terça-feira, novembro 01, 2011

(coisa típica dos machos de qualquer espécie)

bisc

(Foto de BlueShell)
Este já é conhecido na blogosfera: o terrível husky…
Aqui…parece uma coisinha doce….a dormir à sombra, no seu canil, com o seu brinquedo preferido e …numa pose …estranhíssima.
Faz isso várias vezes: nunca vi um cão adotar esta postura para dormir.
Está “derreado”! Noites agitadas…de insónia …que não deixam dormir os humanos ao redor. (tenho de o mandar castrar…)

Há uns tempos atrás aconteceu-me algo …insólito:
Era um fim de tarde de Novembro…fazia já um frio de rachar.
Saí à pressa do trabalho e, inadvertidamente, deixei o casaco num dos gabinetes.
Ao chegar à porta de casa procurei as chaves, mortinha que estava para entrar no aconchego do lar. Mas…das chaves…nem sinal.

O vento frio da Serra da Estrela entrava pela camisola de lã , as minhas mãos estavam roxas….e eu batia o dente. Bolas tinha deixado as chaves de casa no bolso do casaco!!!
Teria de esperar que meu marido chegasse a casa…sempre a horas incertas.

Então, num ato de desespero, "pedi licença ao husky" e fui para dentro da casota. Ali estaria mais abrigada do vento, pelo menos isso. Sentei-me e acomodei-me num tapete velho que, nunca como antes, me cheirava imenso a “cão”!
Ele, por sua vez, estranhou ver-me aninhada a um canto do seus “aposentos” e…pensou que a dona queria brincar: saltou, rebolou-se, queria lamber-me a cara. Deitou a pata por cima dos meus cabelos e arrancou aí uma boa dúzia até eu lhe dar um berro. Amuou. (coisa típica nos machos de qualquer espécie) …
O tempo passou mas, pelo menos eu não estava a “tinir de frio”!

Era já noite quando ouvi a voz do meu marido chamar…e eu respondi:
-“Amor, estou aqui!"
- “Aqui? Onde é o aqui? – perguntou ele sondando o jardim na penumbra que já se instalara.
- “Aqui, na casota do cão”- e nesse momento já eu me levantara, com um pé dormente e, a custo , me dirigi para o sítio onde ele estava e onde eu poderia, por fim, aquecer os meus ossos, já tão massacrados pelo frio e por alguma falta de espaço.

Não sei descrever a expressão dele ao ver-me sair da casota do cão, de dentro do canil e chegar à sua beira…cabelos em reboliço e a cheirar a cão.
Era uma expressão de incredulidade…e um olhar pleno de interrogações.

Pobre marido…deve ter pensado, por momentos, que a sua querida, esbelta, dedicada, frágil e adorada esposa tinha enlouquecido e …quando eu já ia fazer o movimento de o abraçar ele desferiu a pergunta que quase lhe valeu um estalo: - “ O cão? O cão está bem?!”
(coisa típica dos machos de qualquer espécie)

118 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Blue querida
Não consegui abrir a foto, adorei ler e saber um pouco mais de ti. existe sempre uma estória que nos marca. Mais tarde volto para te contar uma estória com o meu cão que já partiu, nada tem a de machismo.
Beijinho e uma flor

Isamar disse...

Não consegui abrir a foto mas acho que já conheço os teus cães de outros posts.
Uma história,de facto,insólita. A tua pressa em chegar a casa, apesar do frio de rachar, não te permitiu remediar o esquecimento. O casaco fazia mesmo falta para que não ficasses a tinir com esse frio gélido da Serra da Estrela. Foi o teu fiel amigo que, certamente estranhando muito o que estava a acontecer, te acolheu, brincou e acabou por te aquecer. Eu também tenho dois cães mas, como são pequenos, vivem dentro de casa e se me acontecesse o mesmo ficaria em hipotermia.
Quanto a essa "coisa típica dos machos" temos de saber "gerir" pois neste caso ambos são grandes e incondicionais amigos.

Beijinhos

Bem-hajas!

acácia rubra disse...

Também não consegui abrir a foto. Assim não vi esse macho brincalhão.

Sorte a tua, ainda teres uma casota.

