sábado, janeiro 21, 2006

FOSTE TUDO ISSO...UM DIA!

pilar55

(foto de BlueShell)

- O que foste para mim?

Foste sol-nascente, chuva, vento e esse mar imenso
Que me faz sorrir quando penso em ti.

Foste meu apoio, meu porto de abrigo
Minha fonte de água fresca que refresca
A sede dos anjos...

Foste meu sonhar de mulher feita menina
E quase sem querer voltei a ser
Pequenina e a crer
No sonho como quem crê na divindade!

Foste meu amparo, minha estrada,
Meu Ver o horizonte,
Meu servo, companheiro,
Foste a ponte que me transportou
Do Nada à felicidade.

22 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

És a minha companhia nas noites de solidão, que me conforta, e aquece o coração, e fazes os meus olhos brilharem com a intensidade de quem gosta do que por aqui lê...

Bjx

Pink disse...

Linda declaração de amor profundo!
Muito belo o poema e bem combinado com a música de fundo e a foto.

Um beijo

Anónimo disse...

...hoje apanhaste-me,derreti-me!!!!Não te digo que gosto...faltas-me!
Esta música é,deixa ver,como eu digo?é muito susceptível,ah!pois é...eh!eh!
Um abraço,apertado,hum!...que bom!estava eu a ouvir a Adriana Calcanhoto(...avião sem asa...)mas já troquei pela tua,já está,e ..
jinhos
M.

JSilvio disse...

* * *
Foi?
e já nao é??

beijosssssss

Peter disse...

"meu sonhar de mulher feita menina", é uma imagem que me seduz, por a aplicar muitas vezes a mim próprio (no masculinno, claro; LOL).

Como vai a gripe?

António disse...

Foste...
No pretérito perfeito (acho que é assim que se diz).
Não no presente.
Será que é mais um belo poema de amor...filial?

Obrigado pela tua visita e pelos comentário.
Volta sempre.

Beijinhos

Amaral disse...

Tudo o "que foi" faz parte da experiência que viveste e que nunca se perderá. O "passado" é isso mesmo: um rol de factos, acontecimentos, gentes e coisas que originaram um acumular de emoções e um despertar de sentimentos. Com "aquilo que foi" ficamos mais ricos e crescemos...

Clitie disse...

"Do nada à felicidade"... é sempre um caminho.

Bjk

Su disse...

adorei ler-te

"Foste a ponte que me transportou
Do Nada à felicidade."

jocas maradas

Silêncios disse...

Felizmente a gripe não te levou a inspiração e fico feliz por te saber feliz...
Já tás boa?Espero bem que sim

¦☆¦Jøhη¦☆¦ disse...

Um autêntico hino ao sentimento do amor!

Beijinho, João.

devaneios disse...

temos sempre algo que é nosso amparo,
algo suave como espuma...
poremmm
a espuma tambem desaparece...
embora nao querendo pensar assim, quero que o meu amparo se torne rijo... ;)

esta muito giro!!!

Vivis disse...

Lindo, cada palavra sentida e transmitida na essência.
Beijo

Keimadela disse...

É tão fácil identificar-me com as coisas simples e lindas que escreves que até me arrepia...sabe tão bem passar essa ponte, e mlehor ainda é olhar para trás e ver a grande difenreça entre viver e sobreviver. Um beijo querida...Numenesse

polittikus disse...

Será o caminho para a felicidade???
Acho q sim.

Carmem L Vilanova disse...

Queridos(as) amigos(as),
Gostava que pudessem dar uma passada lá pelo meu blog para ver o post "Silence... shhh..." que fala de um dos grandes males da blogosfera, da qual fui vítima recente... Espero que, pelo menos, sirva de alerta a todos!!!
Muitos beijos, flores e sorrisos!!!

AS disse...

Todas as manhãs despertas
Com o olhar carregado
De orvalho e estrelas
E um vazio ilimitado´
Que vai do Nada à Felicidade

E, lentamente
O frio ocupa o teu peito
Renasce a memória
Enquanto o sol mergulha
As recordações em oiro...


B.Shel, para ti... com um beijo

Daniel Carvalho disse...

Um beijinho e as melhoras.

Aran disse...

Olá! Gostei de te ler... e as rápidas melhoras!!! Mas com essas companhias a cura vai ser divina!!! ;) beijinhos

meialua disse...

Tão lindo... :))
Beijinhos*

wind disse...

Foi?????????? :)))) beijos

ferrus disse...

Impossível não verter sorrisos ao ler estas palavras. Ser tanta coisa doce por causa de alguém...Parabéns imensos pelas palavras de carinho... mesmo não sendo, o que foi será! Sempre!!!! Beijinhos