sábado, março 25, 2006

Não digas nada...

sereu

(foto de BlueShell)

Desde quando teus olhos deixaram de brilhar? Só agora reparei...onde está o brilho que tinham quando olhavam para mim? Quando mergulhavam bem fundo no meu ser?
E se as palavras que dizes são sem cor...
Se teu olhar-me se transformou e me não consegues ver, e o teu quer-me...se se perdeu algures no Tempo...
Como consegues amar?

Não digas nada.
Não pintes as palavras para me agradar...guarda-as para pintares da cor do amor...quando voltares a amar...

66 comentários:

gato_escaldado disse...

"as palavras estão gastas, meu amor...". quem disse? (lá na "paisagem" não se pensa em tal!...)

beijos

Bemsei disse...

Forte demais, conchinha...e sei que não são palavras realmente sentidas...as que dizes!
Sei...porque sei!

pexeseco disse...

Pintar...!?eu nao pintei nada.
Eu nem cor hoje tenho...
Beijos!

Alvaro Gonçalves disse...

Oi meu anjo,

Gostei!!!
É simples mas cheio de sentimentos.
É triste, pena se te encontras assim, apenas de posso dizer que melhores dias virão.
Obrigado pela tua visita ao horizonte..., o meu cantinho, volta sempre.
Adorei a tua visita.
Tem um resto de um fim de semana bem gostoso e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.


P.S. Até breve!

Luz Dourada disse...

Lindíssimo blog, o teu!
Para além dos textos e poemas, as tuas fotos são espectaculares. Denotam uma sensibilidade muito genuína!
Brigadinha pela visita ao meuzinho!
Beijinhos e que tenhas um óptimo fim de semana, apesar da chuva e do frio nunca mais nos deixar...

BÓLICE disse...

E o rasto que fica
É uma coisa antiga
que a gente tem p'ra dar
E só pode encontrar
Quando morrer a procurar

Salvo pelo amor
Só se pode ser salvo pelo amor
Do sentido perdido ganhador

J.M.B.

bjk & inté

Adryka disse...

Está é mesmo, para aproveitar e para usar ao dar o golpe de misericordia, vou guardá-la:) Beijinhos

lique disse...

Sem amar, tudo em nós embacia. Um dia o brilho volta.
Beijinhos

Yes, Master disse...

Fala-se demais...E Ama-se de menos...

Beijos

Su disse...

eu ando sem brilho....
gostei de ler.te

jocas maradas para esse lado

contradicoes disse...

Liberta a tua tristeza
desse vazio sentido
tu mereces de certeza
um amor compreendido

Um beijinho do Raul

Aran disse...

Lá por não estar o brilho... não quer dizer que se deixou de amar... Existem dias em que não nos sentimos risonhos... quem sabe... Um beijinho grande

Lagoa_Azul disse...

……………

-Amor! Amor! mais devagar!
Não corras tanto assim, que tão ligeira

-Súbito o Amor e o Tempo combinados,
Abrem as asas trémulas ao vento…

- Porque voais assim tão apressado?

Volta-se o Amor e diz com azedume:
- Tende paciência, amigos meus!
Eu sempre tive este costume
De fugir com o Tempo…Adeus! Adeus!

(António Feijó, O amor e o Tempo)

Deixo-te um abraço caloroso e desejo de um bom fds, e beijos com carinho

mixtu disse...

amiga, estou magoado contigo, porque não me deixas falar, eu pretendo dizer algo...
como não me deixas falar, deixo-te aquilo que sinto mas, estou triste, como posso receber um abraço apertado teu se dizes "não digas nada", e hoje que queria convidar-te para ires beber um copo, eu de tinto e tu um branquinho...

Nadie sabe que estoy allí.
Excepto la persona que me espera...

mixtu disse...

... um branquinho numa tasca simpática onde só há velhos que jogam às cartas e a dona, velha também que tem um vinhinho que mais ninguém tem, não é como os outros taberneiros que "baptizam o vinho", e sempre que vou lá ela pergunta, engenheiro quando arranja uma menina para fazer-lhe companhia ou para deixar de cá vir, e eu, Não sei se haverá alguém que goste de branquinho de 14º,
"Si yo tuviera alas, surcaría tus sueños,
para llevarte volando, por el inmenso cielo
a un lugar donde juntos compartiéramos el tiempo,
un tiempo plácido y bello, un tiempo que fuera nuestro,"

Pink disse...

Texto forte mas sentido e muito bem escrito! A foto é linda e cheira a Primavera!

Um beijo

paper life disse...

o amor não tem hora para chegar e ninguém sabe imitá-lo bem. entra e faz crer que sempre foi da casa.

ele virá. na hora certa sem pinturas nem máscaras.
:)) Abraço.

Perguntas & Respostas disse...

Curiosidade... És tu a autora destes textos aqui publicados?!
Bjokas...

aguasderio disse...

Quando se perde o brilho no olhar, deixa-se de amar.

