sábado, outubro 22, 2011

Sem ti!

dez1

(Foto de BlueShell)

Debrucei-me sobre a minha imensa solidão…
E, em baixo, no reflexo do Tempo
Não me reconheci!


Do alto da minha solidão eu soube então
Que não sei viver sem ti!


dez

(Foto de BlueShell)

112 comentários:

parole disse...

Do alto enxerga-se mais...
Belo poema-reflexão e belas fotos.Adorei :)

Beijos

Lucia Luz disse...

Blue Shell
Seu post me fez lembrar de minha mãe essa semana. Ela tem 86 anos e foi imensamente feliz com meu pai por 64 anos. Há 3 anos ele se foi. As saudades são enormes e ela chora sentindo a falta dele. Diz, como você, que não sabe viver sem ele.
É um vazio que não pode ser preenchido...
Beijo no seu coração.
Bom vie aqui

Olinda Melo disse...

BlueShell

As tuas palavras aliadas às fotos, lindíssimas,convidam-nos a provar um pouco dessa solidão, fazer dela um lugar para se estar e... vencê-la.

Não me canso da tua escrita. Estive a ler os teus dois últimos posts e aquilo que nos transmites é realmente sublime.

Beijos e um grande apertadíssimo.

Olinda

Olinda Melo disse...

rectificação :)

...'um grande abraço apertadíssimo'

acácia rubra disse...

Se as palavras me emocionaram, as fotos também. A solidez das árvores e o o vazio do banco. A deformação dos troncos com que a vida nos premeia.

Mais do que a própria solidão, a consciência dessa solidão corrói.

Bom fim de semana

Beijo

lis disse...

Saio a procura de inspiração e aqui é um dos meus paraísos Blue
debruçar-se sobre a solidão ...
e sair-se incólume, impossível rsrs
paisagens campestres ,belas demais.
deixo um abraço

Mona Lisa disse...

Olá

Tocou-me o teu poema.

Belíssimo!

AS fotos estão LINDAS!

Bjs.

Vieira Calado disse...

Os recantos belos como os que mostra, são apaziguadores
e, muitas vezes trazem-nos a serenidade necessária para melhor ver a realidade!

Bjsss

Leonice disse...

BlueShell
Fiquei imensamente feliz por sua visita, volte sempre será um prazer recebe-la!
Sim amiga Deus está sempre conosco e é justamente na dor que ele segura nossa mão, dando-nos força

Seu Cantinho é de uma beleza imensa que toca a Alma, li alguns poemas são lindos!!
A música me emocionou muito, voltarei sempre
Um grande abraço e que a Paz e a Luz estejam sempre presente em
sua vida!

Maria disse...

Lindissimo poema. Quantas vezes estamos sós mesmo tendo uma multidão à nossa volta.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Gina disse...

Vim agradecer sua visita e desejar que continue inspirada com tudo de bom que essa vida tem a lhe oferecer.
Bom final de semana!

Just Who I Am disse...

Hello sweet lady,thanks for your visit and lovely comment .Wish you a great weekend and a big kiss from me for you .
Elisabeth

Como as Cerejas da Minha Janela... disse...

Oi, Blue, querida!
Primeiro, queria te agradecer por falar de algo tão pessoal e doído pra voce no momento, comigo, que mal acabamos de nos conhecer. Obrigada pela confiança.
Sinto o seu amor verdadeiro por ele, e se tiver fé, esperança e otimismo, passará por esses momentos de uma forma melhor.
Não quero falar muito...
Me deixe seu email lá no meu blog.

Saiba que há pessoas que te rodeiam e que te amam e que neste momento estão lhe enviando muita luz e força para ajudá-la neste momento. Fique em paz e não se deixe esmorecer...acredite...esperança...fé...
Beijos com carinho
Liz

OutrosEncantos disse...

