quarta-feira, maio 25, 2005

ERA ASSIM...

jarro
(foto de BlueShell)


...porque naquele tempo eu era criança...e via tudo com olhos de criança....e sorria sem saber que havia dor, ou morte...e percorria caminhos como quem voa junto com os pássaros...e tinha a sorte de estar sempre feliz como a natureza...que só se zanga em dias de tempestade...

66 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Os teus olhos de criança eram perfeitos.
Aliás julgo que ainda tens os mesmos.
Não os percas e continua a olhar dessa maneira. Que é sedutora...
Beijo***

Sulista disse...

...e não foi o que nos aconteceu a
todos nós? ...mas depois, fomos crescendo e agora, é o que se
vê...quase nem nos lembramos dessas coisas bonitas...
Ainda bem que Tu "existes" e escreves assim...para nos relembrar coisas boas!!! :-)
Um Abraço de uma tua leitora
que Te Convida a visitar a minha recente e humilde "casa"/bloguito
Sulista

UnaRagazza disse...

"...e percorria caminhos como quem voa junto com os pássaros...e tinha a sorte de estar sempre feliz como a natureza"
Bonita descrição de uma infância feliz!
Beijos doces*

miss devil disse...

oi!
todos um dia mais cedo oumais tarde tem de crescer, no fundo inda resta um pouco de criança as vezes.
jinhos

sylpha disse...

Há momentos em que ainda desejamos ser crianças. Que nas nossas vivências menos boas ainda a consigamos despertar e possamos assim, nem que seja por breves instantes, sorrir :) Beijo

Avô Kimera disse...

Com a música de fundo dá para pensar em tanto...

Tão bonito!...

Ms Crow disse...

A magia de ser criança...
Ainda vou fazer um poema a falar sobre isso...

Jokitas grandes
Ms Crow...

http://Diario365.blogs.sapo.pt disse...

De facto aos olhos de uma criança a pureza é rainha. A imagem é maravilhosa. Fique bem

Morsa disse...

Muito bom...
Cada vez gosto mais deste teu cantinho, em que expões toda a tua veia poética!
Beijokinhas grandes deste leitor assíduo

Cris disse...

... e depois o clima foi mudando... e os largos dias de sol foram entrecortados de algumas trovoadas... e apercebi-me, com alguma tristeza, não o nego, que todas as crianças têm que crescer... mais cedo ou mais tarde... Jinhos... Belo texto

Anónimo disse...

**
rose

SonhadoraSempre disse...

... e custa tanto acordar para a realidade!!! Custa ver os nossos sonhos de criança desmoronarem-se... custa ter que admitir que afinal os principes encantados e as faldas não existem!!! Bem mas temos mesmo k crescer um dia;)) Beijinhos e bom feriado!

agua_quente disse...

Amiga, quem não tem saudades dos tempos de criança? Importante é crescer sem matar a criança em nós. Beijos

concha disse...

O truque é continuar assim, apaixonada por tudo!
Beijinhos grandes e até para a semana!

Amaral disse...

Deixa-me reler as tuas frases:
"naquele tempo eras criança" e hoje continuas a ter a criança dentro de ti.
"sorrias sem saber que havia dor ou morte…" e hoje também deves sorrir, por duas razões: a morte não existe e a dor somos todos nós que a criamos. Aceitá-la, combatê-la e criar novas formas de estar na vida podem ajudar…
"percorria caminhos…" e hoje vais continuar a ter essa sensação, porque espiritualmente és capaz de fazer tudo isso e muito mais…
"tinha a sorte de estar feliz…" e hoje, porque não estás feliz como a natureza? A natureza é uma parte de ti. Se ela está feliz também tu deverias estar. Procura essa harmonia e sertir-te-às outra…

Mitsou disse...

Sabes que, às vezes, a vida dá umas voltas estranhas que nos levam a olhá-la, de novo, com esses olhos de criança? Desejo para ti a mesma descoberta que eu fiz :) Beijo enorme, Conchinha!

(Mais uma foto lindíssima. Parabéns!)

AlmaAzul disse...

...espero nunca vir a perder esses olhos...
***azuis

wind disse...

:))))) Beijos

Gabriel disse...