António disse...

Nas pessoas, o humor e o amor tem altos e baixos!

Obrigado pela tua visita.
E juro que não retive a Primavera.
Terá ido visitar o Inverno?

Beijinhos

Musician disse...

As vezes o silencio diz tudo, nao é, amiga?! =)
Lindissimo!
Um beijinho, grande*

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Lindissimo :)
Mais não consigo dizer...
Bjx e bom fim de semana

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Querida Blue,
Eu e o John, preparamos uma pequena surpresa para ti no Meu Querido Diário,´
Espero que não leves a mal, mas no dia 14 publicaste "pelo teu olhar", que ambos comentamos, juntamos os comentários dos dois e acabamos por fazer um escrito com o mesmo nome "Pelo Teu Olhar", que hoje te dedicamos, e fizemos questão de o referenciar na nota.
Esperamos sinceramente que nos perdoes a ousadia, mas não resistimos a juntar os nossos comentários num escrito que temos o enorme prazer em dedicar-te.
Bjx
Nadir e John

Daniela Mann disse...

Muito bom!
Parabéns!

Mac Adriano disse...

Ora bem. E mai' nada!

Arion disse...

Aqui estou a retribuir a visita ;) Eu bem espero, um dia, recuperar essa cor de que falas no fim do teu texto...

lazuli disse...

Espero que estejas bem, ou pelo menos melhor.
Neste carrocel que é a vida. Mas o melhor de tudo é acordar..e ir recomeçando ..

spartakus disse...

eu num, até porque estou com sono e vou dormir. b'dia.

Pescador disse...

Olá minha querida concha... não é verdade que por vezes o mar empurra a concha para areia da praia para logo depois a ir buscar !?!?!
O brilho pode estar escondido por detrás de uma nuvem, determinado pela amargura de um momento, à espera de um dia de sol, de um sorriso teu...
....
Espero sinceramente que o teu mar esta sereno, e que na serra o vento que sopra seja de calmaria.... sinceramente !!
Jinhos doces minha doce concha
Pescador

Luis Duverge disse...

Viva ...faz tempo que não entrava neste canto florido.
Já estamos na Primavera ... e o Amor é o alimento da tua alma, e de muitos de nós, espero que continues a florir.
Beijo ...em forma de flor.

BÓLICE disse...

Arrasas-me...
Poluis-me...
Desmenbras-me...
... e acabo Feliz...

lol...BSly...lol
és Malha

ABRÇ e sweet

Paulo J. Ribeiro disse...

Ninguém ama sem brilho nos olhos...

Pecaaas disse...

Também às vezes as estrelas não brilham no céu...mas estão lá...
Bj e boa semana
pedro

JL disse...

O amor tem destas coisas. E não esqueçamos que há muitas formas de amar: a amizade é uma das mais belas formas de amar!

Um beijo

lena disse...

não direi nada...

tenta recuperar esse brilho nesse olhar, ainda é tempo
e as cores existem ainda

sofrido, mas muito bem escrito

beijinhos muitos para ti

lena

Era uma vez um Girassol disse...

Blueshell, que a aragem fria que te envolve, desapareça para dar lugar a uma brisa cálida que aqueça o teu coração magoado.
Tudo passará...
Bjinhos

hala_kazam disse...

o que dizer quando as tuas palavras dizem tudo...
o que falar quando as tuas letras exprimem os sentimentos na perfeiçao...
é sempre um privilégio vir aqui

*beijos*

boa semana

heloisa disse...

CLARO QUE ACEITO O BEIJITO*!...
Tem mais:ACEITO, RETRIBUO E...FICO AQUI SOSSEGADINHA, A LER E, A LER!...
_ABRACO* E, OBRIGADA!
Heloisa B.P.
****************

Carlos Barros disse...

vale sempre a pena dizer alguma coisa mesmo que seja um disparate... pelo menos esvazia-nos a estupidez que acenta de tanta inercia....

beijo...
estou aqui..onde querias que estivesse.

Belzebu disse...

Foi um prazer receber alguém no meu inferno, sensivel e serena!

Quanto ao beijinho ,recebo e retribuo! Aliás, nada melhor que um beijo para selar uma amizade.

Saudações infernais!


ehehehe!

Micas disse...

Blue querida, qd li o teu poema, pensei imediatamente num poema que muito gosto, de um grande poeta da minha terra, depois vi que alguém teve ideia igual à minha...sim, estou a falar do "Amor e do Tempo" de António Feijó.

Mais uma vez, obrigada, vou-te escrever :) Beijinho

TSFM disse...

Não sei se é a foto ou o pensamento, o que mais sensacional está...

Perguntas & Respostas disse...

Tens um jogo no meu blog... Diverte-te ;)

greentea disse...

POR VEZES É MELHOR FICAR CALADO

Não digasnada.

Um beijo para ti

GreenSky disse...

