sexta-feira, julho 23, 2004

ABRIGO


gilberto

...e a Mãe Natureza me oferecia abrigo, longe dos Homens, perto de Deus...
E nesse abrigo eu era ave, flor, terra, mar...eu era comunhão contigo...

7 comentários:

El loco disse...

Pois eu não ando lá muito bem, mas tu também coitadito...tens que arranjar uma mulher que te bata meu!

Anónimo disse...

Engraçado que c0nheço uma gruta numa praia escondida da Madeira que é muito parecida...Costumava ser a minha praia secreta.Às vezes ainda é.
Valeria Mendez

Tiago disse...

K bonita fotografia. Deve ser muito fixe, estar abrigado nessa gruta. Longe de todos os olhares :) . Beijinhossss.

Anónimo disse...

oi!
por vezes o k precisamos é mm de um abrigo.
jinhos e bom fim de semana
miss devil
http://missdevil.blogs.sapo.pt/

NUNO disse...

Muito gira a fotografia e o texto está perfeito para ela!:-=

Alexandre Narciso disse...

Linda a foto. Que abrigo tão romantico. Não é dificil de imaginar decorar essa gruta com umas velas, alguem especial com um véu, a lua como candeiro... e o resto de imaginação

*A

Cleopatra disse...

Linda a foto
Lindo o que escreveu..

há dias lindos!