segunda-feira, outubro 23, 2006

Ao encontro do mar!

rumo11

(foto de BlueShell)

Encontrou, por fim, seu rio, a concha...
..apenas se vai deixar levar
Tranquilamente até
Às profundezas do mar!

Vai dizendo adeus pelo caminho...
Um último adeus, numa viagem de ida
Num sorriso pleno de carinho...e
Um sorriso de adeus também à Vida!

79 comentários:

Peter disse...

"Um sorriso de adeus também à Vida!" ?

Nem penses nisso. Com a vida à tua frente?

nuno disse...

Ó Concha Azul...se fizeres isso... prometo que nunca mais te falo....:-(

Bill disse...

Um caminho unico... Uma só estrada, com poucas paradas e muita historia...

Livre e belo como a vida...

Perfeito

Otima semana pra tu

:*

Joaquim Amândio Santos disse...

"
se me deres a salinidade
viajante no regaço das tuas ondas,
ofereço-te o aconchego
do meu sargaço.

entrelaçarei suavemente
cada gota do teu mar,
acasalando o teu paladar
com a minha sofreguidão!

assim nascerá cheia
a nossa maré.
"

JAS

Ant disse...

Sempre que a vida nos parece no limite, também existem saídas e novos limites... e novos limites... e novos...
Beijo

Femané disse...

NÃO, NÃO E NÃO!!!

“A concha vai emergir
Tenho a certeza disso
Ela vai conseguir
E eu acredito nisso

Repara que amor há muitos
Basta que encontres em ti
Força para escorraçar os fortuitos
E esperar que te amem por ti

Quem não te amou pela cor
E por diferente quereres ser
Há-de um dia mudar de cor
E corar quando entender”

sofialisboa disse...

guarda-a no teu coração! sofialisboa

ABS. disse...

Belo blogger...
Belos versos...

olha, de tão bonito que é, resolvi pegar emprestado uma figura daqui ok?
Espero que não se incomode.

luis valadas disse...

foto tá lindissima.onde a tiraste? uma boa semana...

Cris disse...

Querida Bs, a concha só diz adeus à vida que teve antes, agora tem um oceano imenso para se perder e reencontrar...

Nunca se diz adeus à vida, não temos esse direito.

Bjos

sentidos disse...

Palavras sentidas as tuas...esta carcaça que usámos é apenas temporária, pois, é no infinito a nossa alma vaguia e pertence.
Que as estelas iluminem o teu caminho...

Um sopro sentido

Ana Abreu disse...

NÃO!!!

Depois de tudo o que já li neste blog sei que a conha azul tem força para ultrapassar isto e muito mais, e que a única coisa que vai abandonar é essa vontade de dizer "adeus também à Vida".
Na vida todos temos momentos bons e outros menos bons, aqueles que mais nos fazem sofrer ensinam-nos muito, e ensinam-nos principalmente a crescer e a fortalecer.
Se hoje a vida tem um sabor amargo, basta acreditar que amanhã tudo pode mudar...basta querermos com muita força, pois o sol amanhã volta a nascer.

Beijinhos e até breve
;)

Plum disse...

A concha pode transformar-se num pássaro e voar!abraços mágicos!*

Ana Luar disse...

Eu acho que são sorrisos de vida... e não adeus....
Mas isto sou eu a pensar...

beijo pelo belíssimo momento....

Sindarin disse...

Olá minha linda conchinha! Por certo na tua viagem verás coisas lindas, farás novas amizades e abrir-se-ão perante ti outros horizontes cheios de esperança. É assim o nosso percurso, cheio de incerteza de tristeza, mas mesclado aqui e ali de mto amor e carinho e isso todos sentimos por ti. Não podes desanimar. Mil beijinhos para te acompanharem na viagem. Adorei a foto. Boa semana.

Bruno António disse...

Ahhh... o mar...

Jinhos...

Secreta disse...

