quarta-feira, agosto 18, 2004

MÁSCARA!

Hoje não é dia de ser!
Hoje é dia de fingir que se é!
Hoje vou sair,
Tenho de me preparar e vestir
A condizer com aquilo
Que os outros esperam ver....
Por isso, hoje não é dia de Ser!
Hoje é dia de fingir que se é
O que nunca se foi...
Para agradar,
Para não escandalizar,
Para não decepcionar.

Eu não queria ir
Pelo caminho do sonho
Mas quanto mais de mim ponho,
Menos faço todos sorrir.

Por isso a máscara pronta está,
Já se ouve a lira
E sou, como num palco
A personagem que rodopia e gira!

22 comentários:

Anónimo disse...

ora...sempre esteve no seu local
não fora os mens (ou seriam wemen) no icep e estaria sempre no seu sítio.
Obrigado pelo comentário. Adorei sobretudo poder ter chegado aqui.
Gostei e vou voltar

zorba - rascunhosdeelvas.weblogs.com.pt

Sílvio Pleno disse...

Todos nós somos actores no nosso dia a dia. Mostramos algo que não chegamos a ser, infelizmente. Apenas algumas pessoas nos conhecem como verdadeiramente somos, e será isso suficiente? Beijinhos grandes.

Anónimo disse...

Não somos todos actores no mundo diário? Não fingimos ser pessoas atrás de máscaras que nos tapam o verdadeiro ser, num mundo teatral que tanto tem de sublime, como de traiçoeiro? Apenas algumas pessoas mais chegadas nos conhecem, e mesmo assim, será que nos conhecem verdadeiramente? Será isso suficiente? Beijinhos grandes.
Sílvio Pleno
http://condemnedlove.blogs.sapo.pt

Nuno disse...

:) :(

boemius

Anónimo disse...

Como dizes, ser também é fingir...fingir é ser ou uma maneira de ser...o ser esconde-se, é luz e sombra, revelação e ocultação...

Ps...Gosto das tuas visitas...aparece quando quiseres...

Morfeu/anomalias...

Ricardo disse...

Antes de mais obrigado pela visita ao meu blog... fez-me descobrir o teu Blog, e já está nos meus links porque gostei...

E nada melhor que este post "Máscara!"... para exemplificar o nosso dia-a-dia, porque duma maneira ou doutra, estamos sempre a ser o que os outros esperam ver.

lique disse...

E não serão quase todos os dias assim? Quando podemos ser exactamente nós? Dito isto, gostei bastante do teu poema. Bjs

Alexandre Narciso disse...

Máscaras, temos infinidades delas no armario que se usam de acordo com os dias, com os momentos. São raras as vezes e com poucas as pessoas em que estamos completamente despidos de máscaras. Mas quando assim é, e por falta de sermos mais vezes quem somos, não seremos nós a mascara?
Gostei do poema
beijinhos
*A

chemistry disse...

Todos os dias se tira a máscara, as personagens são criadas por nós conforme o humor da altura.
Gostei mui do teu blog e linquei-te.
Visita :longedamultidao.blogspot.com
Abraço

almaro disse...

Hoje é dia da máscara se enfeitar de Ti, (em) feitiço do Eu. Hoje não há reflexo porque te engoliu, as cores. Hoje morreste em cores escuras de sorriso-noite. Hoje não há espelhos porque eles fugiram todos a fingirem-se de ti…

R/B Estação disse...

Este bateu forte!! Fez-me estremecer...
...aquilo sou eu...
não...
Somos nós??!!!

MWoman disse...

Com máscara ou sem ela, prepara-te, sai e diverte-te!O post está excelente!Beijos.
( http://devaneio.blogs.sapo.pt/ )

seila disse...

Blue como te entendo! crê que já senti "isso" MUITO!!!!!!muito mais que hoje! é possível andar sem máscara...partir os espelhos ...SER apesar dos outros e com os outros...não é fácil...mas vai-se lá... rsss Abraço!

c.b. disse...

O poema está excelente. E olha, com ou sem máscara, diverte-te e sê, estando.
bjos***

João Miguel Pereira disse...

Que um dia não sejam dias. Perde a cabeça! ;)

musalia disse...

A Máscara. O que os outros esperam de nós, é certo. Um refúgio, sem dúvida. Mas a máscara tanto esconde quanto revela...
Beijinhos.

musalia disse...

Não sei se ficou, por isso vou repetir.

A Máscara.O que os outros esperam, sem dúvida. Um refúgio, também. Mas a máscara tanto esconde quanto revela...
Beijinhos.

rfarinha disse...

Há muito que deixei as máscaras de lado... desde que reparei que nos podem magoar mais do que alguma vez sonhámos, desde que percebi que se vive muito mais intensamente, desde que percebi que tirei um peso de cima das costas... ;) Bjs

Escape disse...

Mto bem... ;)
:)

Anónimo disse...

Olá,minha primeira vez por aqui, adorei sua poesia, realmente, tem tudo haver, vestimos máscaras pra agradar aos outros, na maioria das vzs, mas de uma coisa eu tenho certeza, sou mais como gosto de ser, do que gostariam que eu fosse, bom final de semana!bjus
http://fotolog.terra.com.br/luajor
http://three_butterflies.weblogger.terra.com.br/index.htm

seila disse...

linda!! :))) brigada pela confidência :))coisas de mulheres...Bolas vocês têm uma freguesia que, aí sim rss, fico toda trocada/baralhada/afinada/repartdida rsssssss Tou linda hoje... Até mais!e olha que descansar muito cansa :))))))

ognid disse...

(quase) todos os dias são dias de vestir máscaras. (quase) todos os dias se finge ser aquilo que não se é (pode alguém ser quem não é? diz o Sérgio, mas pode, pode). Posto isto acho que um poema sobre o dia de ser ficava mais acertado. Beijo.