"all alone" [almost].... you have friends, dear. you are not alone :))

escreves tão bem, blueshell!
hoje venho com tempo para te agradecer o carinho, para te ler, te conhecer um pouco melhor e logo me deparo com um poema belissimo de uma solidão comum a tantos de nós :), superar [mt fácil dizer...]é o primeiro passo importante:)
também para te dizer que caminhei por esses lugares quando meninha, algumas vezes : Canas de Senhorim, Nelas... :))

beijinho amiga, gosto de ver-te por lá.

Pedro Ojeda Escudero disse...

Qué triste todo cuando nos falta alguien importante.
Besos.

lino disse...

Lindíssimos, poema e imagens!
Beijinho

Andre Martin disse...

Às vezes acontece...
Aliás, não muito raro...
... De a gente não se reconhecer quando se vê.
Mas o mais importante disto,
mesmo sem o auto-reconhecimento,
e se perceber como parte da inerente solidão em si mesmo!

Lindas todas estas suas últimas fotos! Pena que não nos permite colecionar!...
Sugestão, "assine" num cantinho das fotos, e libere-as para seus leitores, pelo menos para aqueles que se interessam em ter um papel de parede destes na tela de seu computador. rs

Parapeito disse...

que foto linda...e as palavras..tão sentidas..quem nao as entende!
brisas doces para ti****

Betty Manousos@ Cut and Dry disse...

such beautiful captures!

love them!
well done:)

hope you're having a great weekend!

GarçaReal disse...

Quando a solidão é companheira e a saudade espreita sentimos como faz falta o amor que nos ilumina o coração.

As fotos são belas, principalmente a 1ª.

Muito belo este teu post.

Um bom domingo

Bjgrande do Lago

difusosreflexos disse...

Entendo, compreendo ... sei da solidão, mesmo estando rodeada de gente.

But... you are not alone
I'm here with you
Though you're far away
I'm here to stay...

Michael Jackson???

Beijinho

Ana Sofia

Kilauea Poetry disse...

Thank you for the inspiration!! Powerful thoughts- lovely reflective image!! I've been a friend of loneliness..
wishing you a wonderful weekend~

C Valente disse...

Realista, triste e belo.
Boa noite e bom domingo
Saudações amigas

Josiana Leite disse...

Que lindo e ainda com essa fotos muito bom, bom conhecer seu blog, grande abraço.
josiana leite - Decorafino

diane b disse...

Your blog is full of beautiful pictures and prose but also sadness. I'm not sure why but guess that you have lost a loved one. I feel for you.

LopesCa disse...

Adorei a foto do banco :)

Flor de Jasmim disse...

Blue
As tuas palavras fizeram-me sentir um aperto, aquele aperto, tu sabes amiga, conseguiram que eu voltasse atras no tempo e reviver a minha solidão de uns nos atras depois do meu falecido marido partir para sempre, o banco vazio diz-me tanto.
Beijinho muito muito grande

Carla Fernanda disse...

Triste e duro Stell. Viver sem ti! Isso não pode aconecer pois quando algo noa é caro e amado voltará em tudo que cremos, sentimos e vemos.... e continuará conosco....sempre....se não presente em carne, eternamente e espiritualmente...
Beijos,
Carla

elvira carvalho disse...

Salvo raras excepções a solidão não é boa companhia. É sempre amarga e dolorosa.
As fotos são muito bonitas.
Um abraço e bom Domingo

Vítor Fernandes disse...

Não só o texto. As fotos também estão lindas.

Luna Sanchez disse...

E o contraste do tamanho e da força da árvore com a fragilidade do banco, dá ainda mais nitidez à sensação de como somos pequenos...

Beijo, flor.

Achei lindo demais isso tudo.

Maria disse...

Hoje, a esta hora, posso dizer que há oito anos pensava como tu.
Hoje digo que a gente habitua-se... e que o tempo tudo atenua.
Entende isto apenas como um desabafo, BlueShell. Sei exactamente o que estás a passar.

Um abraço forte.

Hugo Nofx disse...

UaU! Tão simples e tão verdadeiro! Gosto muito!
beijinhos.