Por causa dessas e de outras similares, tenho uma chave disponível num sítio secreto. É que ao frio e com a sensação de que, cheias de afazeres, nunca pensamos no que devemos, em nós, também já me aconteceu.

Olha, mas também sinceramente, até acho que a cheirar a cão nos identificamos mais com a raça canina do que com a humana...

Beijo

Carina Rocha disse...

Um texto interessante, gostava de "ver" o caozinho =)

Continue a brindar-nos com bons e bonitos textos!

Inté

Francisco Coimbra disse...

Passados dois meses, convido a releitura:
http://diariodedetrasii.blogspot.com/2011/08/do-que-se-e.html
Bom feriado! Bjs

Francisco Coimbra disse...

O cão, a casota e o marido, claro... a chave esquecida!

Paula disse...

Oh, a fotografia não dá para ver, mas só de imaginar...
Eheheheh...O cão está bem?!
:)

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Bom dia

Fiquei muito feliz com sua visita ao meu cantinho... Volte sempre que quiser.

Beijos
Ani

Lucia Luz disse...

Blue

A foto não abriu mesmo.
Mas adorei o relato. Dei boas risadas aqui.
Que ótima a história.
Imagino a cena e rio ainda mais...
Beijinhos

Lucia

Je Vois La Vie en Vert disse...

Pois é, minha amiga, não consegui abrir a foto tb não... mas diverti-me com a tua história.
Coisa típica dos machos, sim, o seu comentário mas não típica é a cara que ele deve ter feito quando te viu !
Atitude perfeitamente de mulher a solução que encontraste porque nós as mulheres encontramos sempre uma solução, prática ou não mas com o que temos à mão, para tudo !
Ele teria apanhado um pneumonia à espera de ti ou teria voltado atrás.
Beijinhos
Verdinha

Tunin disse...

Bem divertida a história. Bem escrita. Abração.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Gosto imenso do hilariante da historia :9 Life is great, isn't it? ;)

Um beijinho

。♥ Smareis ♥。 disse...

Gostei do seu relato. Dei umas gargalhada como descreve a forma que saiu da casota do seu cão. pra mim não abriu a foto, mas mesmo assim adorei te ler.Beijos e ótima semana.

Guma Kimbanda disse...

Daqui pertinho, vejo a Serra de muitas Estrelas, de onde me chegam as melhores recordações. Não vejo Mangualde inteira nem o teu sítio, mas da minha janela de meu atelier, vejo a Srª do Castelo. Imagino o cenário e tiritei, apesar de me ver na casota aconchegado. É que eu e o frio não nos damos bem, pés e mãos sempre num gelo, mas temos de conviver.

Penso que o maridão ao ver-te (em principio) bem, terá pensado que estarias na casota por que o bicharoco estivesse com um qualquer problema. Não terá sido falta de atenção para contigo, ou aquelas coisas de macho desatento.
Os machos aprendem com as fêmeas a não se comportarem assim.

Um resto de bom feriado para ti e para os teus.
Beijo e um kandando amigo.

São disse...

rrrssss o vídeo está de greve rrss

Homens, linda...que queres mais?? rrss

Bom resto de feriado

mfc disse...

Continua sem abrir a foto... mas o post é uma absoluta delícia!!

A propósito... o cão está bem?!

Beijinhos.

© Piedade Araújo Sol disse...

a foto, não consegui abrir.

um texto hilariante que me deu um grande "gozo" ler.

agora por isso? e o cão? está bem?

lol

um bom feriado

um beij

Olinda Melo disse...

Querida Blue Shell

Foto completamente indisponível. :))

Adorei este teu outro registo.Faço ideia do friozinho lá em cima, é de enregelar os ossos. E tens razão, estas reacções já não deviam surpreender-nos... :))

Beijinhos

Olinda

O Árabe disse...

Pitoresco episódio... e muito bem narrado! :) Apenas nos ficas devendo a tal imagem do cão. :) Bom resto de semana!

claudiaymarques disse...

Blue que engraçado..rss..fiquei imaginando a expressão do seu marido .e o cão? rs..
É amiga precisamos sempre de um toque assim de humor para gente sobreviver neste mundo de lutas..
muitos beijosss
titi

claudiaymarques disse...

