quarta-feira, julho 21, 2004

Naquele jardim...


jarcim


...sim, aqui ela sabia que encontrára a paz; o seu refúgio, a sua concha...queria sobretudo protecção; já não esperava amor! apenas queria sentir-se protegida, livre dos constrangimentos e agitações da vida em sociedade. Estava determinada a permanecer ali até ao final de seus dias. Saudades do que fora? Não, nenhuma! Saudades dos que amara? Oh, sim, muitas...mas tudo já fazia parte do passado...
O presente era ali, naquele jardim, a sós consigo ...só!

6 comentários:

Anónimo disse...

Com um jardim desses... quem não encontra a paz?
http://omicrobio.blogs.sapo.pt

c.b. disse...

Jardim bonito assim, não é dificil encontrar paz.
Passo e te deixo um beijo
*

Maria João disse...

Olá! o food-i-do está organizar um jantar de bloggers... Gostavas de ir? ***

eeeeeeeeeeee disse...

Vive o presente. E guarda o passado na memória.
Vive todos os pequenos momentos da tua vida.
São a única coisa que poderás guardar para sempre.
Besos

musalia disse...

Também gosto de jardins assim onde a paz enche a alma...

NUNO disse...

Esta foto deste jardim faz-me lembrar o videoclip daquela música do Gazebo:I Like chopin,a foto transmite muita paz e romantismo e até algum mistério... parece um lugar à parte...tal como no videoclip da música do Gazebo.:-)