terça-feira, agosto 08, 2006

Ínfimo fragmento de Tempo!

solpor1

(foto de BlueShell)

Poema I

O dia termina....e se aproxima
De nós a noite fria, escura e vazia!

O dia que foi não regressará e eu
Sinto ainda o calor dos beijos teus...
Beijos sublimes inspirados no céu
Que nos serviu de abrigo quando
Fiz amor contigo; esse dia...
Eu quero de volta, meu amor, meu querido!

Mas o dia termina....e se aproxima
De nós a noite fria, escura e vazia!


solpor2

(foto de BlueShell)

Poema II

Tudo é ilusão, nada é verdade...
Não se vive duas vezes,
Nem se ama, nem se chora, nem se morre...

Na realidade...o que é amar?
Nada! Nada mais que um devaneio
Que não demora mais que um
Breve fragmento de TEMPO!

E o que é Viver?
É sentir, racionalizar?
Sofrer, penar? Lamentar o que se fez
Sem querer, ou querer fazer
O que nunca se pôde senão sonhar?

O que é morrer?...é deixar para trás
A marca que nossos pés esqueceram
Na fina areia de uma praia remota...
Até que uma onda apague a memória
De uma vida inglória, sem amor...sem paz...
É deixar escrita uma página a mais
Num livro que ninguém folheará jamais!

33 comentários:

Carapaus com Chantilly disse...

Muito bem "caçado" esse pôr-do-sol :O
Bonito(s) poema(s) :D

.*.Magia.*. disse...

O livro será folheado por ti, em momentos de intrsopecção...
Irás sorrir em cada página...

Beijos Azuis para ti também!

Linda musica ;)

Tiago disse...

Quando a noite entra, um novo amor apareçe.
Respiras-te paz, eu ficou em paz com silêncio deste por-de-sol.

beijos
tiago

pitanga disse...

Viver é sentir o que sinto agora. Que ainda há uma saída. O tempo dirá.
beijinhos da pitanga

miosotis disse...

Continuas com um lindo sentir, BShell!

Sensibilizada pelo teu olhar em meu espaço... foi bom ler-te de novo por lá!

bjs em tons de azul miosótis

Mike... disse...

Olá BlueShell, recordar ao pôr do sol...questionar-se na descida desagradável da temperatura...que, apesar de tudo, deveria fazer-te sorrir com essa magnífica vista!
Lindo mar, linda praia...ficas convidada para um chocolate quente logo à noite! No Estrela do Mar ou no Bamby...:)

nunocavaco disse...

Um bom dia e que a felicidade te acompanhe.

Anónimo disse...

blueshell, obrigado pela visita e pelas palavras. estou meio louco pq estou com visitas do brasil e mal tenho tempo de ficar no computador. voltarei. beijos claudio bueno
(nao conseguí entrar como bloguer)

Peter disse...

"Na realidade...o que é amar?
Nada! Nada mais que um devaneio
Que não demora mais que um
Breve fragmento de TEMPO!"

Tudo nasce, tudo morre. Como poderia o amor ser excepção?

Micas disse...

São momentos de felicidade partilhada que podem ser apenas de fracção de segundos, contudo ficarão intemporalmente gravados e isso é o mais importante de saber viver e guardar...
Beijinho

soslayo disse...

BlueShell:

«Ínfimo fragmento de Tempo!»
É como a vida assim o é
Mas o que fica desse momento
É o que vivemos mesmo que pouco mas intensamente!

Muito bonitas essas fotos do Nascer e Pôr-do-sol. Um beijo.

Desassossego disse...

O que é o Amor?
uma ilusão que nos faz sentir reais?!

Xi grande para ti...

Hindy disse...

Voltei! Beijinhos! :o)

Diogo Ribeiro disse...

A noite, o amor, feridas abertas para as quais não consigo olhar, campas sem nome onde as flores do desgosto ainda crescem. Os sonhos já não me salvam.

sem-comentarios disse...

Inicia-se a vida mediante um desejo de amor e assim se perpetua tal :)

Bj :)***

de Matos disse...

Amiga, em primeiro lugar, parabens pelas fotos, estao divinais acredita...
em relaçao aos poemas, basta acreditar e ter amor para dar, que vais ver que ao folhear vais ver coisas bonitas :)

bjs

125_azul disse...

Lindos...

**Chronicles/Arclight** disse...

lindas palavras amiga
as tuas fotos são mesmo fabulosas!
além d verdadeiras,é um momento mto identico ao cá da terra!
é uma sensação linda!
quando partilhado a dois!
tocas bem nos sentimentos mais amorosos
gostei mto d t ler
voltarei!

bj gand!!

Bruno António disse...

A culpa é das férias...

1001 Bjs...

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

a vida é um livro de páginas em branco que vamos preenchendo...

beijos

Ant disse...

As tristezas de hoje tornar-se-ão belas recordações um dia.
cada dia é um dia e um dia de cada vez.
Bjos

MalucaResponsavel disse...

Olá,
o primeiro poema, para além de falares de um dia, é cm se falasses também de momentos, situaçoes, de uma vida, pois tudo nasce, cresce e morre... mas isto já sou eu a disparatar. lol. Quanto ao II, andas mm do contra, não? bj

DE PROPOSITO disse...

Bonitas fotos e bonitas palavras.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel

maresia_mar disse...

Todos os dias há noite e dia,por isso a noite não é eterna, todo os dias amanhece, faz-se luz e aí nem que seja uma réstea, tu podes ser feliz...
eu vou de férias amanhã e até meados de setembro vou estar ausente da net e da rotina, só assim conseguirei aguentar mais um ano com um sorriso no rosto.. mas vou lembrar com carinho todos de quem eu gosto.. Bjhs com sabor a maresia

Pete disse...

As fotos estão excelentes.

Bom fim-de-semana,

Pedro Gonçalves.

Lmatta disse...

Olá gosto muito das tuas fotos
beijos

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Sem rodeios... gostamos de amor que esteja sempre presente e atento, o resto não importa... :)
Um beijo
Daniel

Jo§e disse...

As noites não têm de ser sempre frias, escuras e vazias.
Podem ser quentes coloridas e preenchidas :o)

Um beijo

Mendes Ferreira disse...

escrevo-te um abraço....








de longe.



mas perto.


:)


sempre.

meialua disse...

Querida amiga, vim apenas deixar-te um beijo enorme e dizer até breve...*

Vernicas disse...

Adorei o blog. Forte e cheio de sentimento. A música é linda. E tamném nos toca no coração e na alma...

Beijos

BÓLICE disse...

blink...

=D

pisconight disse...

Continuas iluminada sempre que escreves... linda música, lindas fotos... só podes ser uma "linda concha azul"...
bjs
;)