segunda-feira, dezembro 27, 2004

LOUCURA!


naluz


E nessa espera, seu corpo treme...
Seu olhar é de ternura,
seu desejo é loucura!

Na procura de si, em outro
se encontrará?...- Oh... ilusão!

Nas palavras ditas adivinha
um universo...e caminha sem ver,
sem olhar senão as notas da canção
- improviso em lá menor...

E sente, nos seus,
esses lábios quentes
que não provará jamais!

58 comentários:

óssóbó disse...

se calhar é melhor ser amado do que amar...

O Turista disse...

Bonito...
E lá se passou mais um Natal!!!
:(

O turista - http://turistar.blogspot.com/

Jmn disse...

O desejo é o primo feio da loucura...mas é tão bom ser louco...

Anónimo disse...

http://diabolikangel.blogs.sapo.pt

Triste mas bonito.

R disse...

Ás vezes é bom termos estes momentos de loucura:)
BJS

JAP disse...

Who knows?
Beijo

JAP disse...

There's no such thing.

O poema colocado hoje no DA é para si. Durma bem.
Beijos.

wind disse...

Amanhã é outro dia:) Força;) bjs*

Mordente disse...

Sua tola! FAla comigo. porque não me falas?

Aromas Do Mar disse...

Que o brilho das estrelas te ilumine a alma e que o Amor vença sempre.
Beijo grande

Goncalo disse...

Gostei muito do poema. Uma verdadeira Loucura, embora tenha sentido uma certa tristeza. Estamos em tempo sorrisos e não de lágrimas.
Beijinhos

Anónimo disse...

O desejo é o motor de tudo!
Quando ele um dia faltar, acaba a relação.

PS : Estou a ver que andas a "espreitar" as galerias do olhares.com , já conheces a minha?
www.olhares.com/cachucho

beijito
cachucho
http://enresinados.weblog.com.pt

Kabum disse...

A foto ta excelente...;)

Alexandre Narciso disse...

Pulei com alegria para esta loucura... porque entre as palavras tristes se encontra sempre um sorriso.
Beijo
*A

Kabum disse...

Gostei tambem do texto mas essa imagem tocou de um modo especial, acho muito fixe e não...Não é por ser uma gaja nua! :p

Anónimo disse...

Gostei do poema embora julgue mais... adequado... (melhor para nós) vermos no Outro um complemento, uma parte que se nos junta, em vez de nos descobrirmos nele (pelo menos de uma forma categórica, absoluta). É em nós e connosco, principalmente, que nos devemos considerar nas múltiplas vertentes... definirmo-nos, situarmo-nos. Se isto estiver (minimamente) conseguido, julgo que podemos sentir e estar melhor com o Outro. Não devemos depender, devemos complementar-nos nas especificidades (potencializadas/rentabilizadas) de cada um.
É mais saudável, eu acho.

Beijokinhas,

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Águas de Março disse...

Olá, Blue! Venho só agradecer as boas festas com um beijinho grande, agora que estou de volta. Depois comentarei com mais vagar!
Boa semana, linda!
Ana Maria

R/B Estação disse...

Amar tanto e nunca chegar a provar o sabor da paixão...
Realmente é de loucos...
Beijinho.

mfc disse...

Um sorriso, um alfa, um encontro e um ómega!

Pecola disse...

The truth is outthere.. Beijinhos!! :)

antonio disse...

...De cortar a respiração...

Boas Festas,

Votos de Sucessos Bloguisticos

Feliz Ano Novo!...

Um abraço de Ouguela!...

eduardo disse...

Lindo o que aqui encontro, sem dúvida. Mas as voltas que tenho dado aos neurónios que me restam para me lembrar de ti.
É a velhice a possuir-me, claro.
De qualquer das formas, eu volto.
(mas primeiro vou aos meus arquivos)

Os meus cumprimentos.

papagaio disse...

claro que nao querida blue,ando é atarefado mas fiz-te um postalzinho todo pipi de boas festas e tu nem nada né??buááá beijossssss

papagaio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ana disse...

Ja nao passava por aqui ha tanto tempo q so agora reparei q mudaste a musica que nos embala na leitura das tuas letrinhas.
Gosto desta musica pela melodia e pelo refrao. E que o perdao parece ser, tantas vezes, a palavra mais dificil de expressar. Beijinhos

polittikus disse...

Gostei vem de dentro... FELIZ 2005.

SKN disse...

Muito, MUITO bom!! continua assim!
Beijos

Pintelho disse...

Querida concha azul... É arte... ARTE!

AS disse...

...este poema não se lê...sente-se!...

Um beijo

Yardbird disse...

Muito bonito, Blueshell, muito mesmo :-) Bjos

Pintelho disse...

Seria outra forma de arte... Pagas a viagem?
Mas acredita... É arte!

hamy-pros-friends disse...

eu abandonei-te? nem pensar, não falho com os que me ouvem e me lêem!

João Martinho disse...

carapins são assim uma espécie de meias, mas mais quentinhas, para andar por casa. melhores que pantufas! :)

o5elemento disse...

{ ...

gostei muito do teu texto
deixo-te algo tb:

[vir*].amar-te
neste vir* desnudado
só por ti achado
empoo **, polvilhar querido
só por ti sentido
ensejo, desejo moldado
só em ti reflectido
neste orgasmo* molhado
só por ti desmedido
achado

*declínio da tensão
** cobrir de pó; polvilhar

© biquinha

beijos*

... }

Miss Kafka disse...

Quente improviso...

Anónimo disse...

Lindo! Fantastico. nao tenho palavras.
Parabens.