Blue que engraçado..rss..fiquei imaginando a expressão do seu marido .e o cão? rs..
É amiga precisamos sempre de um toque assim de humor para gente sobreviver neste mundo de lutas..
muitos beijosss
titi

Olhos de mel disse...

Querida amiga; desculpe a demora em vir, mas estive fora por um período, curtindo meu netinho que nasceu em agosto.
O episódio não é nada engraçado e senti na pele, o que você deve ter sentido, mas faz parte da vida também.
Gostei muito do jeito seu de contar.
Beijos

elvira carvalho disse...

Uma história insólita. Esquecer as chaves não é tão raro assim. Agora num sitio desses em pleno inverno só não é um grande azar porque o cão tem a casota suficientemente grande.
Engraçado é que realmente eu nunca vi um cão dormir assim. As patitas estão tão torcidas que até parece que é contorcionista.
A propósito de esquecer chaves. Quando eu casei fui viver para um terceiro andar. Tinha casado havia 8 dias e naquele Domingo à tarde fomos dar uma volta. Eu deixei as minhas chaves em casa, pensando que indo com o marido ele abria a porta, não precisava das chaves. E ele esqueceu as chaves em casa. Quando voltámos a porta da rua estava aberta e subimos até à nossa porta, e só aí ele me pediu as chaves porque tinha esquecido as dele. Bom pedimos ajuda ao vizinho do lado mas não dava para passar as varandas eram muito afastadas. Ele ainda tentou meter uma faca entre a porta, ( que tinha ficado só com o trinco mas não conseguiu. E aí o meu marido que era fuzileiro e jovem teve a brilhante ideia de dar um pontapé na porta para fazer saltar o trinco. Tomou balanço e pumba, abriu um buraco enorme na parte de baixo da porta (que era oca ) e enfiou o seu delicado pé tamanho 45 quase até meio do corredor.
Entrar , nós entramos, mas como era Domingo, tivemos que ficar com o buraco na porta e só na Segunda se comprou uma porta nova. Ficamos então a saber que as portas eram compostas por duas finas laminas de madeira, unidas por um aro de madeira a toda a volta, e que qualquer pancada forte podia acabar com ela.
Um abraço e obrigada

JPD disse...

Olá Blue Shell

Eu atrever-me-ia a chamar a esta edição «Breves contributos para a sociologia de um género: MM (Machos e Mamíferos) Rsrsrs.

Como és a pessoa que melhor conhecerá o teu cachorro, porque não tentar um relato sobre o que ele terá achado da tua instalação no seu «TZero».

Bjs

Lilá(s) disse...

Uma história insólita mas divertidissima, desculpa lá mas lancei umas valentes gargalhadas...
Bjs

Denise disse...

Vc deve ter tido q se segurar, depois dessa "delicada" pergunta.
Hoje me aconteceu algo hilário, tb. Meu marido disse à cachorra q ela era a princesa dele. E ele nunca me chama de princesa. É o amor pelos animais!Adorei conhecer seu blog. Muita paz!

manuela barroso disse...

Uma delicia de história!
A propósito.A Isabel está bem?(...)
É que depois desse frio e dessa posição tão incómoda o fim de dia fez correr mais depressa para a noite!
Bji

carol disse...

HOMENS!!!!! "O cão está bem?" - acho que lhe batia....

Beijinhos para ti e Raufs para o Husky.

heretico disse...

não direi uma dentada nas canelas, mas, mas enfim ... uma boa canelada seria oportuna! rss

espero que no minimo tenha feito depois uma boa massagem.

beijo

Luna Sanchez disse...

Essa me valeu a noite, querida, que delícia!!!

Ri muito, achei incrível.

Eu jamais teria feito o mesmo porque morro de medo de cães, não chego nem perto, quanto mais dividir a mesma casinha...rs

Muito bom, muito!

E sim, os machos têm comportamentos comuns a todas as espécies.

;)

Beijo grande.

Carla Fernanda disse...

Muito bem escrito, deliciosamente contado e inteligentemente relacionado com as reações esperadas masculinas...kkkkk... ah querida e divertido....kkk e o cão?
Beijos e boa noite!!

lis disse...

