sexta-feira, setembro 03, 2004

NÃO...

...percebeste ainda o quanto te quero?
O quanto sofro enquanto por ti espero?

Não sabes que me feres
Quando me ignoras...
E que nessas horas
Tudo em mim grita
E já nada espero
Porque o desespero
Me cega e agita
E me diz, baixinho,
Na solidão da noite
...que já me não queres!

22 comentários:

AmigaTeatro disse...

E porque nem sempre nos entendem...

Beijo grande blue*

Yardbird disse...

Gostei muito, BlueShell :-)

Tim Bora disse...

Deixa que passe essa nuvem escura. O sol voltará a brilhar

chemistry disse...

Que noite azarenta esta. Só choro com o que leio.
Bom fim de semana, tenta levantar o astral ;)

Antonio Balbino Caldeira disse...

Fado?

Estrela do mar disse...

Não desesperes...mas é fácil falar, não é blue?
Então quando se ama e esperamos o mesmo do outro.
Força amiga.
Passa bem o teu fim de semana.
Um grande beijinho.

Pecola disse...

:|

Mónica disse...

Vim agradecer e retribuir a visita ao meu blog, nao conhecia o teu mas devo dizer-te k adorei.Escreves muito bem mesmo, vou voltar mais vezes.Beijokas***
http://erotic-souls.blogspot.com

Paulo disse...

As coisas podem ainda mudar...espera..

polittikus disse...

Uma bela ode ao AMOR...

Tiago disse...

Oh, tens a certeza k te ignora? Pode ser "jogo" dele. Às vezes, as coisas são mais complexas do k parecem ser. Boa sorte :) .

FataMorgana disse...

Olá! Só hoje vi que me visitaste... deixaste um comentário bem bonito no meu poema "Cartas de Água" e eu não dei por ele pois estive fora - as férias! ;) - e quando voltei só reparei nos comentários do post seguinte a esse. Hoje encontrei uma Concha Azul... segui o link e... li, li, li... li TUDO, desde o princípio. Gosto mesmo muito deste blog. Claro que o vou linkar (mal mexa no template).
Um beijo e obrigada!

lique disse...

Será que não te quer mesmo? É sempre melhor ter a certeza, pois só a partir daí podes reagir. Beijinhos e obrigada pela visita.

BlueShell disse...

Olá a todos vós:
Não costumo intervir na zona dos meus próprios comentários mas cá vai a excepção: é para dizer que gostaria muito de vos visitar e agradecer as lindas palavras que me dirigem. Porém, não identifico todos os nomes e não sei de que blog sois. Mais...quando vou à procura o computador diz-me " Profile not available"...então é que não chego lá...e ainda por cima ultimamente não tem sido fácil comentar - dá erro! Não sei se é só comigo ou se é geral...
De qualquer modo aqui fica o meu muito obrigada a todos e um beijo ternurento a acompanhar.
Voltai porque sereis bem vindos
BLUESHELL

Emilio de Sousa disse...

Conchinha, então? Não se deixe abater! Bjocas

MWoman disse...

Ai ai que esta conchinha não anda nos seus melhores dias!Olha que o desespero não é de todo um bom conselheiro! ;)
http://devaneio.blogs.sapo.pt/

O Micróbio disse...

O Micróbio fartou-se do dorso do batráquio e saltou para outro local de infecção... novo endereço: http://o-microbio.blogspot.com

Rita disse...

Ola Blue Shell ;P
O Fragilidades esta de novo por aki, esperando k desta vez venha sem xatices!
Espero k esteja tudo bem cntg, as férias acabaram ja n é??
Abraços Grandes

João Martinho disse...

E tudo não passou de um sonho mau...

Abrigo disse...

O "NOSSO ABRIGO" está de volta!!! Aparece!!!

R & T

c.b. disse...

Não, agora não venho para comentar este teu texto. Venho sim para dizer que fiquei contente por teres regressado às leituras do manifesto. Confesso que já estranhava, mas é sempre a boa hora que vens, me visitas e deixas uma tua palavra.
Continua com a escrita. ***

pandora disse...

como te compreendo neste poema... hoje visitei-te pela primeira vez e fiquei deliciada, vou voltar!
pandora