Digno de Alberto Caeiro! Porque pensar é estar cego dos olhos...
A infância, eterna solidão d'alma ingênua. Acaso estes títulos têm ligação? "O sorriso...Era assim..." Vejamos.
Beijinhos

walleska disse...

espero sempre ver as coisas com olhos de criança.beijos

Betty Branco Martins disse...

Só mesmo os olhos das crianças, têm a magia de ver a perfeição, de sentir que tudo é pefeito à sua volta. Tal é a confiança que eles depositam no "CRESCIDO".
Todos os dias, (como uma oração) os "crescidos" deviam de ver se o "olhar daquela criança" ainda os habita e cuidar para que ele esteja lá SEMPRE!

Para que a vida tenha sempre a "tal" magia e brilho da ponta do Arco-Íris.

Um beijo

Rah disse...

E se alguém inventasse a máquina do tempo, certamente muitos gostariam de voltar a estes tempos da tenra idade.. =) beijos, Rah

The Sad Pierrot disse...

Sim, é o olhar! via tudo pelas bolhas-de-sabão... colorido, transparente, reluzente, imaginário... mas derrepente descobri que as moléculas se separam...de repente...

...::> http://www.forgotten-child.blogger.com.br

TMara disse...

É assim!
Pq nascem flores. belas e odoríferas, namorando oo olhar e os insectos, nos + improváveis lugares...Se procurares dentro de ti vais admirar-te pq vais encontrar lá, intocada, toda essa pureza. Bom feriado. Bjs e:) grandes e rasgados

carlag disse...

A inocência mágica de se ser criança...
Que ainda está em ti...nem que seja uma parte.
**
( Os jarros são uma das minhas flores preferidas ).:)

Vênus disse...

Agora mesmo
és um cisne.
Há pássaros infinitos à revelia e
cultivas laranjas em varandas de fogo...Secretos vasos!
Bjs *.*

Charlotte disse...

É verdade, qd somos crianças vivemos num mundo fantástico cheios de proteção e carinho. Crescemos e tudo se torna difícil... e ás vezes a vontade de lutar é pouca... Coragem Bluezita*
Jinhos*

persephone disse...

não esperes**

alfinete de peito disse...

E quando a infância é assim, está construida uma base de harmonia e ponderação para se ser feliz.

Beijos, Mercador e Grizo

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
E tudo o que era tão grande, é afinal tão pequeno...
Um beijo
Daniel

isa disse...

Continua
Beijos

Carmem L Vilanova disse...

É importante que nunca percamos estes "olhos de criança", minha linda! Sao eles que fazem com que nossa vida seja vivida mais perfeitamente, ou pelo menos, encarando-a como se assim fosse... :)
Deixo-te mais sorrisos e mais beijinhos de amizade sincera!

António disse...

Uma beijinho imenso também para ti...na idade da inocência!

stillforty disse...

É bom que consigamos ver as coisas ainda com olhos de criança.
Sempre

Angela disse...

Minha linda, se quiseres, vais ver que ainda hoje consegues encontrar esse olhar de criança sobre as coisas. :) Basta quereres. Esse olhar está aí, dentro de ti. Com jarros e portas de palheiros, baixinhas, com pedras fortes a suportá-las. Que linda, que linda fotografia. Que lindas palavras.

erü disse...

Quite a shame childhood does not last forever... *

Carla disse...

Se procurarmos, todos encontramos essa criança dentro de nós, aquela que caiu vezes sem conta até aprender a andar, mas que nunca desistiu porque sabia que um dia iria conseguir. Um beijo enorme, Blue querida.

Paulo disse...

E assim, minha Amiga, ficará retida na retina da menina do olho, a menina que sempre foste, a criança que todos nós temos dentro de nós...o problema é esquecer-mo-nos disso. Um beijo de carinho. Bom fds

Luís Miguel disse...

A ingenuidade da infância/adolescência! Quem não a deseja?
.
.

Aran disse...

Obrigada! E um beijinho para ti também...

Pink disse...

Lindos: a foto e o texto! Um beijo e uma boa semana para ti.

erü disse...

Erro meu, que não tinha colocado a imagem no meu servidor. Já lá está, é apenas uma fotografia da vocalista da banda. A música não se ouve mesmo, porque não sou adepto de música no blog... fica apenas a referência a um som fantástico. Beijinhos e obrigado*

Nilson Barcelli disse...