Dizer adeus a uma vida que já não quer para si , fecha uma porta e abre outra, assim recomeça uma nova Vida!

pensamentos_vagabundos disse...

lindo e fresco como a tua foto...
beijo vagabundo

Betty Branco Martins disse...

Querida BlueShell

Nas mãos mais nuas amêndoas
na sombra dos lábios
sorri clara
num
adeus - de regresso...

Beijinhos

BoaSemana

Adryka disse...

Olá, sabes que me coloquei aqui de frente da tua pagina e cheguei á conclusão que o rio é o unico que sabe qual o seu destino!...
Beijinhos

Barão da Tróia II disse...

Excelente como sempre. Boa semana

serenidade disse...

Minha querida concha, não te deixes levar até ao ao fundo do mar, vai até lá mas depois volta, ainda tens muito para navegar por esses mares imensos, há tantas surpresas!

Um carinhoso beijo sereno.

Nokinhas disse...

A concha encontrou um rio para a levar até as profundezas do mar... Espero que este rio leve apenas a linda concha a passear, a conhecer o fundo do mar... e que depois volte com ela para...simplesmente a amar...

Beijinho grande!

rui-son disse...

A vida é feita de ciclos, quando um acaba, outro começa. Por isso nunca é adeus à vida, é um recomeço, e recomeço não implica "adeus".

Obrigado por passares lá no meu cantinho, aparece por lá.
Gostei deste teu espaço.

rui-son disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Jonny Kid disse...

um beijo e uma boa semana

Os 3 porquinhos disse...

venho cá pela primeira vez e já vejo um adeus?

AS

farinho disse...

Quando a vida nos fecha uma porta, abre sempre uma janela, espero que tenhas encontrado a tua janela.

Esta musica é linda, uma das minhas preferidas.
Beijocas.

CMatos disse...

... Que esse rio seja então o maior do mundo, cheio de curvas e tortuosos obstáculos, para que a Conchinha nos possa sorrir e mimar por muuuiiiiiiiiiito tempo!

Beijinho

Dreamer_Moon disse...

E se o Mar te acalmar e te trouxer de novo com uma nova alegria de vida? ;)

Beijos de sonhos*

Angela disse...

O mar irá docemente embalar-te para te fazer renascer noutra vida!

As conchas amam o mar!

A música é lindíssima.

Beijinhos.

gato_escaldado disse...

poema muito bonito. Adorei ler...

Beijos

Ana P. disse...

Boa....

Wings disse...

Mas!!!
A concha é eterna, e na junção do rio com o mar renascem de novo para a vida.

Lindissímo como sempre

Bjs

Um Poema disse...

Porquê um "adeus à vida", se vai mergulher no mar, ele próprio fonte de vida?
Um abraço

El Doc disse...

Eu há pouco espero que esta concha azul diga adeus a Vida porque ela achou uma Vida Nova, um caminho novo nas águas mais profundas do mar.

Um grande abraço e beijo, minha querida Concha Azul.

~ El Doc
Just the two of us...

Hindy disse...

Voltei de vez!
Beijinho :o)

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

Blueshel, bluesound. Obrigado pela lágrima (lágrimas da noite, gotas orvalhadas do luar, como a água da chuva, a nos encantar...); e tbm a água dos riachos, contornandos as pedras e percalços do "caminho" rumo ao mar;lindos seus versos são, estão de acordo com o principal universal, do Tao, que espelha seu brilho na natureza. Mto bom ser assim, wei-wu-wei...
"No meio do caminho tinha uma pedra..." (D). Beijos Azuis!

Annie do Japão no Brasil disse...

