segunda-feira, março 21, 2005

SILÊNCIO

riofrio

(foto de BlueShell)

Tinha de ser frio...o rio! Também ele...como tudo à sua passagem!
Até o sol, no incrédulo céu obscenamente azul, dilacerava ainda mais
As feridas abertas pelo Tempo...indiferente, vazio...
De margem a margem...o silêncio!
Esse rio que, determinado, corre ao encontro de um mar
Para nele se perder e poder esquecer
Que não há outro lugar para o acolher...e o amar!

43 comentários:

wind disse...

Linda prosa poética, e bonita foto:) beijos

Teresinha disse...

Ola blue* gostei mto =) deixo-te um beijo carinhoso e desejo de uma pascoa com mtos doces***

Pedro disse...

Não fiques presa no frio, olha só a Primavera a chegar! :) Beijinhos

BlueShell disse...

Vim agora do http://www.mocho.weblog.com.pt/

fartei-me de rir... aconselho vivamente. BlueShell

litle lucy disse...

és muito bela, sabias?

Um beijo doce Rose

Anónimo disse...

Levas uns carolos.. se voltas a dizer o que disseste no meu cantinho.. olha que eu dou mesmo..
Seu eu digo que és bela é porque és e mais nada..

AI!!!

Beijo doce**
Rose

musqueteira disse...

É curioso, como os cógigos do "Silêncio", para cada um nós...difere tanto!
Um deserto, árido tem uma mágica tranquilidade.;)É isso também, silêncio.

BlueShell disse...

Oh, Rose...tu és uma delícia de rapariga. Jinho imenso...BShell

Armando S. Sousa disse...

Gostei muito deste poema em prosa.
Um beijo, e olha a Primavera!

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Às vezes o silêncio é preferível... pois as palavras poderão só servir para abrir as feridas...
Um beijo
Daniel

lobices disse...

...um beijinho num sorriso...

Joaninha disse...

... o rio k desce em direção a foz, em direcção ao mar leva agua abaixo as feridas, as magoas, e lagrimas k o meu coração teima em nao cicatrizar...LINDO.. beijinhos para Blueshell da Joaninha*******

rajodoas disse...

Bom poema numa não menos agradável fotografia em que o rio reflete o firmamento, ou será o contrário. Beijocas do Raul

Nilson Barcelli disse...

O rio, confirmando o que descreves, ama o seu mar durante mil�nios e s� o troca por altera��es brutais no seu curso ou pela sua pr�pria morte.
As pessoas s�o id�nticas, pois o verdadeiro amor � para toda a vida (v�, agora podes chamar-me ultrapassado � tua vontade...).
Gostei do teu poema. Mas o azul nunca � obsceno, exepto o do FCP que espero que perca hoje (e SCP tamb�m, mas acho que n�o d� para perderem os dois...). Por isso, viva o vermelho.
Espero que resolvas bem o teu per�odo (escolar, claro...).
Beijinhos e boa semana.

O Turista disse...

Pode-se saber onde é a foto?
bjs

O Turista - http://www.turistar.blogspot.com/

Squeezy disse...

Bonitas palavras...

TMara disse...

Abriuuuuu! em tons cinza corrre hoje, aqui, o rio, e o mundo. As palavras, essas são fortes e calorosas. Bjs e;)

Amaral disse...

A tua sensibilidade para a fotografia tem que ser devidamente aproveitada, Blue! Não me canso de apreciar os pormenores e a harmonia/equilíbrio do seu todo!
A escreveres também não te ficas atrás. Esse rio sabe o que faz: corre de encontro a quem o ama, porque sabe que também ele É o que o mar É…

AmigaTeatro disse...

Há silêncios que nos metem medo, mas há outros que devem ser vividos ao máximo…

Um beijinho, blue ;)*

musalia disse...

Olá Blueshell:) a ausência pode ser apenas desejo de recordar intensamente...
beijos.

JPD disse...