Um bom fim-de-semana, stôra sedutora...
Beijo IMENSO.

meialua disse...

A inocencia de quando somos crianças...

:)

bom fim de semana amiga.
Beijos*

Mafalda Freire disse...

Olá!
Já algum tempo que tenho visitado o teu blog. Este poema chamou-me á atenção. Todos nós temos uma criança por dentro.. mas ao crescermos ganhamos maturidade.. e como a vida é tão cruel ao conhecermos a realidade que ela é...
Linkei-te e se puderes, passa pelo meu.

Cakau disse...

As preocupações das crianças são simples. Os adultos complicam tudo, porque deixaram de ser crianças.

Sábios aqueles que nunca deixam a criança morrer dentro de si...

Beijo grande e bom fim-de-semana *

sweet_helly disse...

Mas nem por deixarmos de ser crianças fisicamente devemos de o ser psicologicamente.
Essa memória de tempos anteriores estará sempre connosco, dando-nos a visão pura para ver tudo com os mais belos olhos felizes.

fairy_morgaine disse...

e porque não podes ser assim agora?

gato_escaldado disse...

os teus olhos de mulher são uns bonitos olhos. não lamentes. beijos

sylpha disse...

Passei só para te deixar ficar um beijinho de desejar um bom fim de semana :))

Espectro #999 disse...

  ⊆⊇  A imagem é reflexo disso mesmo  ⊆⊇  da inocência dos olhos de uma criança  ⊆⊇  está sublime  ⊆⊇

  Beijocas e inté

Vera Cymbron disse...

Era assim e era tão lindo, minha querida!
Jinhos

H. disse...

tempos passados... doem... remoem... deixam feridas abertas e o coração despedaçado...
... porquê?
... porque um dia bateu tudo certo.

o teu post carrega uma enorme nostalgia...

Ruvasa disse...

Viva, BShell!

Com toda a sinceridade e admiração:

Gosto muito das belas fotos;
gosto dos pequenos textos, simples e expressivos.

No dia em que conseguir aliar à beleza das fotos a simplicidade e expressividade dos textos, estará insuperável.

Mas a perfeição não se ganha sem muito trabalho. Que é o que vejo por aí.

Pelo que estará perto.

a contemplação admirativa do

Ruben

bin_tex disse...

olá Blue!

já sabes que estou a pasar para te deixar um Olá e um sorriso!

Beijos

Bin

grzl disse...

eu adorei o texto? (poema) e a fotografia, com as minhas flores preferidas.
agarra a vida sempre "feliz como a natureza".
um abraço
graziela

Malae disse...

Essa inocência... pena que todos a perdamos! Mas tu conseguiste manter essa pureza de sentimentos, que faz de ti essa pessoa fantástica! Bom fim de semana. E um abraço enorme. Malae**********************

Malae disse...

Ups! errata: percamos! e não perdamos! :P beijocas mais uma vez! Malae******************

Humor Negro disse...

Vim retribuir o abraço. :)
Este blog continua sempre muito bem acompanhado à viola.

Luna disse...

e como foi bom ser criança e como é bom por vezes voltarmos a beber d ainfancia.. mt bonito as fotos e o teu cantinho é harmonioso... até à proxima... beijuxxx

João Scottex disse...

Ainda sou criança, e ainda faço parte da natureza! Os dias de tempestade, não são mais do que uma explosão de energia contida, assim como a paixão. E, apesar do mal que lhe fazemos, acho que a natureza continua feliz! Pelo menos eu quero pensar que sim.
Bjx.

D disse...

minha nossa...
lindo lindo o post!
inocência da infância.. :'))))))
beijinho grande cheio de brilho como tu!

Alma de Poeta disse...

Beleza nas palavras e muita beleza na imagem.....gostei muito...beijooo

AS disse...

Deixo-te um beijo e os votos de bom fim de semana

margarida_rr disse...

Claro, revejo-me em todas as tuas palavras. Até me revejo nesses jarros....recordam-me a casa dos meus avós, onde existiam uma série de canteiros, com eles! Lindo! Beijo!

Joaninha disse...

Adorei a foto, mesmo muito.

Beijinhos