perder um desses nossos amiguinhos...

bjos e ótimo fim de semana

de Matos disse...

Como eu te percebo, eu sinceramente nao percebo é como é que existem pessoas que conseguem fazer mal aos animais, sao tao nossos amigos e queridos, que enfim...

bjs e bom fim de semana

Um Poema disse...

Soubessem os humanos perceber o que tantos "Piolhos" dão a troco de nada, tantas vezes.
E quantos "Piolhos", maltratados, abandonados, espelham no olhar a dor que surge mais racional do que se diz ser capaz um animal.
Bem hajas pelo carinho que lhe dispensaste e que, certamente, te retribui em dobro.
Um abraço

125_azul disse...

E no fim que sorte teve o Piolho por te ter escolhido! Lamento a vossa perda. Beijinhos

Luna disse...

O mais importante é que o Piolho encontrou uma familia, e viveu feliz,ele vai sempre te acompanhar em outros planos.
Mas é sempre uma perda até porque deixamos de os ver como animais e sim como mais um membro da familia,não tenho cão mas uma gata e é assim que sinto
beijos grandes

Crónicas de Ariana disse...

Já me aconteceu o mesmo, mas com um gato. Também andava perdido, ficou lá por casa e até hoje nunca tinha visto um gato tão "bem educado", nunca ía para os quartos da casa, nunca saltava para cima das mesas ou cadeiras, entre outras coisas... Quando morreu fiquei muito triste (eu ainda era pequena), depois disso só tivemos mais um gato. Acho que por isso é que eu não quero mais nenhum, porque sofremos com a sua morte...

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Não fikes triste linda, pois é a lei da vida...
Que o sol seja o sorriso a dançar no teu rosto.
Bom fim de semana
Beijos

Pecaaas disse...

Adeus Piolho...
Boa viagem...
Pedro

Diogo Ribeiro disse...

Lamento a tua perda. Sei o que é perder um animal de estimação que se revela um companheiro indispensável; inclusive mencionei o sucedido no meu blogue em Agosto de 2005. Ainda hoje a lembrança destroi-me um pouco. Mas há que continuar e a única coisa que podemos fazer é relembrar os bons momentos.

Abraços.

Tiago disse...

Lamento a tua perda. O importante sao os momentos que ficam para sempre guardados na nossa memoria, do "nosso" companheiro de 4 patas.

Bjs

ricardo disse...

a morte é sempre difícil de suportar. ainda para mais quando nos leva aqueles de quem mais gostamos...

um beijo de força

Šonђo Ažu£ disse...

Sei perfeitamente do que falas.
Eu mesma tenho um cão que é das melhores coisas que tenho na vida!
E no dia que o perder, será uma tristeza infinita.

Grande beijo

martelo disse...

esse cãozito conseguiu ter sorte, ela às vezes tem que ser perseguida...

anrasaxa disse...

lamento imenso... nem quero pensar no dia em que o meu cão me deixar, só ele me compreende :)

Cris disse...

Só posso dizer que lamento, e que compreendo. Eu tenho 5 gatos (2 dos quais eram "piolhos" quando os encontrei), duas cadelas, uma delas a mais velha, tb era uma piolhinha tão triste, mas que depois de nos ter contemplado com um bonus de 5 cachorrinhas lindas, filhas de pai incógnito, virou melga, tão chatinha de tão meiga que é (vivam as melgas) e 5 cavalos, e até aí há uma piolhinha, que neste momento está linda e gordinha. Não nada neste mundo que seja comparável à humildade e gratidão eterna que os nossos amigos de 4 patitas nos oferecem. O meu gato, Nietzche, morreu no inicio deste ano, ainda hoje espero por ele, não sei porquê. Acredita, sei o que doi e não sei o que dizer para aliviar.

Beijinhos

C.

Pete disse...

A vida é mesmo assim, chega a um dia que tem que ter um fim. Devia ser diferente, mas olhe que é que se pode fazer.

Beijinhos,

Pedro Gonçalves.

A Cor do Mar disse...

Oh Blue Shell, que coicidencias: meu pai deixou-nos, o teu tab nos deixou a seguir, agora perdi o meu Reef, e tu perdeste o teu Piolho ...vai ver o meu Reef, tá? Beijinhos ;***

Ant disse...