Sempre a veia inspiradora e a lente da máquina prontos a captar sentimentos próprios que podem ter alguma coisa de cada um de nos… Como li nalgum lado – Sei que te vou amar para sempre enquanto te amar…

Castor (moi-je...ehe, ehe) disse...

Ganda malandro, esse que já não tem piada nenhuma... então ele não sabe aliciar-te, conduzir-te, fazer-te perder o tino ou envolver-te com novidades? Não? Então embrulha-o em papel pardo e , BUTE, Borda Fora! CHUAC!

Squeezy disse...

"Não pintes as palavras para me agradar...guarda-as para pintares da cor do amor...quando voltares a amar..."


esta frase está soberba...

João Mãos de Tesoura disse...

Nem mais; o pior engodo é aquele que nos faz andar ao engano...
No amor não há cinzento; só o branco e preto!
Beijos

João disse...

Muito engraçado falar de amor nesta vida...
Para mim ele sente se no olhar e no intimo de cada um de nós e não por palavras...
Estas sim apaziguam o que nos arde intensamente dentro de nós...
tem uma boa semana blueshell ;)

MARTA disse...

Olá, obrigada pela visita ao meu blog.
Já somos duas a gostar da Primavera.
Quanto ao amor, concordo principalmente com a parte final do texto!
Espero que me visite mais vezes.
Um abraço
Marta (Minha Página)

spartakus disse...

Bjokas.

tb disse...

Gastam-se as palavras, quantas vezes sem saber o que seja!
Gostei de aqui vir. Obrigada pela visita e pelas palavras. Voltarei para percorrer com mais tempo o que se me afigurou, bom.
Sim e quero beijinhos, porque gosto muito.

Tacitus disse...

Gostei de te ler...o dom de versar abunda por aqui...que o olhar volte a brilhar, são os meus sinceros votos...um beijo doce

BÓLICE disse...

quinquagésimo quarto comentário... és OBRA!

bjñ

ricardo disse...

depois de tantos comentários o que mais haverá para dizer? nada, não é?

bem, deixo-te um beijinho e porque hoje é o dia mundial do teatro espero que, se possível, vais ao teatro. ele sempre tem o dom de, à flor da pele, nos fazer esquecer... e sonhar.

Peter disse...

Vim até cá, como tu foste até lá. É sempre um prazer renovado ler-te, embora desta vez eu esteja demasiado frágil e o que escreveste veio agravar o meu estado de espírito, mas I will survive.

Boa semana

Princesa disse...

Passei para agradecer a tua visita, conchinha...já passei por aqui muitas vezes e gosto de voltar sempre que posso! Abraço e sê benvinda sempre que quiseres espreitar...o espelho! Princesa

Flávio disse...

Ólhá Blue Shell! Obrigado pela visita. Os meus problemas na escola e no trabalho são tantos, que já há semanas que não punha os pés na blogosfera nem venho cá ao teu jardim - que, pelo que estou a ver, continua florido e aprazível, como sempre. Beijinhos!

TMara disse...

certeiras palavras, como as seta de Wliam Tell....
Boa semana. Bjs. luz e paz em teu caminhar

{-Sutra-} disse...

Olá :-)

O amar, eterno amar.
:-)
Bj doce

Espectro #999 disse...

Ah!!!!! o amôr... o amôr......

Beijocas e inté.

Eli disse...

Desconhecia este lugar e... quando chego, dizem-me para me calar!

Bem dito!

Então...

Sorrio...

Obrigada pela visita!

:)

M.M. disse...

Olá blue Shell!
Gostei muito do teu blog, tanto que virei fã.
Gostei também mt do teu post.
Obrigado pela visita que fizeste ao meu blog.

Bjs.

M.M.

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Querida Blue,
Tentei responder por mail, mas como não tinhas nenhum anexado, resolvi ter a ousadia de invadir o teu espaço, para te fazer chegar a seguinte mensagem:

Fico muito grata pelo teu comentário ao meu escrito, tens razão todos nós temos os nossos fantasmas...
Quanto ao "Amo-te", tomo a liberdade de abaixo colocar uma reflexão minha a uma frase do livro O Zahir de Paulo Coelho, que não é mais do que um reflexo do meu pensar sobre a tua observação...
Bjxs


"...tive de a perder para entender que o sabor das coisas
recuperadas é o mel mais doce
que podemos experimentar."
(Paulo Coelho)


... E o sabor torna-se amargo quando realizamos que já não podemos voltar atrás...
Nem sempre se pode sentir o doce sabor do mel, pois nem tudo o que se perde é recuperável...

(≈©≈Ňąd¡®≈©≈2005)

Anónimo disse...

Certamente, essas palavras nos mostram como o tempo q antes era aliado, hoje nos mostra a outra face, implacavel com os sentimentos, entao nos perguntamos onde foi parar o amor q juramos para vida eterna? Onde esta o brilho no olhar?Onde esta a paixao em cada beijo?Onde esta nosso amor?

Mar disse...

Nos poemas vejo como se vão.. os amores transferidos amores.