Celina Dutra disse...

O triste também pode ser belo. É o caso, poema e fotos belíssimas e tristes, Tente povoar-se de você, para não se entregar à dor de solidão.
Girassóis nos seus dias. Beijos

OutrosEncantos disse...

oh Blue Shell, lamento tanto.
penso no entanto que a tua solidão não é aquela que imaginei ao ler o teu belo poema.
talvez ela seja aquela que se traduz em: é na hora da verdade que sabemos com quem podemos contar..., onde estão os amigos :)
seja ela qual for, a sensação de estar só [não solitátio por opção], é das maiores dores.
te abraço, Blue Shell.
até logo.

Sunray Gardens disse...

Thanks for stopping by and I am following back.
Cher Sunray Gardens

Isamar disse...

Um pequenino poema que nos diz tanto!!!
Apesar de perpassado de nostalgia é um poema de amor dedicado a alguém que continuas a amar muito e que desejas ter a teu lado por muitos anos.
Força, minha amiga,as tuas palavras revelam um ser humano muito bonito por quem temos muita estima.

Beijinhos e um abracinho muito apertado.

Bem-hajas!

Carina Rocha disse...

Poema grandioso nas palavras transmitidas, gosto, gosto e gosto =)

PS: As fotos são lindíssimas também!

DE-PROPOSITO disse...

'a minha imensa solidão'
------
Muitas vezes, a solidão é uma companhia.
--------
Tudo de bom por aí.
Felicidades.
Manuel

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.Tu nunca estaras sola,Tu caracter,y tu forma de ver la vida siempre te estaram acompañando.
Estoy seguro qque la literatura és otro de tus más fieles aconpañantes.
Un fuerte beso
Juan

vitorchuvashortstories disse...

Olá, BlueShell!

Depois de ler o teu tocante poema, intuindo aquilo que nele pareces querer dizer, fica-se assim sem jeito, sem saber muito bem o que te dizer.Fica o abraço amigo e sincero, e não desistas, nunca.

Beijinhos; bom restinho de domingo.

Vitor

Nilson Barcelli disse...

Mais vale tarde do que nunca saber que não sabes...
Querida amiga Conchinha, tem um bom resto de domingo e boa semana.
Beijos.

Sam disse...

Hello Blueshell, you have a beautiful, inspirational site. i really like the photographs teamed with thoughtful verses.

Flor de Jasmim disse...

Blue
Existem dores na minha vida que nunca passam, apenas tenho que conseguir sobreviver com elas, são algumas as dores que me companham para o resto da vida, apenas existem alguns momentos bons, outros nem tanto. Eu sou feliz com o meu "folha seca" acredita.
Tu não me entristeceste amiga, eu já sou triste por natureza, mas estás a viver momentos de tristeza a que não consigo ficar alheia.
Beijinho e uma flor

mfc disse...

Tudo está ali dito de uma forma linda, temerosa e suplicante!
Beijinhos...

SAM disse...

Querida amiga,

Maravilha de post reflexão e foto. Nem todos chegam a tempo nesta conclusão ou se adequada ou não.


Beijos com carinho doce amiga! Uma bela semana!

Marly Bastos disse...

Felizmente o tempo ensina que a gente pode sofrer, mas nao morre de amor. Apenas vive menos, menos intensamente, meio sem asas para voar nossa felidade. Mas vivemos!
Lindo poema
Beijoka doces e uma boa semana

oteador disse...

la foto del banco es muy expresiva para ese texto; pensar en la falta refuerza el valor. saludos

Runa disse...

Por detrás das palavras tristes e solitárias, deixas transparecer uma profunda sensibilidade e uma grande alma poética.

Abraço

Runa

Fê-blue bird disse...

Parabéns, a junção perfeita das palavras com as fotos.
Solidão, palavra que só quem a vive compreende.

beijinhos

Tunin disse...

Lindo! Como chamou-me a atenção. Parabéns.