HeLLo! Passei aqui no seu cantinho e queria dizer que é muito bom ter voce para compartilhar a evolução de nossas vidas, e nesse momento o emagrecimento está em pauta.
Tenho 32 anos, sou brasileira, mais moro no Japão. Adoro escrever e o blog está me ajudando muito! Sempre tive problema com a balança, aos 12 anos pesava 74 k, emagreci e mantive meu peso na casa dos 60k por 10 anos com remédios. Aqui no Japão engordei em 2 meses 20 k,fiquei com quase 80k. Estou emagrecendo e nos blogs tenho encontrado muitas respostas. Faço a dieta dos Pontos.Ainda não tenho filhos. No Brasil sou cabeleireira, aqui operária, mais no momento estou em casa. Estudo japonês, adoro cinema, detesto a xenofobia daqui... Toco piano e violão, viciada em fotografia Me interesso por artes.E tenho muitas Saudades do meu País! Busco a Serenidade. Espero que possamos nos ajudar, beijinhos diet Annie. OBS:também posto poemas, alguns de minha autoria em http://ecoandoparagrafos.blogspot.com

katrina disse...

O mar é um local de vida, aliás "o" local da vida. Nele podes sim encontrar a calma que necessitas nesta fase da tua vida, mas posso te garantir que todas as viagens de ida têm sempre uma volta...e as viagens no mar mesmo nas suas profundezas não são excepção. A vida é tão bela...sorri-lhe sim, mesmo que seja mais cruel do que esperavas, e sempre num desafio, nunca num adeus.jinhuzzz

António disse...

Olá, Isabel!
Um belo poema...mas que me arrepiou!
Por favor não digas adeus à Vida!
Diz:
Viva a Vida!
E vai vivê-la, renovada!

Beijinhos

Anónimo disse...

Na Casa de Maio há um lago que recebe as Conchas de todas as cores... e nunca as deixa partir.
Nunca.

Está bem?

mulher rochedo disse...

Bom dia? É, Bom Dia!
Ainda nos momentos em que tudo parece se perder,
Em que tudo parece sem sentido.

Há vida em ti.
E a vida de cada um tem seu próprio curso,

Temos fases boas e também temos fases más,
As quais as vezes parecem tão demoradas...
Encara teu momento,
Seja ele qual for
Olha a tua realidade de frente,

E vive o melhor que puderes cada momento,
Procura melhorar a cada dia,
E tem muita fé esperança SEMPRE,

Lembre-te que hoje é um dia muito especial,
Melhor que ontem e muito melhor que amanhã,
Hoje tens a oportunidade de fazer as coisas diferentes.
Bom Dia!!!
bjocas doces amiga

Tinoca Laroca disse...

Que Jeová-Deus te abençoe nesse novo trajecto...
T.

Trivialidados disse...

Que bela foto. Só te digo que a vida não têm só uma estrada mas sim muitas por isso têm varias saidas. Ok.

oteudoceolhar disse...

Tantas vezes pensai ser pedar para ser lançada a um charco ou de preferência ao fundo do mar, onde não me importava nada de habitar...mas não sou...ainda que por vezes seja chata como uma. Que nem uma fenix irás renascer...acredita nisso eu tempo e aos poucos por fazes vou renascendo * Obreigada pela visita e pelas palavras. Força. Beijo n´oteudoceolhar **

Desassossego disse...

Sim vai, sente o fundo do Mar e percebe-te, recria-te, reinventa-se... surge ainda mais azul, mais tu, mais forte... prova que és mais do que outro que ama...ama-te...AMA-TE...e agora VIVE-TE...

Um xi grande...

Secreta disse...

Passei por cá e deixo um beijito.

pisconight disse...

Oi!!
Para quê antecipar o final que nos espera? A vida é para ser vivida até ao fim e não temos nunca que acelerar esse mesmo fim.
Vive com vontade e sê feliz!!
;)

pintoribeiro disse...

E eu sigo-te. Bom dia, bjinho,

pandora disse...

Não serei a melhor pessoa, pelo menos neste momento da minha vida, para te deixar palavras de alento... mas sei que nada nem ninguém merece o nosso desalento, a nossa vontade de dizer adeus a tudo e partir! A vida é uma passagem demasiado curta, mas quando se fecha uma porta há sempre janelas que se abrem... não as tranques por dentro e verás que a concha tão azul e bela que és voltará a criar a sua pérola :)
um beijo.

Rui disse...

Quem sabe um inesperado riacho lhe desvia o caminho, levando-a para um outro mar. O seu.

