quinta-feira, junho 29, 2006

...restos...

loges

(foto de BlueShell)


Que me resta agora...senão a poeira da estrada que te levou para longe de mim?.....

Que me resta agora...senão o vazio e a escuridão...
Cerraram-se-me todos os caminhos....
Tenho frio...
Não há fonte que mitigue minha sede!
Tenho frio...
Sinto...não vejo...
Que o frio e a solidão
Não se vêem assim...
Que me resta agora...senão restos de mim?...

43 comentários:

Barão da Tróia II disse...

Caramba, não sabes escrever mal pois não? Que seca, sempre poemas de tirar o fôlego. Gostei

MiguelGomes disse...

Poema belo, que termina de forma igualmente bela... Sim, sobram sempre restos de nós mesmos... Que são os restos que nunca nos abandonarão...

FIca bem.

contradicoes disse...

Fico com dúvidas
de como te sentes
assim não ajudas
de forma evidente

Com um beijinho do Raul

Desassossego disse...

Serão restos de ti que encerram os momentos mais belos, os sentimentos mais profundos, as emoções mais intensas... porque sempre que alguém passa deixa um rasto de si em nós... um xi

Dae-su Oh disse...

Resta a vida, e não podes parar de viver, porque aí seria morrer. Há que acreditar.


"que nos façam mal ou nos roubem não é nada, a não ser que ncontinuemos a lembrar-nos do que aconteceu."Confúcio

O passado na maior parte das vezes acompanha a pessoa para azucrinar, perturbar, irritar e magoar um presente são.

Sei que são meras palavras, mas são palavras que tem que ser ditas.

pitanga disse...

Resta acordar pala manhã, abrir as janela e deixar o sol entrar...tem que ser,amiga.
beijos da pitanga


...e essa música, oh, meu Deus!!

maresia_mar disse...

.. pega então nesses restos de ti e reconstroi a tua vida.. estás viva.. e isso é o que mais importa.. acredita que se quiseres vais conseguir.. Bjhs e força

O Micróbio II disse...

Concentra os "teus restos" na abertura de novas veredas... :-)

Princesa disse...

Menina,
Guadra o rasto e o resto do que resta de ti...

Por pouco que seja, só a ti pertence!

Beijinho bela amiga!
Princesa

madalena pestana disse...

Aqui há sempre amor, sofrido ou feliz mas amor sempre.

:)

Bjinhos Blue.

GNM disse...

Espero que te reste no mínimo uma
vida...

Deixo-te sorrisos...

Ofeliazinha disse...

Muito triste a partida, não gosto dela. Bonitas palavras. Abraço.

IsaMar disse...

reata-te a vida e os caminhos que nela ainda vais ter de trilhar.
Fica bem
jinhos

Salvador disse...

q saudades q eu tinha de te ler...

bfsemana

pitanga disse...

Blue, às vezes sinto e digo que preciso abrir a porta e sair andando sem destino.Essa foto retrata bem o meu desejo. Andar,andar, sem olhar para trás...

beijos e vitórias para nossas seleções.

pitanga disse...

Voltei, aliás essa foto era o ideal para o meu post dessa semana. Vá à pitangueira a entenderá.

Ant disse...

... um novo caminho, uma nova aventura, sempre.
Beijo

DE PROPOSITO disse...

Gostei da foto da estrada, é calma e não há aquela confusão das grandes vias de transito. Um local, para passear, meditar, chegar ao fim, voltar pelo mesmo caminho, ou então andar em circulo. E não esquecer que todos os caminhos vão dar a ROMA. Quanto a restos, não há restos. Olha na outra direcção e vê quantas coisas belas encontras. E diz-me se não tenho razão?
Quero que fiques bem.
Bjs.
Manuel

Sea disse...

Agora parecem resto, mas não são... Vais ver...
Um beijo em azul do mar

Lua Obscura disse...

