sábado, maio 21, 2005

PLENITUDE!

estrada
(foto de BlueShell)

Serás sempre aquele
Que me tomou pela mão do amor...
Me fez descobrir mulher...

E então...nos demos em pleno,
Em noites de paixão e desejo,
Beijo após beijo...

49 comentários:

Artemis disse...

oi!
adorei seu blog... suas palavras saum lindas!!! amei mesmo! vc escreve muito bem! posso te perguntar duas coisas?
espero que sim... ehehe
--> onde vc arranjou esse template? está lindo!!!
--> e a música? plx! to procurando um site que disponha de muskas com qualidade... mas nao acho... vc poderia me dizer?
muito obrigada... voltarei sempre! adorei mesmo seu blog...
ps.: Lindas fotos!

beijos
Silvia

Å®t_Øf_£övë disse...

É bonito quando assim é,quando o amor pode durar uma eternidade.
Fico feliz por ti.
Bom domingo.
Bjs.

Carla disse...

É maravilhoso poder guardar alguém dessa forma no coração, Blue querida. Um beijo enorme :)

António disse...

Hoje nem fui à "zona" só para ser o primeiro a ver o teu post do dia.
eh eh
Afinal fui o quarto!
Bom domingo
Jinhos

António disse...

O quarto?
Que ironia...eh eh eh
Beijoca repenicada

isa disse...

Parabéns pelo bom gosto da musica que tens no teu blog, e claro pelo conteúdo em si dos textos, continua…
Xau

joao disse...

Lindo kida miga!jinhos e um bom fim de semana...

Gabriel disse...

Nao gostei muito da foto nao. Achei que nao combinou. Mas tudo bem. As palavras superam!
Beijos

carlag disse...

Gostei particularmente da fotografia deste post.
Consegui senti-la.
A eternidade das coisas, em nós. Que guardamos, sem as queremos apagar.
Beijo gordo.

wind disse...

É bonito quando é assim:) beijos

rajodoas disse...

Continuas a deixar-te devorar por essa enorme paixão. Beijinho do Raul

Vênus disse...

Olá BShell,
Vejo que está melhor e fico feliz, ele está ao seu lado, voltam, se ausentam mas estão próximos, triste é a vontade de estar perto estando tão, tão longe...
BEIJOS!

jotakapa disse...

Há pessoas (e momentos) que serão sempre recordados por algo de especial que aconteceu.

António disse...

Oh mente perversa!
Há tantos quartos:
O quarto de dormir
O quarto de banho
O quarto de arrumos
O quarto de quilo
O quarto crescente (e o minguante)
O quarto mandamento
O quarto regimento
O quarto...o quarto...o quarto...
Jinhos

concha disse...

Que sorte recordações assim!!!
Beijos e resto de bom fim-de-semana!

Anónimo disse...

Lindo e puro,
Poetas Amigos

Maria do Céu disse...

Ao ler este seu trabalho senti mesmo a plenitude, belas palavras. Encantador estes seus trabalhos. Beijinhos.

Menina_marota disse...

Finalmente consigo comentar-te!
Parece-me mentira que o meu pc já esteja a funcionar a 100%...
Agora vou ler-te e rever tudo aquilo que de belo escreves e tenho perdido

Um abraço ;-)

http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/

ChuvaNegra disse...

Tremo...ao pensar num amor assim....também eu já o senti...senti que ela era minha, apenas...e a perdi...
Que isso não aconteça contigo...
Nós, homens, não gostamos que nos sufoquem, que nos enfeiticem...
Beijo meu, mulher!

Squeezy disse...

De facto há pessoas k nos tocaram de tal forma k apenas as conseguimos recordar com um sorriso(de prazer) na face...

... e como isso é agradável... :)

Daniel Aladiah disse...

Querida Blue Shell
Sempre saudoso, esse amor... ainda à espera da plenitude...
Um beijo
Daniel

Micas disse...