Ah !! Blue
como adorei esse caso com seu cachorro rsrs ja fartei-me de rir também amei as coisinhas típicas dos machos ... rs
e a pose dele é de marcar o território, nao pode descuidar !
só imagino voce enroscada nessa casinha minúscula,
muito bom Blue
um abraço e carinho

Luís Coelho disse...

Caso insólito e com a graça de quem não teve outra saída.
Só me perguntava porque não voltou ao ponto inicial para reaver as chaves de casa...?

Ainda bem que todos os machos são assim cheios de carinho e arranjando espaço para acolher aqueles que se esquecem do casaco e das chaves.

Imaginem só se os machos ladrassem e mordessem...morria de frio até chegar o outro, o maior...

Kilauea Poetry disse...

This was hilarious!! Oh I can imagine (lol) What a sweet looking dog! Thanks for the laugh..wishing you a wonderful day~

rouxinol de Bernardim disse...

Digna de antologia! e o macho preocupado com o outro macho... com receio que a fêmea o tivesse maltratado!

Sunray Gardens disse...

Very funny story. Your dog is a doll though.
Cher Sunray Gardens

Aleatoriamente disse...

Risos...
Amiga desculpa risada, mas não deixou de ter uma pontinha de humor no final.
Mas que aventura hem? Nossa a necessidade faz a hora.

Amei o texto.
Beijinho linda.

Andradarte disse...

Injustiça....Ele só não queria ficar também, a cheirar a cão......e o cão
está melhor da usurpação que lhe fizeram????
Beijo

Sandra disse...

a funny story, and a beautiful dog, and glad you had the dog house to stay in.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

História deliciosa.

Um cão vagabundo, cheio de sorte, que fica cansado, mas certamente contente, depois de fazer aquilo que o corpo lhe pede.

E uma dona com a sorte de ter um cão grande e com uma casota espaçosa, toda jeitosa, descontando o mau cheiro...

E quem não chegaria à conclusão errada ao ver sair um humano a sair da casa de uma cão...?

Parabéns; lindamente contado.

beijinhos amigos.
Vitor

George disse...

I enjoyed your story very much, but I must admit that I've never seen a dog sleep in a position like the one you posted.

Magia da Inês disse...

°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿✿♫
Kkkkkkkkkkk... desculpe-me é engraçado. Fico te imaginando na casinha do cão e sendo importunada por ele que acha que é uma brincadeira... quando eu era criança, também fazia isso...
Bom dia, amiga!
Beijinhos.
Brasil°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿✿♫

Vera Lúcia disse...

Olá,
Não resisti e dei boas risadas com o final hilariante. O fato é mesmo inusitado.
Beijos.

A Lady's Life disse...

lucky you had the dog to keep you warm .lol How did you come home?

Liberdade. disse...

olá querida!

adorei o poster e cão é lindo!

tenho um pastor alemão,que é o meu xodó,chamo-o de monstro pois é muito bruto.aqui em casa eu sou mas parecida com essa especie do que meu marido já que uma vez aconteceu algo parecido e eu primeiro quis ver meu cão.
um beijo!

Mar Arável disse...

Excelente texto

Li em voz alta aos meus três Serra da Estrela que não têm canil
excepto quando invadem a sala da casa

e parece que os ouvi dizer

Camarada - gostamos muito do teu canil
mas só em noites de relâmpagos

ruma disse...

Hello, BlueShell.

The graceful sense wraps your artworks.
It's excellent and lovely...

The season of colored leaves, heartwarming atmosphere.

The traditional celebration, kimono infants.

The prayer for all peace.

Greetings.
From Japan, ruma ❀

lino disse...

Mas que estória!
Beijinho

Tio do Algarve disse...

O texto esta muito giro, mas faço um pedido e pergunta...Sou algarvio, descaradão :)

Pedido: Não faças isso ao cão, pobre bicho que até te emprestoui o aconchego da sua casinha.
Pergunta: O carro não seria mais confortável, ou a famosa pstelaria do patronato?

:)

JUAN FUENTES disse...

Amiga profesora.Poeta,amante de los perros,de la naturaleza y amiga de los amigos,tu amigo Juan te desea que nunca cabie.

Celina Dutra disse...

Blue Shell, querida,

Hilária e ótima história! Imagino o frio que fazia para optar por essa solução. Mas até com os cachorros eles são solidários!!! Muito bom!
Girassóis nos seus dias. Beijos

Pastor Dennis disse...