Olá BShell

Desta vez, mesmo aprazível, estaremos perante uma insuficiência de espaço e o rio servirá como mero instrumental para chegar á vastidão do mar onde só a limha do horizonte é inacessível, por se afastar a cada tentativa de aproximação?
Bjs

miss devil disse...

ola!
ja me disseram k o rio pode representar as nossas vidas, por vezes frios, por vezes com algum calor.
seguimos um percurso k por vezes se desvia mas k procura sempre a imensidao do mar e o seu destino.
jinhos

Espectro #999 disse...

Não sei se terá algo a ver,
com o dia que hoje se comemora [...]
mas o poema que acabo de ler
é bom a qualquer hora.

Beijocas e inté.

Anjo Do Sol disse...

Passei para te deixar um beijinho em silêncio. ;)
E que, tal como o rio, encontremos sempre o abrigo do mar que nos aguarda. :)
Boa semana para ti
Beijitos

AS disse...

Que o rio que tu és encontre esse mar e te diluas nas suas águas...

És linda sabias?

Um beijo

Pink disse...

Belo texto de prosa poética, bem ilustrado pela tua foto! Um beijo.

Estrela do mar disse...

...escreves como ninguém...eu adoro vir aqui ler-te conchinha...e já agora......que este inicio de Primavera...te traga tudo de muito bom...

Um beijinho*.

Lina (Mar Revolto) disse...

Transformei as palavras em imagens..., uma forma tb de se sentir a vida.
Lindo o teu post!
Beijo

Ana disse...

Quando escreves parece que fazes sim uma sucessao de imagens :)*

O Micróbio disse...

O frio das palavras acompanha a fria imagem... Entretanto tenho a ousadia de deixar esta mensagem: Os Micróbios tb se abatem... pela idade! :-)

Morgana disse...

Olá! Obrigada pela visita! Também és professorinha? eu sou uma "colega" recente e ainda a dar os primeiros passos... tens aqui um blog muito ahrmonioso, em palavras e imagens, Gostei! beijocas

Cris disse...

Q pedacinho de ternura tão lindo! Adorei!

(tenho tido mt dificuldade em abrir os teus comentários, amiga!)

beijinho grande

Vênus disse...

Ainda que aparentemente

haja silêncio pleno,

lindos acordes musicais estão pulsando

em nossos corações,

maravilhosos sons do amor

em sintonia...

Voltei pra deixar-te um beijo
NANE

A.Mello-Alter disse...

Deixa lá a friagem do rio.
Visita-me hoje, e recomenda aos amigos...

Menina_marota disse...

Estes Comments matam-me! Nunca abrem quando é preciso!

Bela Foto e palavras tembém!!

Abraço ;-)

Devilred disse...

Tu andas com uns textos muito etéreos, gosto muito faz-me bem de vez em quando deixar a minha escuridão e encontrar aqui um pouco de paz de alma.
beijinhos

sotavento disse...

Às vezes, o rio vai só ao encontro de um outro rio... :)

Carmem L Vilanova disse...

Quisera poder escrever como tu... mas as palavras nao me saem de forma tao poética... Mas isso nao me entristece, antes, admiro-te e delicio-me com tua forma de escrever tao tua e tao linda!
Muitos beijinhos!

SonhadoraSempre disse...

O rio é como o tempo...acaba levando tudo o que nos marcou , mas como o rio desagua no mar a nossa vida vai desaguar um dia em alguém k nos mereça!! Beijinhos amiga!

Blue Woman disse...

Olhando a foto, me senti mergulhando dentro dela!
Lindo, lindo e lindo!

Parabéns pela qualidade do blog!
;)

A tragedy in progress disse...

Muito bom . Parabéns.

Beijo.

ricardo disse...

as tuas palavras têm música... e dá vontade de mergulhar nelas... como o rio tem vontade de se perder no mar... para amar, tudo e toda a gente! um silêncio de ouro... e simplesmente fascinante!

augustoM disse...

Shell, o rio é uma coisa muito triste, pois a mesma água não corre duas vezes nele. A água que corre passa para sempre.
Um beijo. Augusto