terça-feira, janeiro 24, 2006

Há um ano..apenas...

partida00

(foto de BlueShell)

Faz hoje um ano que meu pai partiu deste mundo...

Pai...sei que me podes ouvir
E que sabes que cada dia
Foi dia de pensar em ti, de te sonhar
De novo aqui.

Sabes...porque vês
As lágrimas vertidas e o Tempo que
Nada faz para mitigar a dor,
Acentua a saudade, eleva o amor.

Pai...pudesse estar eu contigo
Uma vez mais que fosse
Para te abraçar, bem forte
E te lembrar que és ainda minha força
E que eu sou
Tua menina, pequenina,
Travessa, Maria-rapaz...

Porém como tu me ensinaste
Sei que serei sempre capaz de vencer
Obstáculos, derrubar muros, cansaços...
Suportar desilusão e dor.
E, sobretudo, serei capaz de amar
Incondicionalmente...sem preconceitos:
Amar todos sem distinção de raça ou cor.

Fica em Paz, pai...
Mas deixa minhas lágrimas correr...
Elas ainda me servem de algum conforto,
Querido pai, meu rochedo, meu abrigo, meu porto!

Fica em Paz...

29 comentários:

Galo Rouco disse...

Sabes BlueSell, a dor da perda e da partida é, quanto amim, aquela que o tempo menos cura.
De uma forma ingrata e impiedosa acentua a nossa saudade, a nossa perda, o nosso amor.
Restanos a certeza que esse alguem passa a estar sempre presente na nossa vida.
beijos

Keimadela disse...

O meu já partiu a algum tempo. Por acaso há muito que pensava escrever um post dedicado a ele, deixo-te aqui uma pequena oração que smepre me marcou muito:

Querido Pai:
Sinto que a tua presença me dá segurança.

Tu fazes coisas maravilhosas e únicas no mundo:
Deus te abençoe.

Sei dos teus cansaços,
conheço os teus sacrificios
e tudo o que fazes
para que a minha vida seja feliz.

Estou-te muito reconhecido.

Quanto recebi
em amor e afecto
tonra-se para mim
um empenhamento
que desejo oferecer-te.

A minha vida prolongará a tua.

Beijo Numenesse

Amaral disse...

Não foste ler o meu post de 20 de Janeiro "a prenda inesperada"! Está lá o comentário que poderia aqui fazer. O amor pode ir muito além daquilo que sentimos, quando "perdemos" alguém…

Peter disse...

"Querido pai, meu rochedo, meu abrigo, meu porto!"

As pessoas que continuam assim a ser lembradas, não morreram, porque permanecem vivas na n/memória.

Desculpa o comentário leviano no blog.

Associo-me à tua dor.

Anónimo disse...

Tenho passado por aqui porque sabia que podia encontrar estas palavras... fazem-me falta.
Este ano já tenho tempo para chorar. É mais fácil assim.

O Ganso!

Sulista disse...

Um Beijinho terno para a BlueShell :-/

musalia disse...

um abraço apertado, eu sei o significado dessa perda.
beijo, BluShell.

Nilson Barcelli disse...

Lembro-me bem.Até me lembro de te ter falado na minha mae...
Linda a tua homenagem.
Beijinhos

boneco sem nome disse...

Lamento!

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

O teu pai estará sempre presente, para além da vida, para além do tempo, mesmo que só em pensamento...

Bjx

contradicoes disse...

Julgo, por mim falo, que só reconhecemos a verdadeira falta que nos fazem quando os perdemos. Em 8 de Outubro de 1992, quando recebi no serviço um telefonema da minha irmã mais velha comunicando-me
o falecimento de meu pai, dei um urro tão sonoro seguido de choro que até os colegas que trabalhavam no último piso do edifício vieram inteirar-se do que se havia passado. Como compreendo cara amiga a tua recordação. Um beijinho do Raul

JSilvio disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
JSilvio disse...

:(
Perder um Pai ou uma Mae é muito dificil, nunca passei por isso, mas perdi ontem minha avó, e ver minha mae sofrer custa imenso. E mesmo assim, não é possivel imaginar o sofrimento que tem :(

Lamento que tenhas perdido teu Pai, mas de certeza que está num local melhor que a Terra.

Beijos

Rosentau disse...

Querida BlueShell só para partilhar contigo...Também eu já perdi o meu pai...Mas tu sabes,o amor prolonga a vida para além de tudo.1 beijo grande com muito carinho.

AS disse...

Querida B.Shel, se olhares hoje para o céu verás uma estrela bem mais brilhante!...

Um beijo grande

Carmem L Vilanova disse...

Querida BShell...
Fico até sem jeito de expressar o meu sorriso e toda minha felicidade diante deste teu post... Bem me lembro de tua agonia passada e é incrível como o tempo passa depressa... já a cumprir um ano de sua viagem...
Sei que está bem, seja onde estiver... pior seriam as dores e o sofrimento, minha querida...nós, em nosso amor egoista desejávamos que estivessem sempre ao nosso lado, a todo custo... mas Deus sabe o que faz, e se assim o fez, foi para protegê-lo de todas as tristezas... nisso creio!
Fica bem, minha linda!
Beijos e flores para ti!

Ricardo disse...

a vida reserva-nos a todos este fim.... há q encará-lo de frente e recordar os momentos bons q vivemos com a pessoa q nos deixou

folhasdemim disse...

Incomparável a tua dor com a minha... mas também eu estou triste.
Restam-nos as recordações.
Beijos, Betty

isa xana disse...

daqui te envio um abraço amigo*

pipetobacco disse...

{ ...

as recordações(, as datas)
afasta-nos (em dias)
mas também nos aproximam
(os sentimentos)
de quem recordamos

coragem amiga

---

hoje
visto-me neste
visto-me neste traje negro que se uso como sinal de luto

© corvo negro

... }

Krummenacker disse...

Um beijo*

Pink disse...

Belo e tocante este poema! o teu pai continua contigo, a ser o teu rochedo, o teu abrigo, o teu porto! Eu acredito nisso.

Um beijo grande.

Musician disse...

Estou certa que o reencontro sera reconfortante!
Um beijo bem carinhoso no teu coraçao*

R/B Estação disse...

Um beijinho grande, apertado, cheio de força.

Silêncios disse...

Sabes...o meu ainda cá está...
mas nunca conseguiria pensar nele ou senti-lo da forma que sentes o teu e a sua ausência...Lamento a tua dor, mas venero o teu sentimento.
Gostava de um dia sentir a mesma coisa, e não esta indiferença, que afinal nem é tão indiferente, ou não me magoaria tanto...
Deixo-te um beijo, e fico contente por estares de volta, espero que completamente restabelecida

Daniel Carvalho disse...

Apenas para deixar um beijinho.
Uma data que não se esquece. O meu bisavô partiria dias depois...
Algo que nos consola: 2 passagens Bíblicas. João 11:25-26 e I Tessalonicenses 4:13-18.

Paulo disse...

O corpo está na terra mas, a essência libertou-se e agora vive livremente lá...donde veio.

Besnico di Roma disse...

Nada que possa dizer aliviará o teu sofrimento, sei-o por experiência própria e ... o tempo não cura...
Com ternura.

Anónimo disse...

ola,é a 1°vez ke vejo o teu blog, confesso ke fikei muito comovida com os teus poemas, sao lindos , e carregados de sentimentos profundos, até pk tb me vejo a mim dentro deles ... tb perdi o meu pai..pior ainda acho ke nunca o tive.e por isso tomei a liberdade de te deixar aki uma frase...Aqueles que amamos nunca morrem; apenas partem antes de nós."