Rodrigo Passos disse...

Todo o segredo da arte é talvez saber ordenar as emoções desordenadas, mas ordená-las de tal modo que se faça sentir ainda melhor a desordem.
Charles Ramuz

Roberta Maia disse...

Olá Blue Shell!!

Que MARAVILHA seu cantinho, poesia e paisagens, tudo o que amo!!Obrigada pela visita no Reino Animal!!

Gostaria de saber como faço para seguir você pois não quero de perder de vista,não achei o gadget de seguidor,rs!!
http://muitaluz2011.blogspot.com/

Fica com Deus!!
Paz e Luz!!

difusosreflexos disse...

Boa semana amiga BlueShell.
Oxalá tudo corra pelo melhor.

Beijinho

Ana Sofia

Eva disse...

Que maravilha Blue Shell, amei esse post, a poesia das imagens e do texto, belissimos, parabéns! bjinhos, boa semana!

Canto da Boca disse...

Blue, um poema-declaração, que nos dá no mínimo duas possibilidades, e quero relevar apenas uma, o não saber viver sem si mesma; na vida aprendi que uma certa resiliência é necessária. E o demais, o demais, vamos administrando.

Obrigada por estares no Canto, é sempre um grande prazer te receber.
Um beijo e ótima semana!

;)

CEM PALAVRAS disse...

Pequeno,profundo e bonito. Pena que tão triste.
muitos beijos

Diva L. disse...

Nossa, imagens e textos se fundem e nos envolvem. Quanta profundidade...Simplesmente lindo!

Bjo grande, abraço na alma e boa semaninha.
Diva L.

Rafeiro Perfumado disse...

Já tive esse pensamento em relação ao oxigénio...

Bob Bushell disse...

I love the bench, well done.

Joop Zand disse...

i like these words in combination with the picture very much..... very nice done BlueShell.

hugs and kisses Joop

Catarina disse...

Gostei do poema e gostei da foto, seguidora número 100!
Obrigada!!!!!!!!!!!!! : ) É mesmo para se comemorar. : )

Joaquim Candeias disse...

heheh Agora quem ficou com inveja fui eu, ou seja, também estou a pecar.
Adorei o blogue nesta primeira impressão mas tenho aqui muito para ver.
Estou agora a pensar juntar fotografia (que é o meu hobi)com a poesia, vamos ver o que vai sair.
Obrigado pela visita e comentários no meu blogue. Voltarei a ver as novidades.
bj.

SOL da Esteva disse...

Blue Shell

Querida Amiga
Dizer que o teu Poema e Imagens trazem Paz e Calma, parece ser um paradoxo; mas me apaziguou a Alma.
A solidão e o tempo só são penosos quando a Vida é vazia e sem Amor.


Beijos

SOL

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito bem!...

Gostei muito do vazio que a primeira foto nos transmite!

Pitanga Doce disse...

Este banco de jardim ainda voltará a ver dois, tocando a vida em frente. Juntos!

beijos pitangueiros

Sandra Botelho disse...

Que seja presença o amor e jamais solidão...
A solidão separa as almas de seus bem quereres.
Bjos achocolatados

Lilazdavioleta disse...

Blue Shell ,

há quantos anos deixei pegadas neste recanto ?!

As fotos continuam óptimas e belo o seu dizer .


Um beijo ,
Maria

manuela barroso disse...

E...pudera eu estar aí, e num abraço, dizer- te o que as palavras jamais conseguem! E minorar a tua solidão com a presença de um ombro amigo como o afago da sombra de uma árvore no cansaço de mais um dia.
E a tua poesia, é imensa, intensa.
Ficarei sentada nesse banco à tua espera, colhendo vozes de silêncios.
Sou além de mais alguém, mas aqui para te ouvir!
Grande abraço, Isabel

Fred Alton disse...

I am learning ... mucho obrigado for the beautiful pictures of solitude. Loved it. It reminded me of an old hymn - "I come To The Garden Alone".

