domingo, abril 17, 2005

AGORA...AO INVÉS: ( Tem a ver com o poema anterior...)

cereja
(foto de BlueShell

Se tu me quisesses... ter-me-ias tido
E teria sido mais do que “alguém”...
Mais do que a noite na espera do dia,
Mais do que sonho e fantasia...

Mas não me quiseste...
[E, na distância, ecoa a dor
Que, não fingida, toda é sentida...]

Se tu me quisesses... ter-me-ias tido
A toda a hora, a qualquer instante...
Num leito só nosso
Com lençóis de linho...
Pleno de gestos, sim,
Tímidos...lascivos!
Carícias nuas
De preconceitos,
Suaves toques...
Leves gemidos...

Mas não me quiseste...
[Não o bastante para teres
Em mim o amor, a companheira
A amante!]

Se tu me quisesses...

47 comentários:

wind disse...

Gostei:) beijos

ognid disse...

bonitos, o poema e a foto :) e será que não quer mesmo, conchinha? beijos

Pink disse...

Belíssimo post! Poema e foto lindíssimos. Se não quiz ... se calhar também não te merecia! Que se dane! Parte para outra! Um beijo e uma boa semana.

AS disse...

Um beijo Poeta!...

António disse...

Curiosa o ideia de inverter o papel dos personagens em relação ao poema anterior.
Muito bem!
Jinhos

Anónimo disse...

hmmm
pois..

um beijo doce*******
b noite
Rose

MWoman disse...

Duas maneiras, duas perspectivas de uma mesma circunstância! Belo exercício de escrita! Beijo

lili disse...

Lindo poema! cheia de sentimentos...adorei a foto das cerejeiras floridas(Sakura)...um grande beijo pra ti! Nalini

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BlueShell disse...

E quem és tu...que exercitas, assim, tua escrita?
BLUESHELL

Anónimo disse...

Doçura, responda-me: a minha escrita é tão
ruim assim?

Vênus disse...

BShell, gostei da inversão e
belíssimas as palavras do comentário..."Anônimo"
Uma ótima semana.
BJS

AS disse...

" Se a palavra se reparte
Em oposição directa
Será apenas só arte?
Ou a dúvida do Poeta!...

Um beijo e boa semana!...

BlueShell disse...

Anónimo: pelo contrário...belíssima escrita!

Frog: Tu és demais, rapaz...não páras de me surpreender pela tua perspicácia! beijos,
BlueShell

paperl life disse...

Olá Conchinha.

Parece que estás bem. fio feliz.

Belo conjunto.

Beijos.

M.

meialua disse...

Adorei os poemas.
Os dois :o)
Jinhos*

looking4good disse...

Obrigado pela sua visita ao meu blog nothingandall. Foi da maneira que passei a conhecer o seu, sem dúvida merecedor de novas visitas.

Amaral disse...

Como vês, a tua liberdade é também a liberdade que o outro tem!
Isso é muito importante não esqueceres.
Nada pode, nem deve, ser feito contra a vontade de ninguém.
A livre opção não pode ser só para nós! A tua grandeza espiritual revela-se aí - saberes, com segurança e sinceridade, respeitar as opções alheias, sentindo que essas opções poderão ter sido O MELHOR para quem as praticou, e podem estar no caminho da evolução dessas mesmas pessoas.
Escolheres para si, e respeitares as escolhas dos outros, é a acção mais grandiosa que vais praticar durante toda a tua vida terrena.

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Esta geminação de poemas está muito bem feita e espelha de maneira sublime a falta daquele "match" que se procura. Também me inspirou para um poema que sairá esta semana. Obrigado.
Um beijo
Daniel

Daniel Aladiah disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Daniel Aladiah disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
francis disse...

lindo(como sempre)! beijinhos!!!
:-)

Cakau disse...

Gosto de vir aqui e perder-me nas tuas palavras. Despertam em mim alguns sentimentos que nem eu sei defini-los. Mas gosto. E por isso visito-te e leio-te, em silêncio, admirando as imagens e as mensagens transmitidas.

Beijinho grande *

TMara disse...

Amiga, bela declaração sobre o amor e sua essência, tal e qual o sentes. Bjs e ;) boa semana

Menina_marota disse...

Gosto de ler aqui a tua "voz" na forma de paixão pela escrita, vinda do teu coração...

Adorei ler-te...