É bom guardar um amor assim... Beijitos

Maria João disse...

"Talvez para morrer eu precise do amor e da família. Mas para acabar de viver, só´preciso de ti, desta febre azul a que os outros chamam só sexo".
InÊs Pedrosa citada pelo Júlio Machado Vaz (pareceu me que se adequava) :)

Pink disse...

Belo, belíssimo! Não digo mais nada! Um beijo.

H. disse...

fica para sempre... *

OlhoVivo disse...

Bonito texto que toca qualquer coração pela sua simplicidade :)********************

The Thynne Man disse...

No hurry. Anytime that your husband can send me the html code for the background music would be fine.

Enjoy your weekend together!

Vasco Salles disse...

As pedras formam um abraço e detêm as àguas do rio. Não todas, nem para sempre, pois elas tem o destino e missão inexorável, de na sua inevitavel e imparavel caminhada para o mar, banharam outras margens. Detêm-nas apenas tempo suficiente para alguém saciar sua sede, se banhar, e revitalizar os solos que vivem do rio. Detêm as águas e abraçam-na, por um lapso de tempo, mas esse momento ficará para sempre na memória das pedrinhas, das raízes e de todos os seres, que dentro e na margem do rio, sentiram o convite á vida e o seu doce afago.

Elvira disse...

Como sempre, a minha dose de beleza do dia... Um grande abraço.

TMara disse...

E k plena continues. Acompanhada ou só. eis o k desejo com tood o coração. Boa semana. Bjs e ;)

Morsa disse...

Lá está! Tens toda a razão! Só ou acompanhada... terás que te sentir mulher! Dia a dia, momento a momento, beijo por bejio, pensamento por pensamento!
Tem uma boa semana

O Micróbio disse...

Fotografia tão árida para palavras tão fecundas...

Angela disse...

Que romântico, que romântico! =)

AS disse...

Tu, que sabes que a plenitude se resume a um momento
Tu, que sabes a dureza da verdade,
Solta as tuas velas à mercê do vento
E parte desse cais rumo à liberdade!...

Um beijo grande

gato_escaldado disse...

tocar pela mão do amor. muito bonito. e bom caminho para chegar. beijo

paperl life disse...

só com Amor se fotografa assim.

:) Bjs.

sylpha disse...

Há momentos que são eternos e que farão sempre parte de nós. Muito sentidas estas tuas palavras :) Beijo

JMTeles da Silva disse...

Obrigado pelo teu comentário, Conchinha.
Bjocas grandes.

francis disse...

Beijinhos, Shell. Estou sempre por aqui (mesmo quando não estou!) :-)

Maria Heli disse...

bluzinha: está lindo! Mais uma vez. A foto é de onde?
bjo

concha disse...

É verdade esqueci-me de dizer!
Jacarandá é uma árvore linda que florida fica lilás!
Beijos e boa semana

Ms Crow disse...

"Eu quisera gritar ao mar,
Ao vento e ao sol,
A paixão que nasceu,
Quando te conheci,
Escrever no claro azul do firmamento,
O meu amor imenso,
O meu amor por ti."

Jinho e Boa semana

Carlos Barros disse...

descobre-se tudo para além de tudo...nem que seja...tudo.

Mitsou disse...

Que bom quando essa plenitude perdura! Beijinho terno desta tua amiga desaparecida mas que não te esquece, ouviste? :)

Vera Cymbron disse...

Chorei...apenas isso.
Jinhos

MONALISA disse...

Venho dar-te uma beijoca e gostei de ver esta intensidade toda.

Amaral disse...

A imagem é daqueles que me "enchem o olho". Em noites de paixão e desejo, o amor anda no ar, ou é apenas a descoberta de ser mulher?...

AlmaAzul disse...

Há sempre "O" de uma vida. E todo passa nunca volta mas algo permanece assim...

H. disse...

o que foi assim fica para sempre... *