How funny! Speaking for your husband...he knew he had to say something, and he took the risk. He must be a brave man.

Sandra Botelho disse...

Querida e não é que são bem assim mesmo?
Os machos sempre agem da mesma forma...Bjos achocolatados

Nilson Barcelli disse...

Não sei se a história de ires para a casota do cão é verdade ou ficção. Mas a verdade é que me ri imenso... como se riria um macho de qualquer espécie...
Beijos, querida amiga.

diane b disse...

A funny story. It was quite a clever idea to keep warm in the dog house. Cuddling the dog would help too. We have a saying in English..."He's in the doghouse" usually means the husband has upset the wife and he has been locked out of the house, or sent to coventry, not spoken too, or in the bad books.

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.A pesar de tus estudios y de tus esperiencia de la vida,el candor aflora en tus notas.
Quedo agradecido por tus entradas a mi blog y por no aburrirte con mis fantasias.
Un fuerte abrazo

JUAN FUENTES disse...

El sol de Andalucia y las fantasias del fotógrafo,a veces consigue hacer
algunas fotografias.
Un fuerte abrazo

JUAN FUENTES disse...

AMIGA ISABEL.Tu amor por la naturaleza te hacer amar todo aquello
relaciondo con ella
Abrazos

Fernanda disse...

Tinha escrito um comentário que não deve ter entrado, damn it!

Amiga BlueShell,
Resumindo e concluindo, tiveste sorte, apesar de tudo ^_^...
Quanto ao machos serem sempre machos, não podia concordar mais.

O poema da Ana Sofia é-te inteiramente dedicado. Ainda bem que o sentiste.

Beijinho terno

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Pelo menos a casota era "grandita"...
mas poderia ter procurado um café ou nem por isso?...

Gostei muito e ainda estou a sorrir feito sol num dia de outono com cara de inverno bravo!!!!

Bj

Lufe disse...

Muito bom o seu texto.
Deu para "ver" a situação todinha aqui na minha frente, e como ri.
Realmente as atitudes de macho são inerentes a qualquer especie animal.....rsrs
Gostei muito, voltarei para visita-la.

bjo

gota de vidro disse...

Realmente os "machos" são fantásticos neste actos de sensibilidade.
Atiram sempre ao lado. Nunca estão com o pensamento no sítio certo

Que tristeza....Mas olha que são todos.

A excepções nunca as vi

Belo texto. Adorei

O cão é lindo

Beijinho da Gota

Soraia disse...

Porque não ligou ao seu marido? :b
Talvez ele viesse mais cedo.

Helena Castelli disse...

Tadinho do seu cão... fez-lhe festas e voce gritou-lhe... com o frio que voce descreveu... tem só um velho tapete para o aquecer?!?... ele sim precisa invadir a sua casa para fugir do frio!... rs rs...

Beijos com carinho.

tecas disse...

Uma história insólita, sem dúvida mas contada com muito humor. Ri a bom rir.Realmente, os machos são fantásticos...rs
Linda foto e o seu cão é lindo.
Adorei este post.
Bjito amigo, uma flor e bem haja pelas palavras de um bom fim de semana, deixadas no meu blog.Muito gentil.

bicocacolors disse...

solo una cosa...GENIAL!!!!

Jacques disse...

Ótimo, Blue Shell.
E ainda dizem que eu é que sou engraçado.
Além de divertir, sua história me deu vontade de arranjar um cão.
Abraço.

teca disse...

Hilariante!!!

Beijos.

Pitanga Doce disse...

Eu devo ser mesmo má porque se fosse comigo, eu empurrava o marido lá para dentro da casota do cão, tirava-lhe as chaves e ia dormir no quentinho. hhehehee
Ele nunca mais fazia "perguntinhas difíceis".

saboracasa disse...

hahahahaha
típico!

Bom fim de semana
paula

Pedro Ojeda Escudero disse...

¡Protesto!
No todos somos iguales...
Besos.

lita duarte disse...

Bela foto.
Texto muito agradável.

Bjos.

Evanir disse...