Maria disse...

Quando um rio chega ao mar, não é o final de nada... apenas um recomeço, a certeza de que em breve o calor do sol irá içar bem alto a água que se precipitará de novo sobre as veias do rio... brotando vida ao longo da margens até a um novo recomeço...

diabinho disse...

Olá lindinha.
Espero que não seja a tua despedida, espero que não seja o teu adeus à vida...

A vida é demasiado curta para a desperdiçarmos...

Beijinhos

:LmS: disse...

Este teu poema/conto está relacionado com as mudanças da vida? Ou com o próprio ciclo da mesma? Acho que me escapou algo aqui..

Angel disse...

Conchinha, Conchinha...
Ainda agora nos conhecemos, e já queres ir-te embora??
O fundo do mar é um lugar muito solitário, não irás gostar....
Vai, vê por ti mesma, e volta, renovada e cheia de força!!
Fico à tua espera....

Beijinho grande!!!

meialua disse...

O Mar é uma das coisas que mais me acalma e tranquiliza, vai, mas volta, renovada. Esperamos por ti.
Beijinhos*

O Micróbio II disse...

Faz-me lembrar o velho ditado: "Há mar e mar, há ir e voltar"!! :-)

mulher rochedo disse...

Felicidade não tem peso,
nem tem medida,
não pode ser comprada,
não se empresta, não se toma emprestada,
não resiste a cálculos, porque não material,
nos padrões materiais do nosso mundo.
Só pode ser legítima.
Felicidade falsa não é felicidade, é ilusão.
Mas, se eu soubesse fazer contas na medida do bem,
diria que a felicidade pode ter tamanho,
pode ser grande, pequena,
cabendo nas conchas da mão,
ou ser do tamanhão do mundo.
Felicidade é sabedoria, esperança,
vontade de ir, vontade de ficar,
presente, passado, futuro.
Felicidade é confiança:
fé e crença,
trabalho e ação.
Não se pode ter pressa de ser feliz,
porque a felicidade vem devagarinho,
como quem não quer nada.
Ser feliz não depende de dinheiro,
não depende de saúde,
nem de poder.
Felicidade não é fruto da ostentação,
nem do luxo.
Felicidade é desprendimento,
não é ambição.
Só é feliz quem sabe suportar, perder,
sofrer e perdoar.
Só é feliz quem sabe, sobretudo, amar.
Bom fim semana minha amiga , bjos

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

O tempo passa, a vida esmorece, mas…

No compasso lento das horas
Numa corrida contra o tempo
Marco presença mesmo
Que seja só para desejar
BOM FIM DE SEMANA!!!

Beijos
Nadir

Nilson Barcelli disse...

Já tinha lido mas, pelos vistos, tinha-me esquecido de comentar... vai agora.

Claro que a concha teria de regressar para o seu mar através do rio. Eu já sabia, no poema anterior, que isso ia acontecer.
Mas estás completamente errada quando dizes, no final, "um sorriso de adeus também à Vida!". Eu acho que a concha vai ao encontro de uma vida melhor, no seu ambiente natural. Provavelmente sem deslumbramentos e tantas emoções como ela encontrou na floresta. Mas aí ela não sobreviveria, enquanto que no mar ela tem todas as condições para levar uma vida calma e feliz.
Daqui a um mês ou dois, vais visitá-la. Nessa altura, queria que escrevesses outro poema para dizer como é que ela se sente de novo em casa.

Bom fim-de-semana.
Um beijo.

Guilherme F disse...

Cheguei aqui por acaso, mas gostei. Muito. Gostei das palavras, as tuas, simples.
Também me pareceu que as tuas palavras servem de hepitáfio para a condição humana...? Será que vi bem?
Gostei muito.
bj
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

maresia_mar disse...

Olá
a vida é tão preciosa que não nos podemos despedir dela nunca.. Gostei muito deste poema.
Bjhs com sabor a maresia. Bom fds

Martuxa disse...