Abraço e uma boa semana :-)

Delírio da Loirinha disse...

Adorei ler-te...
:)
Beijinhos doces...

Espectro #999 disse...

Basta de elogios [...] de juízos [...] de comparações [...] a mim só me interessa o momento, e este momento trouxe-me a leitura de algo extraordináriamente envolvente ... Beijos e inté.

andrye disse...

Ola! :) desde já obrigada pela tua visita ao meu blog.o teu ta lindo.este poema ta espectacular,gostei mt.Vou-te linkar ok? Beijokas e boa semana.

Nilson Barcelli disse...

Post anterior (Cadeia de leitura)
Adorei saber que estás a ler 0 «Código do procedimento administrativo». É muito bem feito, pois é um castigo por achares que eu te abandonei e, o que é bem pior, ter recebido ameaças de me ires aos "fagotes", de me teres chamado desgraçado, etc. E, quando o acabares de ler (maldade suprema a que tens direito) vai estar todo mudado...
Mas vou relevar a tua ira para comigo dado que mencionas um autor comum (Milan Kundera).
Das vítimas só conheço o Mocho.

Agora, ao invés...
Não sei quem é ele, mas não sei se merece tão bom poema. Gostei de muitas das tuas palavras e também gostei (gostaria, em vez das tuas ameaças desabridas - daí que a desgraçada és tu) das tuas carícias nuas de preconceitos.

Beijo.

Kadu disse...

Oiiiiiiii, vi teu link em outro cantão e cheguei aqui, o teu blog é bom, poema de
querer, como é que é mesmo? Eu quero, tu
queres, ele quer, é assim? Chega lá no
meu boteco, beba uma pinga e deixe seu
comentário, aí mina voltarei.

Carlos disse...

Textos interessantes e boas fotos. Belo blogue. Parabéns :)

Micas disse...

Duas perspectivas interessantes. Gostei imenso, tanto deste como do anterior. As tuas fotografias são excelentes. Beijinho e boa semana.

catia disse...

ola!
hihi um texto lindo como sempre.
olha ve o artigo no meu blog do dia 18 (hoje), é um desafio.
jinhos

Malae disse...

Hoje não evitei as lágrimas... como se estas palavras também exprimissem o que sinto! obrigada por isso, linda conchinha! um beijinho imenso cheio de amizade. Malae*****************

bin_tex disse...

Acabaste de ser limkada aos meus blogs!

bjs

Carmem L Vilanova disse...

E como nao querer-te, linda e doce BShell? :)
Muitos beijinhos, minha querida!

Cerejinha disse...

Líndíssimos, o poema e a imagem!
Obrigada pela visita :-)

eduardo disse...

Ele há percursos assim, BS.
E da forma como expuseste o teu sentir não vai faltar quem te queira a ti. ;)

Digo eu.

Beijokas. (esta miúda...)

O Micróbio disse...

E tu demonstraste-lhe que querias que ele quisesse?... :-)

Vera Cymbron disse...

Do mais bonito que já te vi escrever.
Jinhos e estou sempre por aqui mesmo que a falta de tempo me impeça de comentar.

augustoM disse...

Ele não disse que queria por ter vergonha, ou por não ter lido o teu poema.
Um beijo. Augusto

isa xana disse...

muito bonito, blueshel, muito bonito mesmo**

nina disse...

teus textos são belissimos
e és uma excelente fotografa.
um beijinho

pipetobacco disse...

{ ...

deixo[-te] um mimo (o de ontem):

[cereja]
em ti carnuda [cereja]
sabor [vermelho] e gosto
em [meus] lábios pintas
demasia em minha boca
semente que fortuna amor
em minha alma dura
em tua forma redonda
agrado reflexo e veludo
em ti suculenta [saboreio]
[cereja]
© de[mente]

beijos*

... }

Litostive disse...

BlueShell... estou viva!
Não tenho comentado... só venho de vez em quando... ando ocupadinha... =/ Estás bem amiga?
Um beijo enorme!!

Miriam

Alvo Luto
http://litostive.blogspot.com

Gabriel disse...

Então era demonstração de força mesmo! Ainda bem!
Desculpe a demora...mas a vida tem um tempo próprio. Ou temos um tempo que é próprio da vida. Não sei.
Bjs na mente

Aran disse...

Porque será que por vezes complicam tudo... bastava somente querer e viver! Gostei muito, beijinhos