O Profeta disse...

Senti nos pés o pulsar da ilha
Um farol avisa o longe do perto
A lava encoberta na costa dormente
Sete rumos e apenas um certo

Neste Mar senti a vontade de prantear
A nudez da noite no encontro do silêncio total
Encobriu meu pranto das estrelas
Uma zombeteira Lua marcou no dia o encontro final

Mágico beijo

Lilá(s) disse...

Belo poema, acompanhado de uma linda imagem!
Também já cheguei á mesma conclusão que tu, e isso me assusta, senti um arrepio ao ler-te...
Bjs

JPD disse...

Boa noite Blue Shell

Faço votos para que este belíssimo poema não seja um libreto para um requien de alguém muito especial para ti.

Bjs

Pastor Dennis disse...

You wrote these poems? I used the "Google" translator to read this and it is very beautiful; as are the photographs.

Paula disse...

Poema e fotografias muito lindas!
Mas nunca estamos verdadeiramente sozinhos, acredita!
:)

retrato... disse...

as palavras são a fonte do nosso sentir e aqui, aqui deixas bem expresso o teu sentir, o teu querer.

obrigado pela tua visita e comentário no meu blog.
(se clicares nos palcos, consegues ler em tamanho grande).

bj...nho

Moonlight disse...

Minha querida,

Na solidão reencontramos o que perdemos e lembramos que mesmo que o tempo passe...muitas são as vezes que voltamos a lembrar o que perdemos e jamais saberiamos viver sem nós mesmas,sem a anossa essencia,o nosso pulsar...
Lindas as fotos!

Bjinho cheio de luar

São disse...

Comovente , o post, com ligação perfeita entre o texto e a foto!

Mas a solidão também é boa companhia, sabes?

Um abraço apertado.

Mariangela disse...

Obrigada pela sua visita no meu blog, gostei muito do seu comentário!
E vim conhecer o seu e achei lindíssimo!
Mas infelizmente a solidão nos rodeia, e tentaremos sempre fazer dela momentos prazeirosos, buscando a felicidade nas pequeninas coisas.
Um beijo e fica com Deus!
Mariangela

Fa menor disse...

Belíssimas fotos! Belíssimas palavras!

Bjinhs

Leninha disse...

Tuas palavras,Isabel,tocaram fundo o meu coração e eu atravessaria de bom grado o oceano e me sentaria ao teu lado,para que não mais sentisses solidão...como é impossível,contento-me em oferecer-te minhas palavras e meu carinho.
Bjssssss,
Leninha

Mar Arável disse...

Por vezes só

mas nunca isolado

Laura disse...

Olá minha querida!

Já perdi muitas pessoas queridas ao longo da vida, vivi uma separação, mas aprendi a buscar forças na oração. Só eu, o céu por limite, e como me faz bem estar na minha janela, olhando a maior estrela que está sempre por perto, e desfilando minhas dores e esperanças...não peço só para mim, peço para todos os que sofrem, para todos os que vivem em solidão, e de repente, deixo de me sentir só, minha alma mergulha num mundo à parte e sinto que consigo aguentar a vida com estes momentos de paz...

Um grande e terno abraço


da laura

Fátima disse...

Olá,

E o Tempo reflete tanto e há tantas histórias.
E foi tão bom bom ler tua linda poesia!!

Beijo meu

© Piedade Araújo Sol disse...

palavras sentidas.

imagens verdes da cor da esperança, que não deve morrer.

um beij

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, voltei para te (re)ler e para te desejar um bom resto de semana.
Beijos.

Ana Tapadas disse...

Muito condensado e cheio de sentidos. Assim gosto de ler poesia. As fotos são muito adequadas.

bjs

Paulo V. Pereira disse...

Dependências... Sim, pq essas todas as temos!

Bjs

heretico disse...

nao há perspectiva sem distância...

beijo

claudiaymarques disse...