Gabriel Braga
www.unknownpoets.blogs.sapo.pt

Anónimo disse...

Gostei muito do teu blog. Parabens. Feliz 2005.Beijinho** (http://acordomar.blogs.sapo.pt

Luna disse...

A empatia.... a cumplicidade....o toque...a paixão...o amar...o desejo...a loucura...e a nata.

JAP disse...

Je te caresse avec les yeux...

Å®t_Øf_£övë disse...

Para mim loucura é sinónimo de paixão.
Bjs.

lobices disse...

"...I am sad...come to see me..." - you said.... Well, here I am but... how can I touch your soul?... how can I reach you?... how can I if I dont know where you are; I would like to send you my words, my feeling, my soul too, my simpaty... but...how?... Please, tell me... ***

lobices disse...

...I did...you said... I am happy for that but unhappy to be here, in this so lonely way to say anything you can ear anyday or, who knows, everyday... perhaps we want more than what we have, or (better) we need more that what we have... we need so much, we need to "feel" not only the words but also the meaning of them... be "here" near me and I`ll be always there with you... tell me more (you know how) ***

Vera Cymbron disse...

Hummm...
...

Anónimo disse...

bigadu por ters visitad o meu blog (http://levaminhalma.blogs.sapo.pt) e pelas tuas palavras.Gostei muito do teu blog voltarei.Aparece la semp q queiras.abraços**

Estrela do mar disse...

...conchinha venho-te desejar um extrordinário ano de 2005...boas entradas amiguinha...
Um beijinho*.

Vera Cymbron disse...

Fiquei preocupada com o teu comentário lá em casa...
Humm? Sei que querias e quiseste dizer!
Olha queria falar contigo, adiciona-me no msn, parece-me que precisas de falar com alguém...talvez eu até nem seja a pessoa certa...sei lá!
Jinhos e toma conta de ti!

lobices disse...

...it is me, again... feel no pane, please... I am here all the time (not being yours neither you being mine)..

erü disse...

Essa é a verdadeira ilusão... aquela que nos faz não só acreditar, como querer acreditar, que nos torna cegos a todos os lampejos de realidade que surgem intermitentemente, à nossa volta... até ao derradeiro momento em que compreendemos que tudo se resume no "jamais"... beijos*

SalsolaKali disse...

“Só mais tarde comecei a perceber que nem sempre o diálogo se faz com as palavras. (…)”
Luís Cardoso em Olhos de Coruja, Olhos de Gato Bravo.
BJ

MWoman disse...

É loucura, paixão ou desventura? O poema está lindíssimo, blueshell!Um beijo grande.

meialua disse...

Há sempre um pouco de razão na loucura, mas há sempre um pouco de loucura na razão...

Espero que cada momento positivo de 2004 represente um segundo do ano de 2005!
Beijos com carinho*

Peter disse...

Estou visitando os n/links para vos desejar um Bom 2005 (hum...).

Pandora disse...

Estou a ver que ainda não usaste os lápis de cor!...coragem...vais ver que não custa nada...é só misturar as cores e...voilà :)Adorei a foto, como todas as outras.
Abraço sujo de tinta de mil cores...;)

MJM disse...

Vim passar os olhos pela tua conha azul e cheirou-me bem :-)
Queria deixar-te um 'kiss da baby' ainda vigorando o ano velho, e desejar-te muita bloguice boa para o ano novo!

LolaViola disse...

52 comentários? Ó rapariga, levei meia hora para abrir esta caixa e agora esqueci-me o que ia dizer...
:-) Conhecia esta foto, mas não me consigo lembrar o nome do seu autor. Um dia também escrevi sobre esta mulher e chamei-lhe a mulher de vermelho. Um beijo para ti :-)

jorgebond disse...

"Conchita-Azul" :) Vim retribuir os Votos de Bom Ano Novo, :))) Beijokas. PS: Adorei o teu blog, prometo voltar, pois este poema, " Loucura" está um "must", ;)

João Miguel Pereira disse...

Só para dar um beijinho ;)

Boa continuação

Anónimo disse...

Queria lhe dizer
Queria lhe falar
Queria piscar as luzes do meu quarto para você aparecer lá
Não sei o que digo
Nem sei o que falo
Só sei que você me fez inspirar
Como é gostoso
Poder ler o que você vem a escrever
Apaixonado
Por suas palavras
Apaixonado
Por saber que existe uma pessoa
Que escreve
Esquecendo do mundo
E de todos
Só eu, meu lápis, meu pedaço de papel
e meu computador ligado
escrevendo na tela fria palavras
tentando escrever pedaços
de alguma coisa que poeria ser inventado
rimas jamais escritas
jamais juntadas
somente por você
Você, eu, cada um,
um instante
um pensamento
uma palavra
uma frase
uma hora
um minuto
um instante que jamais há virar de existir denovo
todas estas coisas
somente num segundo
algumas oportunidades
algumas criatividades
alguns pensamento
as vezes na vida
podem ser únicos!

Ass.:Rockpapagaio
"hoje o amor é cego e aloucura sempre o acampanha"
rockpapagaio@hotmail.com

de onde vem a loucura
que amarga e desfaz a candura
mistura o real e o concreto
confunde o amor e a amargura
de onde vem a maldade
que chega sem dó nem alarde
escurece a paixão sangra e arde
não escolhe nem cor nem idade
não sei de onde vem todo mal
não acredito na escuridão
mais sei de onde vem a amizadee
e não há loucura ou maldade
que mesmo sem dónem alarde
a tire do meu coração !

AUTOR DESCONHECIDO