Dói-me quem sou. E em meio da emoção
Ergue a fronte de torre um pensamento
É como se na imensa solidão
De uma alma a sós consigo, o coração
Tivesse cérebro e conhecimento.
Numa amargura artificial consisto,
Fiel a qualquer idéia que não sei,
Como um fingido cortesão me visto
Dos trajes majestosos em que existo
Para a presença artificial do rei.

Sim tudo é sonhar quanto sou e quero.
Tudo das mãos caídas se deixou.
Braços dispersos, desolado espero.
Mendigo pelo fim do desespero,
Que quis pedir esmola e não ousou.



Fernando Pessoa

kikas disse...

Junta todos os restos....voltas a ser tu e a viver.
Está lindo o teu texto, parabens

Hindy disse...

Beijinhos! :o)

MoonLight disse...

Não são restos que de ti sobram... são tudo o que tu és! E és perfeita! Tal e qual és! Bjs de Luz

Maria P. disse...

Belo.
Vi a minha alma nesse espelho, obrigada.

AS disse...

Aquilo a que chamas restos de ti, são a brisa que reacenderá em ti a vontade de viver... de sorrir... de amar!... Como o negro, onde se escondem todas as cores do arco iris...

Tens a força que precisas dentro de ti!...

Beijo-te...

Peter disse...

"Conchinha", que tristeza!
Mas olha, já viste bem, lá ao fundo do caminho, mesmo ao dobrar a curva?

Polly Jean disse...

Todos somos restos de tudo o que somos nós.

Paola disse...

VISITE:

Eflúvios Literários = Participação especial, todas as sextas-feiras

http://vernaculianos.blogspot.com



http://pvannucci.blogspot.com = Blog com muitas novidades

http://paola-daniel.blogspot.com = onde escrevo meu romance





Paola

Jo§e disse...

Todos os caminhos podem ter dois sentidos »:o)

Um beijo

Crónicas de Ariana disse...

Como sempre brindas todos os que te visitam com mais um momento de reflexão.

Dae-su Oh disse...

Bom fim de semana. Jinhos.

pitanga disse...

Minha doce Blue, visite-me e case sua foto com o meu texto oh,when you kisse-me!
bom fim de semana amiguinha.

Musician disse...

Resta muita coisa com certeza ;)
Um beijinho*

Isaac disse...

E o que é a Vida, senão um amontoado de restos que não se extinguem?...

Å®t_Øf_£övë disse...

Blue,
Quando as coisas não correm como nós queremos... especialmente no amor... resta-nos a esperança, e a vontade forte de lutar para ultrapassar todas as barreiras para conseguirmos ser felizes no amor.
Bjs.

Šonђo Ažu£ disse...

sinto-me exactamente como as palavras que usas neste post...
sou restos de mim...

Pecaaas disse...

Mas a vida não pára! E há que seguir o caminho..
bj
Pedro

emília couto disse...

Triste...muito triste.

bjs

della-porther disse...

Prova que houve amor...


bjs

Amaral disse...

O frio e a solidão escravizam o nosso estado de ser.
É verdade que é humanamente difícil ultrapassarmos a tristeza interior que advém dum vazio que nos sufoca.
Mas... aquilo que "resta" de nós não são "restos". Ainda que duvidemos, há a verdade e a certeza e a esperança e a luz que nos oferecem uma vida nova, quando menos esperamos...

DE PROPOSITO disse...

Então menina, já andas mais 'positiva'?.
Beijinhos.
Manuel

Lmatta disse...

Bela Foto linda
gosto.
lindo poema triste.
beijocas

bella disse...

Minha querida seus poemas são belissimos e com eles me endentifico muito ...pois que tamanha força tem o amor.Gostaria se possivel que vc me mandasse o nome da cantora ou da musica que tocava em seu blogger antes destas duas recentes era lindaaa de mais e me faz lembrar de um anjo.se puder me mandar agradeço. beijos.