Vais encontrar outro? Claro que sim. Bjos

Amir disse...

Lamento...

Baci

.*.Magia.*. disse...

:(

Junto-me a ti...
Há 3 dias perdi a minha Núvem...o meu passarinho azul...

:(

Beijos Mágicos

IsaMar disse...

uma bonita e sentida homenagem a este animal que te deu horas de alegria.

André Ferreira disse...

Os meus pesares, sei como é perder um cão.

lampâda mervelha disse...

Sei como é. Não há muito tempo, perdi os meus dois, assim... em dois dias. Beijos.

Peter disse...

"Requiescet in pacem", bela elegia para "o piolho". Lá no "céu dos cães" deve sentir-se feliz.
Não sei porquê e sem ofensa para o bicho, lembrei-me do Fidel.

Sutra disse...

Lamento a tua perda :-(
Eles fazem parte da família. Eu ainda não arranjei nenhum, talvez por estar habituada a não ter no apartamento. Mas, agora tenho de arranjar, aqui em casa já posso.
E eu gosto tanto de cachorros.
E o «Piolho» viveu e teve forças para isso, porque foi acarinhado, amado, alimentado por quem lhe quis bem. :-)

Bj doce

Lmatta disse...

Um grande beijo para ti pois sei o que é perder um desses companheiros

White Angel disse...

O fiel amigo...:((((
Beijos com carinhos e ternuras...

zezinhomota disse...

Olá,
Ando ausente, embora forçado, no meu blog estive uma semana sem poder entrar nele.
a minha ausência deve-se ao meu servidor, vou mudar, porque pagar e ser tão mal servido. Para mais, no após operatório a um "ANEURISMA", ao coração na HUC, com ida sem volta; mas a minha vontade de viver opera milagres e estou curado! Meu Cardiologista aconselhou-me a Internet, por causa do Stress, o meu coração agora está rijo. Porque de contrário pelos maus serviços da NETCABO, quem sabe, eu já teria embarcado.

Lamento ter morrido o teu "piolho", lembra-me aqui à uns anos atrás morreu o meu Fly; agora tenho outro com este nome e é da raça "PEQUENOIS. Era rafeiro, atirou-se a uma Drésine é um transporte pequeno que anda na linha do comboio, para transportar os Engenheiros e morreu. Mas ainda nos abanou a cauda para se despedir.

Tenho agora 4 "PEQUENOIS" e uma delas a "BECAS" tem olhos de humana, quando me olha fixamente noto os seus olhinhos tão lindos rasos de água, será de emoção? Tenho essa percepção.

Bom feriado.

Bjnhs

ZezinhoMota

Estrela do mar disse...

...e eu lamechas como sou:(...eu tive uma cadelita rafeira que faleceu há 2 anos...mas sabes quantos anos ela viveu???...17!...foi quase que uma irmã q me viu crescer...e tenho tantas saudades dela...mas forç@ conchinha...e não sei o que te dizer mais...porque nem quero pensar quando os meus gatos me faltarem...


Muitossssssss bjossssssssss

Su disse...

doi..sempre....

mil jocas maradas

CMatos disse...

São momentos dolorosos,... lembrei-me da Boneca, e embora tenha desaparecido há alguns meses fará sempre parte da nossa vida, como certamente acontecerá com o Piolho!

Um abraço aos donos.

TMara disse...

lamento essa partida, mas dizme amiga: k somos nós, mais do k "meros animais"?
Bjs
Luz e muita paz em ti e ao teu redor.
Continuo aqui....

**Chronicles/Arclight** disse...

oi amiga lamento a tua perda
parecia mto querido o teu bichano.
mas acontece,e n nos cabe a nós decidir sabes?
infelizmente é assim a lei da vida
seguiu pró céu ao encontro da sua "lêndea".

kisses!!!!!1

Besnico di Roma disse...

Lamento. Sei o que sentes.
Um dia conheci um cão preto que se chamava “Infeliz”… e conheci a sua dona. O cão morreu… não sei mais nada.

Gil disse...

ooooh :(

oises BS, que triste fiquei... os meus sentimentos e um beijinho para ti ... eu compreendo, é como perder um membro da familia...

GNM disse...

O Piolho está no céu dos cães...