A vida é como um rio que vai correndo =)
Sorrisos

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

"...adeus à vida...", porquê???
Quando a vida ainda tem tanto para oferecer, mesmo que hoje te sintas que não vale a pena, acredita que o amanhã virá e o sol voltará a brilhar.
Desejo-te um lindo fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.

Sindarin disse...

Olá minha querida amiguinha! Espero k te sintas mais animada, e menos desiludida. Afinal nenhum amor ou desgosto valerá a tua preciosíssima vida. Lembra-te k um dia voltarás a sorrir e quem sabe a amar e nesse dia embora nunca esqueças o passado, sentirás uma certa alegria, um orgulho por ter conseguido ser forte para viveres esse momento precioso. De mim para ti um enorme beijo de solidariedade e todo o apoio de k necessites. Sê superior...às vezes o que desjam é ver-nos por baixo e esse prazer ñ se deve dar. Milhões de beijos e bom fim de semana. Desculpa se disse algo que não devia mas custa-me saber-te triste.

Jofre Alves disse...

A blogosfera é um mundo que partilhamos com objectivos marcados e sólidos, e que nos entra pela casa dentro.Neste blogue entro para a sala como convidado bem recebido e assisto, satisfeito e prazenteiro ao quanto de bom e belo se faz, sobretudo aqui, onde tudo é agradável. Ao despedi-me satisfeito desejo bom fim-de-semana.

Endless... disse...

"Ao encontro do mar"

Todas as coisas nesta vida têm o seu lugar! ;)

Beijinhos

http://suinoecultura.blogs.sapo.pt disse...

Hoje é dia de comentar, por isso aqui estou. Bom, o que dizer da sua escrita... Já sei, adoro! Pronto, não adianta estar aqui com rodreguinhos e fintas, escreve sempre muito bem. Sim, de tal forma que nunca me canso de ler. Sabe o que vou fazer? Eu digo-lhe, até para não ficar com a pulga atrás da orelha... Vou ler o que tenho perdido por não ter tido tempo de ler. Até já ou até breve, fica desde já combinado que volto também noutro dia depois de almoço e enquanto estiver a fazer a digestão. Obrigado.

Amaral disse...

"Um sorriso pleno de carinho" - que coisa boa!
Tranquilamente, a Vida vai fluindo, numa viagem sem fim...

margusta disse...

Querida Blue,
...o meu tempo para a net tem sido muito pouco ou nenhum, por isso peço desculpa pela ausência.
Beijinhos e obrigada pelo carinho.
Bom fim de semana!

Blue...vai ler a minha história da "Maresia"...

Fiquei apreensiva com este teu poema...tão triste, não desistas Blue

Beijo grandeeeeeeeeeeeeeee!

Velutha disse...

Minha Querida

Este poema é muito triste e espero que não seja inspirado naquilo que sentes ou vives. Creio, porém, que o poeta e o indvíduo não vivem desligados e estás a sofrer. Ânimo, força,sai desse abismo e vive a vida. Hoje podes não ver o sol mas ele não desapareceu. Há muitos sóis na nossa vida.
Beijinhos

xmymindx disse...

as conchinhas resistem à força da natureza! Nd d desistir! O sol brilha pra todas as conchinhas!
*bjs*

Dae-su Oh disse...

Ficarei feliz no dia que escreveres sobre as alegrias e a felicidade que é viver.

Animo :)

Tiago disse...

com o sorriso de Vida, a concha sorri na sua ida, Partida, encolhida, mas nao a quero vencida.

muitos beijos conchinha azul e bom fds
Tiago

Su disse...

deixo.te jocas maradas de a.mar

legivel disse...

Vou dizendo adeus à vida
à vida que vou vivendo;
mas não é de despedida,
de viver não me arrependo.


beijos e óptimo fim-de-semana!

Lord of Erewhon disse...

Este post está muito bem.

Pierrot disse...

Se me ficasse por esta leitura ficaria muito triste sabias!?

Bonito poema mas jamais dizer adeus à vida!

Bjos daqui
Eugénio