terça-feira, setembro 07, 2004

POIS FOI!

CHOVEU-ME na ALMA que, indefesa, adoeceu!

12 comentários:

AmigaTeatro disse...

a alma por vezes precisa de se refrescar... :)

http://mundoajanela.blogspot.com (meto aqui o link do meu blog pq li no outro dia q tu nem sempre sabias qual o blog de quem... e esse é o problema dos comentários do blogspot... enfim... )

Beijito**

Anónimo disse...

Amiga, espero que tudo esteja bem. Esta pequena frase, tem um grande significado escondido. Espero que não seja mau, e que seja apenas um desabafo. Beijinhos grandes.
Sílvio Pleno
http://condemnedlove.blogs.sapo.pt

O Micróbio disse...

É preciso inventar um chapéu de chuva para a alma...

ringthane disse...

Eu também espero, embora só te tenha lido hoje pela primeira vez, que tudo esteja bem.

Quoting Dylan Thomas, "though lovers be lost, love shall not"...

http://portodeabrigo.ipbhost.com

rfarinha disse...

As melhoras... ;) Bjs

Anónimo disse...

it can't rain all the time

fairy_morgaine
www.ogritodosilencio.weblog.com.pt

Toze disse...

As Melhoras Concha :)

Finurias

Estrela do mar disse...

Oh conchinha...tantas vezes que ficamos doentes sem diagnóstico. São as doenças mais difíceis de curar, mas que nos atormentam a mente e refugiam-se no corpo.
Não te deixes ir abaixo, tá?
Beijokas grandes.

Estrela do mar disse...

Oh conchinha...Tantas vezes que adoecemos assim. São as doenças piores de curar, aquelas que nos atormentam a mente e se refugiam no corpo.
Não te deixes ir abaixo, tá?
Beijokas grandes.

Estrela do mar disse...

Oh conchinha...Tantas vezes que adoecemos assim.
São as doenças mais difíceis de tratar, pois são as que nos atormentam a mente e se refugiam no corpo.
Não te dexes ir abaixo, tá?
Beijokas grandes.

Estrela do mar disse...

Oh conchinha...Tantas e tantas vezes que adoecemos assim. São as doenças mais difíceis de tratar. São as que atormentam a mente e se refugiam no corpo.
Não te deixes ir abaixo, tá?
Beijokas grandes.

BlueShell disse...

Quero colocar um novo POST...e esta coisa...não me deixa! Está a fezer de mim parva! Que neura! Desculpem!...Blueshell!