Que você seja um grande empreendedor.
Quando empreender, não tenha medo de falhar.
Quando falhar, não tenha receio de chorar.
Quando chorar, repense a sua vida, mas não recue.
Dê sempre uma nova chance para si mesmo.
Augusto Cury.
Meu eterno carinho .
Um feliz final de semana
Viva a vida você tem obrigação de ser feliz.
Viva com alegria cada segundo como se fosse o ultimo.
Eu sou feliz a unica coisa que podera
me abater é viver sem o carinho e sem amor.
Esse carinho que recebo no blog.
Da outro sabor na minha vida.
Eu não preciso de nada sómente
do seu carinho.
Bjs,e Bjs.
Evanir.

Duarte disse...

Um bom recurso.
Nestas latitudes, onde quase nunca faz frio, mas com a humidade, e nos meses de Janeiro e Fevereiro, a temperatura nocturna arrefece bastante, sobre tudo de madrugada e à intempérie. Uns indigentes decidiram dormir no campo, na pensão estrela; dos quatro só se salvaram os que dormiram com o cão.
Un grande abraço

Ana Tapadas disse...

Eu vi a foto. E a expressão do bicho, assim deitadinho, ilustra de forma magnífica o texto bem humorado, mas com uma profunda verdade emergente.

Bjs

ana costa disse...

Muito gira a sua história! Ri imenso enquanto lia. Eu também tenho cães (3) e muito sinceramente não estou a vê-los principalmente um deles a ceder-me o seu espaço...!!
Um beijo e um bom fim de semana

oteador disse...

peripecia divertida y muy bien relatada. sobre machos y hembras de la especie humana....me aburre bastante el asunto, nido de prejuicios, estereotipos y demas reduccionismos; me interesa la gente.saludos

Laura disse...

Pobre nina, atã é assim? o cão está bem? e tuuuuu? ahhhh só visto, só visto, rais levem esses machos todos, onde é que já se viu? podias estar congelada, sei lá, mas essa de ires para a casota do cão, só tu ahhhh, embora eu tenha o Shaka que anda sempre colado a mim, entendo-te, mas mais valia ires bater na porta da vizinha a..........

Um apertadinho abraço e continuação da recuperação do marido, o meu sai daqui a horas do hospital, enfim, é a vida..

laura

Mário Margaride disse...

Gostei desta divagação à volta do cão. É curiosa a tua observação em relação ao macho homem. Embora não seja exatamente assim.

Belo texto!

Beijinhos e bom fim de semana!

salete disse...

Eu ri... Muito bom!

Bjs

JUAN FUENTES disse...

Amiga Isabel.No te pongas tiste por un pasado que no ha de volver,podemos
sentir añoranzas,pero nunca tristeza.
Tu que tienes espíritu de poeta y ánimo batallador,debes dejar la tristeza a un lado y que tu optimismo
prevalesca.
Un fuerte abrazo

São disse...

Venho convidar-te para passares lá em casa amanhã!

Serena noite, Adélia.

ॐ Shirley ॐ disse...

Adorei, Blue Shell. O maridão merecia uma puxada de orelhas, pois, preocupou-se com o cão e não com você. É assim mesmo querida, o bicho homem está sempre a nos surpreender...Beijos!

BRANCAMAR disse...

História insólita a tua, mas interessante esse recurso de emergência ao fiel amigo. Sei como a serra é um gelo nesta altura, conheço bem a tua terra e adorava uma feira que se fazia à face da estrada nacional, onde se comprava a carne e assava no mesmo sitio, óptimo para os viajantes que iam com fome, tenho uma vaga ideia, era novita, mas Mangualde marcou-me na altura, de certeza que já não é assim por causa da ASAE, que se foi boa por um lado, por outro acabou om algumas sábias e gostosas tradições, principalmente aí pelo interior.

O teu cão é muito lindo e foi de certeza um bom agasalho, a parte final do post não passa de uma brincadeira também ela interessante, penso que no lugar do "estalo" querias apenas dizer "encontrão brincalhão", :))

Beijinhos
Branca

Mona Lisa disse...

Olá

Parabéns pelo texto.

Fizeste-me rir e tiritar.

A casota é bem jeitosa e o cão uma ternura (como raros machos).

Bjs.

silvioafonso disse...

.


