quarta-feira, junho 15, 2005

AUSÊNCIA...

calvario

(foto de BlueShell)

Escrevo lágrimas soltas
Arremedo de palavras loucas.
Escrevo com os olhos vendados
Frases que vêm d’alma ferida...
É assim a vida!...
Lágrimas ditas em palavras tristes...
Verdadeiros túmulos...
Doutra sorte
O sopro longínquo do vento Norte
Trará memórias gastas pelo Tempo,
Ausências sentidas,
Migalhas de pão....
Lágrimas vertidas
Em vão...

35 comentários:

Pink disse...

Belo mas triste poema. Ao menos consegues exprimir a tristeza ... deve servir um pouco para aliviar a alma! Um beijo.

Humor Negro disse...

Muita tristeza nos teus posts, menina da concha azul...

sylpha disse...

Um poema triste mas tão belo pelas palavras com que o "vestes". Beijinho

TMara disse...

Só poso desejar k o poema nada tenha a ver com o teu (actual) estado de espírito. Mas aas lágrimas nunca são em vão....Alimentam as almas. Bj grande

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Muito triste, mas também estou sem moral, olhando ao que estou a escrever também... assumamos que são ondas literárias que passam pela blogo, mesmo que baseadas no que vamos vivendo :)
Um beijo
Daniel

O Micróbio disse...

Uma ausência muito sentida...

AS disse...

B.Shell, o teu poema é lindo, mas muito triste... Deixo-te um beijo.


O cinza de chumbo dum tempo sem calma
As vidas sofridas, os corpos vazios
O grito que ás vezes ecoa na alma
Os olhos pesados a chorarem rios

E quando vamos em busca de paz
Onde a nossa vida, onde o nosso ninho?
Aqui ou ali, já tanto nos faz
Perdemos o rumo e também o caminho

entre-aspas disse...

Nada melhor que a escrita temperada com o sal das lágrimas.

Morsa disse...

As lágrimas vertidas nunca são em vão, quando a pessoa que as verte sabe discernir entre o bom e o mau! Remember it...

Patrícia disse...

As lágrimas nem sempre caem em vão...servem para nos limpar a alma. Beijo...

Malae disse...

Amiga BS! Tristeza esta que nos toca fundo, quando a ausencia doi e moi... tão forte como uma presença! Como as tuas palavras tocam cá dentro... hoje olho o céu azul e penso... poderia o tempo voltar atrás? Um beijinho daqueles que só tu sabes... imenso. Malae*******************

Gil disse...

ai q doi tanto essa ausencia!!!!! fosgasse minina ;)

Caiê disse...

Linda, linda essa foto! E isso das migalhas de pão... lembra-me um bosque onde hás-de encontrar o teu caminho. **

Maria do Céu disse...

Dar-lhe-ia o titulo de "Lágrima Poética". Beijinhos.

Maria Heli disse...

bluzinha: pensemos q as lágrimas nunca são em vão! Em última instância lavam a alma!
bjo

augustoM disse...

Shell, mas que poema tão triste, pensa que nada é em vão, algo fica e algo se aprende.
Um beijo. Augusto

ricardo disse...

as palavras simples dizem tudo. como as acções. como este poema. como tu.

porque eu acredito que os olhos fechados vêem [sentem] muito mais do que os abertos. ou não será?

obrigado pelas visitas ao teatro.

beijoca

wind disse...

Bonito mas triste. Tenho notado que ultimamente andas em baixo. Anima-te e força!:) beijos

Elvira disse...

Muito belo, mas tão triste...

hjustino disse...

Nem sempre escrever algumas palavras tristes significa que temos tristeza dentro de nós.Às vezes descarregamos-a e pronto...ficamos bem.

Angela disse...

Às vezes gosto de chorar. :) Lava-me a alma.

António disse...

As palavras belas mas doridas a que nos habituaste.
Jinhos

Amaral disse...

Ausências sentidas nas lágrimas trancadas em lembranças que a solidão esconde.
Como vês, foram lágrimas em vão… Há que esquecê-las!

CASTOR disse...

Tás triste, amiga? Um bjo do castor e fica bem, ok? As lágrimas tambem fazem muita falta...ajudam-nos a ficar mais fortes.

mocho disse...

lágrimas sentidas nunca são vertidas em vão. De qqer modo, espero que as próximas lágrimas sejam de muita alegria e de felicidade.

AmigaTeatro disse...

:)***

rajodoas disse...

Lá andas outra vez na mó de baixo. Lamento esse teu estado de espírito e
desejo que rápidamente se recomponha.
Beijinho do Raul

zeca disse...

Exprimes bem a tristeza da falta de alguém. Eu tambem ando muito inclinado para esses lados. Vai passar de certeza. Fica bem.

gato_escaldado disse...

dor da ausência. um belo poema. espero que doa menos. depois de escrito. beijos

Ofeliazinha disse...

Muito bonito. E a fotografia também.

Aran disse...

Está magnifico!!!! Mas as lágrimas nunca são vertidas em vão... beijinhos

Pharaoh disse...

quem de nós gosta, nunca deixa o vazio da ausência, deixa sim que as lagrimas tenham sentido, para que compreendamos a plenitude de um coração cheio do seu amor, *s pati

Anónimo disse...

Ameiiiiii

Blog perfeito

A música então...nem se fale...
Onde foi que vc. consegui ela?
Bem saibas q vc está de parabéns!!!

Ameiii

Tenha uma excelente semana.

Fique com Deus.
Té+++

Um abraço.

(:

Tatydon disse...

Olá
tava navegando na net e vi o seu poema.
achei lindo e fala um pouco sobre que sinto hj.
parabéns
Sua pagina está linda! e sem contar c/ essa musica maravilhosa!
abração!

Tatydon disse...

Ahhh
adorei a musica
se não for pedir d+ tem como vc me passar o nome dela, o cantor ou então o link dela?
hehe
brigadão tá?!