sábado, março 11, 2006

Encruzilhada!

AL

(foto de BlueShell)

Rebolei-me nas palavras...e elas me acariciaram a alma...
Fiz amor com cada sílaba e me senti mulher...


...e o silêncio traduz um céu sem estrelas...um dia sem luz


...que o caminho que piso me conduz
À escuridão de uma existência
Obscura onde o olhar se perde...sem rumo...
Caminho de terra em forma de cruz...



34 comentários:

Musician disse...

Gosto de ti, tens um coraçao lindo*

Andreia Ramos disse...

tens a pureza de um anjo!nao te percas apenas envolve-te!bom fim de semana!beijinho!"

Peter disse...

"conchinha", tanta tristeza ...

JL disse...

As encruzilhadas também nos ajudam a crescer. Tornam-nos maiores na responsabilidade de escolher. Ainda que nos angustiem e façam que o dia tenha, tantas vezes, sabor a noite.

Um beijo
e boa semana

Zecatelhado disse...

Mulher de escrita doçe...

Um GRANDE abração do
Zecatelhado

Lucyflower disse...

É bom demais te ler...muito lindo o que escreves...

Alex disse...

Por vezes é dolorosa a nossa existência…
Mas mesmo assim é bom estar por cá.
Nem que seja só para ler os artigos da BlueShell.
:-)

Bruno António disse...

Olá

Agora já só há rotundas... e então aí para os lados de Viseu! Xiiiiii... Grande Ruas!!! LOL.

Jinhos.

spartakus disse...

( é pá...num fales de bixeu kinda fico mais mal disposto... )

b'dia.

antesdonunca disse...

Como gosto de te ler...apesar de te sentir triste...

spartakus disse...

de BIXEU?...DASSE!!!...passei e passo por cá e num tenho NADA A VER COM ESTA MERDA, PORRA. eu sou pessoa de bem, K'mrd.

Angel disse...

O silêncio arrepia!
********

north disse...

Bem... só pelos textos valia a pena passar de vez em quando, mas só hoje reparei que a maior parte ou quase todas as fotos são "blue shell" Fantástico!! Adorei os enquadramentos e o momento capatado em cada uma delas!!

Amaral disse...

Encruzilhada que só tu podes transformar num caminho de bem-estar. Onde o silêncio deixe ver as estrelas e o sol a brilhar. Onde a escuridão dê lugar à luminosidade que se estenda no além…

Aran disse...

Encruzilhadas... mas seja qual for a decisão, ela será concerteza acertada! Está magnifico este teu texto! Um beijinho grande

Alma de Poeta disse...

Tristes as palavras que transmites no teu poema, em silabas feitas amor, ou ausência dele.
São estas ausências que depois no reencontro, fazem com que tenham outro sentido.
Deixo um beijo com muito carinho

R/B Estação disse...

Beijo para ti tb e desejos de uma semana cheia de paz!
Ah! Obrigado pela musica que aprecio bastante mesmo!!!

canzoada disse...

Amén!

António disse...

Depois do longo comentário que fiz à tua história ficcionada, estive a ver os 3 últimos posts.
São ao teu estilo.
O estilo a que nos habituaste: lindos poemas, muito sentidos e sempre com uma bela fotografia a acompanhar.

Beijinhos

Gil disse...

oises minina linda :)
começo a encontrar o que perdi e já te estou a dar trabalho no reticencias :)

beijocas ;)

Nilson Barcelli disse...

Mas que grande encruzilhada te meteste... Mas, pelo que vi, já terás saído dela...
Mais a sério, gostei muito das tuas palavras. Após tanto tempo sem te ler vejo que continuas em forma.
Beijinhos e boa semana.

aflores disse...

Neste caminhar, ás vezes com algumas encruzilhadas, aparece sempre um sorriso e os votos de uma excelente semana. Agradeço e retribuo visita ao meu cantinho.

papagaio disse...

beijos grandes linda
boas tardes para ti

CMatos disse...

Amiga BlueShell (creio poder tratá-la assim),
Passo por aqui quase diariamente, para ler e reler os textos, e confesso que às vezes fico confuso e demoro um pouco até que eles me digam alguma coisa. Bem sei que não nasci com essa veia (a poeta e espiritual), mas vou fazendo o que posso.
Este é um desses textos, que me deixa às voltas, e voltas (talvez porque tento "olhar" para além das palavras e isso complica muito os sentidos.
Bom o que queria dizer mesmo é que quando "...o olhar se perde...sem rumo..." é porque a mente fervilha de emoções trazidas pelas muitas recordações, boas ou más, fazendo com que esse olhar se vire para dentro, para trás até, na tentativa de agarrar tudo aquilo que não queríamos ter perdido ou que queríamos ter feito... mas quase sempre, quando já estamos tão perto, essa espécie de transe termina abruptamente deixando á nossa frente uma realidade que não desejámos, mas que está ali, para nos abraçar.
Acontece-me tannnnnnnntas vezes...

Beijinho e até amanhã...

ricardo disse...

"caminho de terra em forma de cruz" - uma imagem forte e que, no fundo, resume tudo.

um beijo e que o caminho para lá dessa encruzilhada seja mais azul

lique disse...

A encruzilhada está dentro de ti. Só tu podes escolher o caminho certo, o que te conduza à felicidade.
beijinhos

peciscas disse...

Mas que te poderá abandonar, conchita bonita?

A.J.Faria disse...

Olá, BlueShell!
Obrigado pela tua visita!
Espero que seja frequente doravante.
A vida é sempre uma encruzilhada, porque feita de opções, onde se nos oferece diversos caminhos que poêm à prova o sentido que dou à minha existência!
Bsj

ChuvaNegra disse...

Olha à tua volta! provavelmente até tens alguém ao teu lado para te ajudar a escolher O Caminho...nessa encruzilhada! Só tens de olhar bem à tua volta, minha querida concha azul!!!

365dias disse...

belas fotos...
uma boa semana
bjs

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Cega, surda pelo eco do silêncio, perco-me na escuridão, por entre palavras mudas, que ecoam ainda no meu coração...
Vagueio por elas, sem rumo, sem destino sem razão...

Bjs e boa semana

alfinete de peito disse...

Oh amiga...
Tens razão... mil chibatadas não iriam apagar o nosso erro :(

A tua falta também é sentida no Alfinete...

Os nossos caminho convergem novamente. Afastados sim, mas nunca te esquecemos!

Beijos de toda a equipa do Alfinete!

alfinete de peito disse...

E um luminoso ramo de girassois para ti :D

****

caminante disse...

Sencillamente espléndido tu Blog. Me quedo sin palabras.
Dejé otro comentario en tu Blog.
Un fortisimo abrazo.