Muito bom isso aqui. Belas
fotos, bom papo.

Gostei.

silvioafonso







.

ONG ALERTA disse...

Um cáo e suas aventuras....beijo Lisette.

Just Who I Am disse...

I can't see the picture ,but that's o k .Have a happy weekend
xxx Elisabeth

Giovanna disse...

Amei a sua visita no meu blog, volte sempre e vim conhecer o teu lindo cantinho, amo árvores, flores, portas, portões, belas fotos
e belo texto, relatou em preciosas palavras uma grande aventura pra se esconder do frio.

Lindo sabado pra ti do outono oriente
Abraços
Giovanna

LopesCa disse...

LOL adorei... o cão está bem LOL

Anita de Castro disse...

Foi um prazer ter sua visita em meu blog desde já fico grata e voltarei
Gosto de animais ,o animal esta adormir muito tranquilo
bjis

Valéria disse...

Oi Blue!
Adorei sua visita e vim te agradecer! Gostei muito de sua crônica! Na vida temos de estar abertas a todas as situações, até mesmo as mais extravagantes.rsss
Beijos!

Magia da Inês disse...

♡°
º✿
º° ✿✿♡°
Olá, amiga!
Bom fim de semana.
Beijinhos.
Brasil
º✿
º° ✿✿♡°

Bob Bushell disse...

Nice kennel but, poor dogs, I hope it is alright.

Pat. disse...

Ahahah Blue, fizeste-me rir imenso!
Do modo como contou fiquei imaginando cada cena... ;) Mas é assim mesmo amiga, eles, afinal, sempre foram os melhores amigos dos Homens, pois não? hehe

Bem, se fosse o meu... ele teria adorado me ver lá...rs
Beijos.

Mariazita disse...

Rsrsrsrsssssssss. Esta é melhor que a história das bruxas :)))))))

Com humor, é uma história deliciosa.
O cão é lindo! (adoro cães e tenho um caniche - vivendo em apartamento não concordo com animais de grande porte)e a posição em que ele dorme é, de facto, original.

Bom fim de semana. Beijinhos

Olhos de mel disse...

Bom fim de semana, amiga! Beijos

Kim disse...

Brilhante, Blue! Adorei!
E que tal a sensação de ser cadela por umas horas?
Às vezes - os homens, mesmo os mais queridos, não merecem as mulheres que têm, (mas é só às vezes).
Beijinho

Andre Martin disse...

Huahuahuahuahuahua!

Você está especialista em detectar situações de "(coisa típica nos machos de qualquer espécie)"! LOL

Obrigado por compartilhar este delicioso relato conosco na net!

Guma Kimbanda disse...

Olá BlueShell, querida amiga.

Vim reler e desta vez consigo ver a fotografia da casota que não estava disponível da primeira vez que cá vim a esta postagem.
Venho também para desejar um óptimo fim de semana para ti e para os teus.
Aqui em Viseu está um sol tímido, espero que aí esteja melhor e que aproveitem bem.

Beijo e kandandos... Inté!

aflores disse...

Como ainda não parei de rir (pedindo desde já desculpas por possiveis erros ortográficos), só me lembro daquela velha frase: « Já não há machos como antigamente »

;)

Tudo de bom.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Blueshell!

Só para desejar um bom fim de semana, de preferência com solzinho para aquecer o corpo e a alma.

E já agora, como nota de rodapé e em jeito de brincadeira,já vi que foi muito bem aproveitada a deixa do post para desancar no pobre do ser macho...Coitados deles...!

Beijinhos amigos; fica bem!

Vitor

Turista disse...

Querida Blue, o teu canito anda a uivar à lua, é? Eu nunca me lembraria de me abrigar na casota, mas há falta de melhor... ;)

Fê-blue bird disse...

Amiga à muito que não me ria tanto com um post :)
Os machos não têm mesmo sentido de humor.
Tens que fazer outro abrigo :))
beijinhos

Maria disse...

Amiga adorei ler a sua historia, fartei-me de rir com o meu marido, realmente os homens por vezes tem umas saídas "interessantes".
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Desnuda disse...

Hahahahahahahahha Amiga, passei a historinha como um filminho na cabeça e não páro de rir! Não é falta de solidariedade com a minha amiga ...Mas a graça com que você relatou foi demais!!! Adorei.