Blue voltando aqui docinho para te deixar beijos de boa noite...e que Deus esteja sempre ai pertinho de tí te confortando e te dando forças sempre...
titi

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.Tu eres joven y quizas no conociste esos trenes,yo con mis añoranzas los recuerdos perfectamente,eran lentos ruidosos e incómodos,a veces a traves de las ventanillas entrada el humo y partículas de carbon,ahora visto a traves de las distáncias me parace emocionante y añoro algo,quizas sea mi perdida juventud.
Hoy me toco escribir el editorial.
Un fuerte abrazo

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga.

Lindo!!
Reconhecer o amor e ficar junto, é tudo.

Beijos.

dianne disse...

Beautiful images dear blueshell and a heartfelt poem.
Beijos
xoxoxo ♡

Mr. Paparazzo disse...

Nice place to have a rest. Good photos, I like them.

Ann disse...

Lovely pics...

That image of a single bench in the middle of the woods gives me a feeling of melancholy. Although it can be a bench for resting while appreciating the lovely surrounding.

Art disse...

Fantastic pictures and poem!

Benó disse...

Há que viver mesmo penosamente.Recordar poderá servir de lenimento.
Gostei de aqui voltar.
O resto de uma boa semana.

manuela barroso disse...

E hoje passei para te deixar um abraço com o Pavlova! É muito fácil.Depois tem a vantagem de cortares no açúcar ou usar as natas magras. E se reduzires às natas...melhor...Mas já não é a mesma coisa.Verás o melhor.
Foi com o carinho que posso dar-te daqui. E dispõe, amiga!
E me vou com a chuva!
Que ela seja bênção para ti
bji

Vera Lúcia disse...

A solidão dói, mas seria um bom lenitivo buscar companhia nas doces lembranças.
Muito lindo!
Beijos.

Carla Fernanda disse...

Acredito qu poucos tem a felicidade de encontrar o verdadeiro amor amiga.
Parabéns!
Beijos!

Sérgio Pontes disse...

Passei para deixar um beijinho, gostei do post =)

intimidades disse...

lindo

Bjinhos
Paula

Helena Chiarello disse...

A solidão e a falta de quem se ama...
Sempre achei que os poemas tristes são os mais bonitos!...

Um beijo!

Aleatoriamente disse...

Até num poema tão profundo, consigo exergar um SOL.
Escreves tão lindo.

Beijinho amada

Ma Ferreira disse...

Um poema nao precisa ser complexo.


O seu e simple..e por isso belo.
Amei o poema e as imagens que o emolduram.

Muito bom te receber em meu blog. Obrigada.
Gostaria de seguir vc, mas nao vejo espaco para seguidores aqui..pena.

Dia de paz a vc!!

aflores disse...

Já alguém disse um dia: «se podia viver sem ti? Claro que podia. Mas... não era a mesma coisa»

;):)


Tudo de bom.

Gostei das fotos.

Quanto à fotógrafa do meu post só podia ser mesmo uma @ Flores....é minha sobrinha!

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.Si al ver la fotografia te produjo esas emociones tan poéticas,mi lejano ego hacen subir mi vanidad.
Un fuerte abrazo

manuela barroso disse...

Isabel, antes do meu passeio de domingo, vim deixar-te um bji e que peço a este sol com calor e Amor do Universo, que te façam transformar as palavras magoadas nas possíveis palavras feitas de sorrisos.
Aquele abraço, de presença!

Oxalá gostes da receita. Foi com muito carinho. O "bolo é mais vistoso" mas gosto mais do rolo...

Elisa T. Campos disse...

Tudo tudo lindo.
Seu poema e as fotos
bjs

JUAN FUENTES disse...

Tu amas a la naturaleza y a tus amigos,tu reparte parte de ese amor,
pero a pesar de ello permanece intacto.
Siempre espero con anciedad tus comentários a mi foto.
Un fuerte abrazo
Juan

David C. disse...

directa expresión de amor.

Sandra disse...

i love the bench photo. thank you for your compliments and i am glad my post made you feel merry