Beijos com carinho

PS: já vinha rindo por causa do seu comentário lá no Desnuda rsrsrs.

Lúcia disse...

Hahaha adorei a história!
Tenha um ótimo fim de semana! ;-)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Soltei uma sonora gargalhada.Merece
prémio porque não ando com nenhuma
vontade de me rir e graças ai si
consegui.
Pois é o marido deve ter achado
que para você sair da casota do cão
algo lhe deveria ter acontecido,
ele ia lá pensar que não tinha
chaves para entrar em casa...
Beijinhos e bom fim de semana.

Pena disse...

Estimada Amiga:
Um texto que faz pensar.
Nunca fui machista ou sem uma dignidade que me faz.
Adorei lê-la, mas pense que as situações acontecem a que atribuímos sempre uma causa. Na minha família dizem que escrevo somente doçura, ternura e amizade. Procuro fazer sempre isso, mas, no entanto, entendo o que sente.
Beijinhos puros de amizade ao seu encanto.
Sempre a admirá-la e ao que concebe com respeito imenso.

pena

É preciosa.
Linda.
Bem-Haja, pela honra da sua pura amizade.
Adorei.

Lowell disse...

Greetings Blueshell! And thank you for your nice comments about our blog, Paree. We were in Paris for our 50th anniversary and loved every minute of it. But I think we've posted many of our better photos. If I find others decent shot, I'll put them up on the blog.

As you can see, we've got other blogs you might enjoy. My favorite is Images, because there I get to get artsy!

I've read this post a couple of times and loved it. You have a great sense of humor and express yourself well. I laughed when I imagined in my mind your husband coming home to find you in the dog house. I thought it was usually husbands that were in the dog house.

But what a beautiful canine. Our granddaughter who lives in hot south Florida has a husky. Great dog.

Daniel Costa disse...

Blue

História de vida bem estruturada, bem interessante! valeu a pena ser contada.
Bjs

Catarina disse...

Mas que peripécia! O que me ri com essa estória. E a reação do marido... ahahah!
Abraço

Kathy disse...

Thanks for your nice comment. I'm not sure how you found my blog but I'm glad you did so I could find yours! I'm infatuated with Portugal and have hopes to visit your beautiful country soon.

Rick disse...

Ha ha - great story, BlueShell ! Yes, it's true - males are usually in the dog house, right ? ;-)

A beautiful dog, however, and loyal - he kept you warm. I hope he got an extra treat that day !

A beautiful weekend. Beijos.

AC disse...

:))
Tem razão, foi uma reacção típica de macho. :))
Uma história deliciosa!

Beijo :)

Dja disse...

Oie lindona

Ai desculpa mas não guentei e ri muito aqui, só te imaginando tadinha, e é mesmo eles arrumam cada posição pra dormir neh, e é lindo, mas o melhor foi a do seu marido rsss. Me pergunta porque nem me espanto rssss.
Lindo texto querida.
adorei.

beijos.

Canto da Boca disse...

Impossível não nos deliciarmos e rirmos com a história.

Sem falar no inesperado da sua atitude, recolher-se na casinha do cachorro, para proteger-se do frio, deve ter sido mesmo um momento muito engraçado.
E confesso que sei bem o que é o frio da Serra da Estrela, já estive aí no inverno, e não foi moleza, apesar de adorar o frio, sofri um pouco.

Deixo um beijo grande, e que venham mais histórias como essa.

;)

Lua Negra disse...

Achamos abrigo nos lugares mais inusitados. rsrs

Há muito tempo atrás, degustei um queijo que é fabricado aí na Serra da Estrela, fiquei tão maravilhada com o sabor que fui buscar na internet tudo sobre esse pedaço de paraíso, e visualmente parece maravilhoso.

Mais voltando para sua postagem, amei o relato, adorei a foto do "Cão", e, gostei muito de sua visita em um dos meus cantinhos
Fique a vontade para voltar sempre, pois para mim vai ser uma alegria te ver por lá.

Gostaria de te seguir, mais não achei esse recurso disponível no seu blog.
Te desejo um bom domingo.
Beijos estrelares.
Lua.
www.naturezadeluanegra.blogspot.com